Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17397
Título: (Con)vivendo em fortalezas: o outro lado do morar bem
Título(s) alternativo(s): Living (together) in Strengths: the other side of living well. Unpublished Doctoral Thesis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal
Autor(es): Barros, Thyana Farias Galvão de
Palavras-chave: Padrão de moradia. Insegurança urbana. Condomínio residencial. Isolamento socioespacial. Senso de comunidade;Housing standard. Urban insecurity. Residential condos. Socio-spatial isolation. Sense of community
Data do documento: 20-Abr-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BARROS, Thyana Farias Galvão de. Living (together) in Strengths: the other side of living well. Unpublished Doctoral Thesis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2012. 284 f. Tese (Doutorado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: The intensification of the fear in the city and in the spaces controlled by this feeling has contributed to a growing socio-spatial inequality, and the rapid growth of market protection. The residential condos emerge as a possible solution to the problem. This is a housing typology expanding worldwide which is seen, especially by the urban middle class, as enablers of quality of life and safety. In Brazil, especially in large cities, the quest for quality of life is directly connected with the desire for security translated through space control (use of high walls, gates, entrance hall, security cameras) and people who use it. This thesis aims at investigating how the different categories of inhabitants of an area predominantly occupied by vertical residential condos realize the socio-spatial dimension and the socio-urban space determined by this type of development. It especially takes into consideration the issue of urban insecurity, based on the assumption that, although published and sold by marketing as safe places , synonym of welfare and supporters of community life , the living in these condos, may even inhibits, social relationships, contributing to socio-spatial isolation and consequent social weakness. This is a survey that seeks to meet the assumptions of Environmental Psychology towards the comprehension of person-environment studies, emphasizing the use of different methods (desk research, observations of and group interviews, focus group technique using photographic resources), as well as the focus on current problems of the urban scene and the knowledge gained in Social Psychology
metadata.dc.description.resumo: A intensificação do medo da cidade e dos espaços geridos a partir deste sentimento vem contribuindo para uma desigualdade socioespacial cada vez maior, além do rápido crescimento do mercado de proteção. Os condomínios residenciais surgem como uma possível solução ao problema. Trata-se de uma tipologia habitacional em expansão em todo mundo e são vistos, especialmente pela classe média urbana, como espaços propiciadores de qualidade de vida e segurança. No Brasil, especialmente nas grandes cidades, a busca por qualidade de vida apresenta conexão direta com o desejo por segurança traduzido através do controle do espaço (uso de muros altos, portões, portaria, câmeras de vigilância) e das pessoas que o utilizam. Investigar como as diversas categorias de moradores de uma área predominantemente ocupada por condomínios residenciais verticais percebem a dimensão socioespacial e o espaço urbano determinados por esse tipo de empreendimento, principalmente no tocante a questão da (in)segurança urbana é o objetivo dessa tese que fundamenta-se na hipótese de que, embora divulgados e vendidos pelo marketing como lugares seguros , sinônimos de bem-estar e incentivadores da vida em comunidade , a moradia nestes condomínios não promove, e até inibe, as relações sociais, contribuindo para o isolamento socioespacial e consequente enfraquecimento social. Trata-se de uma pesquisa que procura atender às premissas da psicologia ambiental voltada para a compreensão dos estudos pessoa-ambiente, valorizando o uso de diferentes métodos (pesquisa documental, observações e entrevistas em grupo - técnica de grupo focal com utilização de recursos fotográficos), o foco em problemas atuais da cena urbana e o conhecimento obtido em psicologia social
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17397
Aparece nas coleções:PPGPSI - Doutorado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ThyanaFGB_TESE.pdf3,81 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.