Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17455
Título: A psicologia e o programa de saúde da família :novas possibilidades, velhos dogmas?
Autor(es): Silva, Fabiana Lima
Palavras-chave: Atuação do psicólogo;Saúde pública;Saúde da família;PSF;Works of the psychology;Public health;Family health;PSF
Data do documento: 14-Mai-2004
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Fabiana Lima. A psicologia e o programa de saúde da família :novas possibilidades, velhos dogmas?. 2004. 121 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2004.
Resumo: The model of attention to health has been suffering alterations due to the difficulty faced to put into practice its universal, democratic and institutional layout. Since the movement of Sanitary Reform, which focused in the demands of a new health context and the process of work in the area of health, one seeks uninterruptedly, to find a way which leads to the execution of the principles of SUS. Despite having tried, the model of Sanitary Vigilance centered within the work of a multi-professional team has shown fragmentation and little adequacy to the necessity of health in the population. Whilst inserting himself in the field of health, the psychology professional has taken with him his clinic way of attending to individuals being one more in the team to act in a de-contextualised and little critical way. In virtue of this framework, the Ministry of Health invests in the Family Health Program as a new guide in the health system, restructuring the basic attention at a new logic of action. In this way, the municipality of Natal-RN implants, in the year 2002, the PSF in the Northern Sanitary District, a context in which professional teams are created where there is not an inclusion of a psychologist. Consequently, this professional is excluded of his work space in the previous Basic Unities of Health. This piece of work constitutes in the investigation of the implementation and instrumentalization of the Northern Sanitary District PSF of Natal-RN, having as its objective to analyze the implications of this execution for the structuring of the health network services and more specifically the alterations that this implementation could be making to the practice of the Psychology Professionals, emphasizing its advances, obstacles and limitations. To make this work feasible it was necessary to search for data and information from the implementation and execution of the PSF in the DSN, carrying interviews from a semi-structured guide, with 21 institutional actors (members of the team, coordinators and directors of the unities and psychologists)
metadata.dc.description.resumo: O modelo de atenção à saúde vem sofrendo alterações em face da dificuldade enfrentada para pôr em prática seu desenho institucional universalista e democrático. Desde o Movimento da Reforma Sanitária, que pôs em pauta a exigência de um novo contexto de saúde e o próprio processo de trabalho em saúde, busca-se, ininterruptamente, encontrar um caminho que leve à efetivação dos princípios do SUS. Embora o modelo da vigilância sanitária - centrada na atuação de uma equipe multiprofissional - tenha tentado, mostrou-se fragmentado e pouco adequado às necessidade de saúde da população. Ao inserir-se no campo da saúde, profissional de psicologia levou consigo seu modelo clínico de atendimento, sendo mais um - na equipe - a atuar de forma descontextualizada e pouco crítica. Em virtude dese quadro, o Ministério da Saúde investe no Programa Saúde da Família enquanto novo orientador do sistema de saúde, resstruturando a atenção básica sob uma nova lógica de ação. Nesse sentido, o município de Natal-RN, implanta, no ano de 2002, PSF no Distrito Sanitário Norte, contexto em que são criadas equipes de profissionais nas quais não há inclusão do psicólogo. Conseqüentemente, esse profissional é excluído de seu espaço de trabalho nas antigas Unidades Básicas de Saúde.Este trabalho constitui-se na investigação da implantação e instrumentalização do PSF no Distrito Sanitário Norte de Natal-RN, tendo como objetivo analisar as implicações dessa efetivação para a estruturação da rede de serviços e mais especificamente as alterações que essa implantação possa estar imprimindo à prática dos profissionais de Psicologia, destacando seus avanços, entraves e limites. Para realizar tal estudo se fez necesário buscar dados e informações da implantação e efetivação do PSF no DSN, realizandoainda entrevistas, a partir de um roteiro semi-estruturado, com 21 atores institucionais (integrantes de equipes, coordenaodres e diretores de unidades de saúde e psicólogos)
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17455
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FabianaLS.pdf640,1 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.