Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17360
Title: Amor como medida de satisfação marital
Authors: França, Priscilla Soares de
Keywords: Amor. Casamento. Satisfação marital. Diferenças sexuais;Love. Marriage. Marital satisfaction. Sex differences
Issue Date: 30-Aug-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FRANÇA, Priscilla Soares de. Amor como medida de satisfação marital. 2013. 105 f. Dissertação (Mestrado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: O amor afeta a vida de milhares de seres humanos. Ele evoluiu para encorajar atividades que levem a ações reprodutivas bem sucedidas e é responsável pela criação e manutenção de laços afetivos entre indivíduos. Assim como há diferenças nos comportamentos reprodutivos entre os sexos também há diferenças em como eles amam e se apaixonam. Essas diferenças poderão ditar a dinâmica do casamento e a satisfação marital no mesmo. O casamento favorece o sucesso reprodutivo individual promovendo a escolha de parceiro e a criação de um ambiente propício para a criação de filho, e a satisfação marital é vista como o mecanismo psicológico que acompanha os custos e benefícios do casamento. O MARQ-Brasil é um questionário que permite mensurar o nível de satisfação marital. Uma de suas escalas, a Escala Amor foi desenvolvida para aferir o nível de vínculo emocional entre parceiros em um relacionamento amoroso. Este trabalho teve como objetivo validar a escala Amor como alternativa para medir vínculo emocional e analisar que características pessoais de parceiros(as) podem influenciar o amor de homens e mulheres e sua satisfação marital. No presente estudo participaram 176 indivíduos em relacionamento estável. A partir dos resultados, concluímos que a escala Amor se constitui um instrumento válido como medida de satisfação marital. Além disso, verificamos que várias características pessoais influenciam o amor dos cônjuges. Apesar de ambos os sexos continuarem a avaliar a qualidade do relacionamento, as mulheres demonstraram ser mais exigentes nessa avaliação. Observamos que características comuns no universo de escolha de parceiro permanecem importantes e exercem sua influência no amor e na satisfação marital após a escolha de parceiro ter sido realizada
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17360
Appears in Collections:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PriscillaSF_DISSERT.pdf1,83 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.