Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18004
Título: Geração automática de testes a partir de descrições de linguagens
Autor(es): Antunes, Cleverton Hentz
Palavras-chave: Teste;Teste de caixa-preta;Linguagens formais;Linguagem lua;Geração automática;ASF;SDF;Test, Black-box testing;Formal languages;Lua language;Automatic generation;ASF;SDF
Data do documento: 1-Mar-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ANTUNES, Cleverton Hentz. Geração automática de testes a partir de descrições de linguagens. 2010. 133 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Some programs may have their entry data specified by formalized context-free grammars. This formalization facilitates the use of tools in the systematization and the rise of the quality of their test process. This category of programs, compilers have been the first to use this kind of tool for the automation of their tests. In this work we present an approach for definition of tests from the formal description of the entries of the program. The generation of the sentences is performed by taking into account syntactic aspects defined by the specification of the entries, the grammar. For optimization, their coverage criteria are used to limit the quantity of tests without diminishing their quality. Our approach uses these criteria to drive generation to produce sentences that satisfy a specific coverage criterion. The approach presented is based on the use of Lua language, relying heavily on its resources of coroutines and dynamic construction of functions. With these resources, we propose a simple and compact implementation that can be optimized and controlled in different ways, in order to seek satisfaction the different implemented coverage criteria. To make the use of our tool simpler, the EBNF notation for the specification of the entries was adopted. Its parser was specified in the tool Meta-Environment for rapid prototyping
metadata.dc.description.resumo: Alguns programas podem ter sua entrada formalizada através de gramáticas livres de contexto. Esta formalização facilita a utilização de ferramentas na sistematização e na elevação da qualidade do seu processo de teste. Dentro desta categoria de programas os compiladores foram os primeiros a utilizar este tipo de ferramenta para a automação de seus testes. Neste trabalho apresentamos uma abordagem para a definição de testes a partir da descrição formal das entradas do programa. A geração das sentenças é realizada levando em consideração aspectos sintáticos definidos pela especificação da entrada, a gramática. Por questões de otimização são utilizados critérios de cobertura para limitar a quantidade de testes sem diminuir a sua qualidade. Nossa abordagem utiliza estes critérios no direcionamento da geração de maneira a produzir sentenças que satisfaçam um critério de cobertura especifico. A abordagem apresentada se baseia na utilização da linguagem Lua, se apoiando fortemente em seus recursos de corotinas e construção dinâmica de funções. Com estes recursos, propomos uma implementação compacta e simples que pode ser otimizada e controlada de formas variadas, com o intuito de buscar a satisfação dos diferentes critérios de cobertura implementados. Para tornar simples o uso de nossa ferramenta foi adotada a notação EBNF para a especificação das entradas. O seu parser foi especificado na ferramenta Meta-Environment por esta favorecer a rápida prototipação
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18004
Aparece nas coleções:PPGSC - Mestrado em Sistemas e Computação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ClevertonHA.pdf1,73 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.