Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17578
Título: Saúde mental em operadores de petróleo do Rio Grande do Norte
Autor(es): Barbosa, Silvânia da Cruz
Palavras-chave: Saúde mental;Condições de trabalho;Operadores de petróleo;Regimes de trabalho;Mental health;Work conditions;Petrol operators;Work routine
Data do documento: 5-Mai-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BARBOSA, Silvânia da Cruz. Saúde mental em operadores de petróleo do Rio Grande do Norte. 2008. 254 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social; Processos Psicossociais; Relações de Poder e Sociedade) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: The importance of identifying the consequence of the hours worked on people in society has been well recognized within Organizational and Work Psychology. From this point of view, the present research had the objective of analysing the effects of work regimes on the mental health of petroleum operators of Petrobrás. The sample totaled 144 subjects, corresponding to 27% of the work population. The mental health of the participants was evaluated using the following instruments of measurement: QSG-12, Scale of self-esteem, Scale of Positive and Negative Affections and the Scale of Valuable Attributes of IMST, each representing an empirical factor used to indicate and measure the five dimensions of mental health. The subjects perceptions of their work regime and the rest of their conditions of work were evaluated using scales of descriptive attributes of IMST, by applying a semi-structured questionnaire and by use of interviews. A socio-demographic file was used to collect information related to the biographical and socio-occupational profile of the worker sample. The answers to the questionnaire were inserted into the data bank of SPSS (Statistical Package for Social Science), for statistical analysis, and the interviews were analised based on the technique of Contents Analysis recommended by Bardin (1995). The main results revealed that one third of the worker sample were tense; however, the mental health of the majority was preserved. Cluster Analysis applied to the group of seven factors which measured the five dimensions of mental health identified four profiles of psychological well-being shared between members of the sample. It was observed that the people working in the system of Continuous Shift Alternation (TIR) and in the system of Pre-advising tended to present balanced and satisfactory profiles, while the ones which worked in the Administrative Field tended to present anxious and oscillating profiles, and thus were more affected psychologically. These were also the ones that also perceived the more negative aspects of their laborious conditions (reduced chances of self-improvement, physically stressful and financial resources below expectations with which to supply family and personal necessities. In agreement with the ecological model formulated by Warr (1987), the present study concluded that the positive and negative effects on the psychological well-being tended to occur as a consequence of the perceptions the petrol operators developed to face their work conditions
metadata.dc.description.resumo: A importância de identificar as conseqüências dos horários de trabalho para os indivíduos inseridos na atual sociedade 24 horas, tem sido amplamente reconhecida dentro da Psicologia Organizacional e do Trabalho. Partilhando desse interesse, a presente pesquisa objetivou analisar os efeitos dos regimes de trabalho sobre a saúde mental dos operadores de petróleo da Petrobrás. A amostra totalizou 144 sujeitos, correspondendo a 27% da população. A saúde mental dos participantes foi avaliada por meio dos seguintes instrumentos: QSG-12, Escala de Auto-estima, Escala de Afetos Positivos e Negativos e a escala de atributos valorativos do IMST, sendo cada fator empírico usado como indicador para medir cinco dimensões da saúde mental. A percepção sobre os regimes e demais condições de trabalho foram avaliadas por meio das escalas de atributos descritivos do IMST, de um questionário semi-estruturado e de entrevistas. Também se usou uma ficha sócio-demográfica para colher informações relativas ao perfil biográfico e sócio-ocupacional da amostra. As respostas aos questionários foram digitadas na forma de banco de dados do SPSS (Statistical Package for Social Science for Windows), por meio do qual se procedeu com as análises estatísticas, e as entrevistas foram analisadas com base na técnica de análise de conteúdo recomendada por Bardin (1995). Os principais resultados revelam que um terço da amostra se encontra tensa, contudo a saúde mental está preservada para a maioria. A análise de cluster aplicada ao conjunto dos sete fatores que mediram as cinco dimensões de saúde mental identificou quatro perfis de Bem-estar Psicológico compartilhados entre a amostra. Observou-se que o pessoal engajado em regimes de Turno Ininterrupto de Revezamento (TIR) e de Sobreaviso tende a apresentar perfis Equilibrado e Satisfatório, enquanto os que trabalham em regimes Administrativo de Campo e Administrativo tendem a apresentar perfis Ansioso e Oscilante, sendo estes últimos os mais afetados psiquicamente e que percebem mais negativamente as condições laborais (chances reduzidas de aperfeiçoamento, fisicamente desgastantes e recursos financeiros reduzidos ou abaixo do esperado para suprir as necessidades pessoais e familiares). Em conformidade com o modelo ecológico formulado por Warr (1987), o presente estudo concluiu que os efeitos positivos ou negativos no bem-estar psicológico tendem a acontecer como conseqüência da percepção que os operadores desenvolvem frente às condições de trabalho
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17578
Aparece nas coleções:PPGPS - Doutorado em Psicologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SilvaniaCB.pdf647,96 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.