Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17430
Título: Publicação e avaliação de periódicos científicos: paradoxos da classificação Qualis em Psicologia
Autor(es): Costa, Ana Ludmila Freire
Palavras-chave: Produção científica;Periódicos de Psicologia;Avaliação de periódicos;Qualis;Scientific production;Psychology scientific journals;Journals assessment;Qualis database
Data do documento: 23-Jun-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: COSTA, Ana Ludmila Freire. Publicação e avaliação de periódicos científicos: paradoxos da classificação Qualis em Psicologia. 2006. 213 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: Recently, Brazilian scientific production has increased greatly, due to demands for productivity from scientific agencies. However, this high increases requires a more qualified production, since it s essential that publications are relevant and original. In the psychological field, the assessment scientific journals of the CAPES/ANPEPP Commission had a strong effect on the scientific community and raised questions about the chosen evaluation method. Considering this impact, the aim of this research is a meta-analysis on the assessment of Psychological journals by CAPES to update the Qualis database. For this research, Psychology scientific editors (38 questionnaires were applied by e-mail) were consulted, also 5 librarians who work with scientific journals assessment (semi-structured interviews) and 8 members who acted as referees in the CAPES/ANPEPP Commission (open questions were sent by e-mail). The results are shown through 3 analysis: general evaluation of the Qualis process (including the Assessment Committee constitution), evaluation criteria used in the process and the effect of the evaluation on the scientific community (changes on the editing scene included). Some important points emerged: disagreement among different actors about the suitability of this evaluation model; the recognition of the improvement of scientific journals, mainly toward normalization and diffusion; the verification that the model does not point the quality of the journal, i.e., the content of the scientific articles published in the journal; the disagreement with the criteria used, seemed necessary and useful but needed to be discussed and cleared between the scientific community. Despite these points, the scientific journals evaluation still is the main method to assure quality for Psychology publications
metadata.dc.description.resumo: A produção científica brasileira tem passado por intensas mudanças visando atender às demandas por produtividade dos pesquisadores. Entretanto, a multiplicação de produtos acadêmicos explicita a necessidade de qualificação dessa produção, uma vez que é imprescindível a publicação de material relevante e inovador. Na Psicologia, a avaliação de periódicos empreendida pela Comissão CAPES/ANPEPP gerou grande repercussão na comunidade científica e suscita questionamentos em torno do modelo de avaliação utilizado. Considerando este impacto, o objetivo do trabalho é fazer uma meta-avaliação sobre o processo de avaliação de periódicos científicos utilizado nas revistas de Psicologia pela CAPES para alimentação da classificação Qualis. Para a pesquisa, foram consultados editores de revistas de Psicologia (n=38, questionário enviado por e-mail), bibliotecários envolvidos com avaliação de periódicos (n=5, entrevistas semi-estruturadas) e pesquisadores que participaram/participam da Comissão de Avaliação (n=8, questões abertas via e-mail). Os resultados foram agrupados em 3 eixos temáticos: avaliação geral sobre o processo de avaliação Qualis (incluindo posicionamento sobre constituição das Comissões de Avaliação), critérios de avaliação utilizados no modelo adotado e os efeitos decorrentes das avaliações para a comunidade científica e mudanças percebidas no quadro editorial. Alguns aspectos centrais ficaram evidenciados: a divergência entre os atores envolvidos quanto à adequação do modelo em retratar a realidade editorial da área; a discordância em relação aos critérios adotados, que são vistos, simultaneamente, como necessários e úteis; o reconhecimento da melhoria das revistas, principalmente no que se refere à normalização e difusão; a indicação de que esse modelo de avaliação não aprecia a qualidade da revista propriamente dita, ou seja, o conteúdo dos periódicos por meio dos artigos. Apesar desses pontos, a avaliação dos periódicos em Psicologia continua a ser o principal instrumento para garantir um padrão mínimo de qualidade nas publicações da área
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17430
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnaLFC.pdf445,88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.