Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17444
Título: Infâncias :o lugar do lúdico nas tramas do trabalho infantil
Autor(es): Oliveira, Indira Caldas Cunha de
Palavras-chave: Infância;Lúdico;Trabalho infantil produtivo;Infancy;Ludic;Productive infant work
Data do documento: 15-Out-2004
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: OLIVEIRA, Indira Caldas Cunha de. Infâncias :o lugar do lúdico nas tramas do trabalho infantil. 2004. 212 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2004.
Resumo: Considering infancy as the socio-historic construction required from the researcher, not only gives problems to the natural character of the human development, that for a long period in the history of psychology has sown to be predominant, but before anything assumes the position in which the vision of the social condition, i.e., for the contexts of the insertion of the human being, is predominant. In this sense, it is not possible to talk about infancy in the singular, once the different developmental contexts enable different forms of immersion in the daily experiences, amongst which this research focuses on the experience of the ludic. According to various theories of development amongst which we emphasize the socio-historic, this element brings important contributions in the processes of the human being constitution. From the legal aspect this recognition is present in the Code of Practice of the Child and Adolescent which considers playing to be a right of the child. However, the childhood of many children have this aspect affected by many factors. It is in the context of this discussion that we developed this research which has as its objective investigate how children in a working environment experience playing on a daily basis. Four children, girls, took part in this research, who develop activities in the process of the usage of cashew nuts. We used interviews, observations, photographs and drawings. The perspective of analysis which guided this task is based on socio-historic and discursive studies. In this way, the elements which constitute the child s discourse, formed from the corpus were: be a child, the ludic culture, the work in the child s life and the perspective of future and change. The participants discourse showed to be conflicting, contradictory, arisen from a specific ideological formation. In the children s daily routine it was possible to verify that there is an existence of a rich ludic culture, even if it is lived in few moments of the day in consequence of the workload
metadata.dc.description.resumo: Considerar a Infância enquanto construção sócio-histórica requer, do pesquisador, não apenas problematizar o caráter natural do desenvolvimento humano, que por um longo período da história da Psicologia se mostrou predominante, mas, antes de tudo, assumir uma postura em que o olhar para as condições sociais, ou seja, para os contextos de inserção do ser humano, assume posição de destaque. Nesse sentido, não é possível falar em infância, no singular, uma vez que os diferentes contextos de desenvolvimento propiciam diferentes formas de imersão nas experiências do cotidiano, dentre as quais esta pesquisa destaca a vivência do lúdico. Segundo várias teorias do desenvolvimento, dentre as quais destacamos a sócio-histórica, esse elemento traz importantes contribuições nos processos de constituição do ser humano. Do ponto de vista legal, esse reconhecimento se faz presente no Estatuto da Criança e do Adolescente, que considera o brincar um direito da criança. Contudo, a infância de muitas crianças tem este aspecto comprometido, pelos mais diversos fatores. É no contexto desta discussão que desenvolvemos esta pesquisa cujo objetivo foi investigar como as crianças em situação de trabalho vivenciam o brincar em seu cotidiano. Participaram da pesquisa quatro crianças, meninas, que desenvolvem atividades no processo de beneficiamento da castanha de caju. Utilizamos entrevistas, observações, fotografias e produção de desenhos. A perspectiva de análise que norteou essa tarefa fundamenta-se nos estudos sócio-históricos e discursivos. Dessa forma, os elementos constituintes do discurso da criança, construídos a partir do corpus,foram: ser criança, a rotina das crianças, a cultura lúdica, o trabalho na vida das crianças e perspectivas de futuro e de mudanças. Os discursos das participantes se mostraram conflitantes, contraditórios, oriundos de uma formação ideológica específica. No cotidiano das crianças foi-nos possível verificar que há existência de uma rica cultura lúdica, mesmo que ela seja vivenciada em uns poucos momentos do dia-a-dia, em decorrência das ocupações com o trabalho
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17444
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IndiraCCO.pdf993,72 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.