Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17986
Título: Aplicação de ontologias para métodos de negociação de um sistema multiagente para o reconhecimento de padrões
Autor(es): Bezerra, Valéria Maria Siqueira
Palavras-chave: Sistemas multiagentes;Sistemas multi-classificadores;Ontologia;Multi-agent system;Multi-classifier systems;Ontology
Data do documento: 14-Jul-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BEZERRA, Valéria Maria Siqueira. Aplicação de ontologias para métodos de negociação de um sistema multiagente para o reconhecimento de padrões. 2006. 114 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: The use of intelligent agents in multi-classifier systems appeared in order to making the centralized decision process of a multi-classifier system into a distributed, flexible and incremental one. Based on this, the NeurAge (Neural Agents) system (Abreu et al 2004) was proposed. This system has a superior performance to some combination-centered methods (Abreu, Canuto, and Santana 2005). The negotiation is important to the multiagent system performance, but most of negotiations are defined informaly. A way to formalize the negotiation process is using an ontology. In the context of classification tasks, the ontology provides an approach to formalize the concepts and rules that manage the relations between these concepts. This work aims at using ontologies to make a formal description of the negotiation methods of a multi-agent system for classification tasks, more specifically the NeurAge system. Through ontologies, we intend to make the NeurAge system more formal and open, allowing that new agents can be part of such system during the negotiation. In this sense, the NeurAge System will be studied on the basis of its functioning and reaching, mainly, the negotiation methods used by the same ones. After that, some negotiation ontologies found in literature will be studied, and then those that were chosen for this work will be adapted to the negotiation methods used in the NeurAge.
metadata.dc.description.resumo: A utilização de agentes inteligentes em sistemas multi-classificadores surgiu devido à necessidade de tornar o processo de tomada de decisão de tais sistemas distribuído, autônomo e flexível. Baseado nisso, foi proposto o sistema NeurAge (Neural Agents) (Abreu et al 2004). Este sistema possui um desempenho superior a vários métodos de combinação centralizados (Abreu, Canuto, and Santana 2005). A negociação é importante para o desempenho de um sistema multiagente, porém a maioria das negociações são definidas de maneira informal. Um modo de formalizar as negociações é através do uso de ontologias. Dentro do contexto de classificação de padrões, o uso de ontologias fornece uma abordagem para formalizar os conceitos e regras que governam as relações entre esses conceitos. O objetivo deste trabalho é utilizar ontologias para formalizar os métodos de negociação de um sistema multiagente para reconhecimento de padrões, mais especificamente o sistema NeurAge. Através de ontologias, pretende-se deixar o sistema NeurAge mais formal e aberto, permitindo que novos agentes possam fazer parte de tal sistema durante o processo de negociação. Para a realização deste objetivo, o Sistema NeurAge será estudado com base em seu funcionamento e focalizando, principalmente, os métodos de negociação utilizados pelo mesmo. Na seqüência, algumas ontologias para negociação encontradas na literatura serão estudadas, e então aquelas que foram escolhidas para este trabalho serão adaptadas aos métodos de negociação utilizados no NeurAge.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17986
Aparece nas coleções:PPGSC - Mestrado em Sistemas e Computação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ValeriaMSB.pdf551,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.