Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/18189
Title: Cultivo de algas marinhas como desenvolvimento de comunidades costeiras
Authors: Bezerra, Antonino de Freitas
Keywords: Macroalga;Gracilaria birdiae;Produtividade;Macroseaweed;Gracilaria birdiae;Productivity
Issue Date: 30-Jun-2008
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BEZERRA, Antonino de Freitas. Cultivo de algas marinhas como desenvolvimento de comunidades costeiras. 2008. 75 f. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Portuguese Abstract: A utilização de algas marinhas de gênero Gracilaria para a extração de ágar no Nordeste brasileiro tem aumentado consideravelmente nas ultimas décadas. G. birdiae é uma das espécies explorada comercialmente pelas comunidades pesqueiras e a pressão da colheita de algas desse gênero, tem tido conseqüências negativas sobre a sustentabilidade desse recurso natural. Diante do quadro atual de declínio da produção de algas no Estado do Rio Grande do Norte, torna-se necessário á implantação de cultivos que venham auxiliar no desenvolvimento das áreas costeiras. A presente pesquisa teve como objetivo desenvolver estudos sobre o crescimento, produtividade, rendimento e qualidade do ágar de G. birdiae, de maneira a fornecer subsídios para cultivos em escala comercial. O estudo foi realizado na praia de Rio do Fogo, RN em dois períodos (chuvoso e seco), utilizando-se estruturas de cultivo tipo balsas. Quinzenalmente as algas eram removidas das estruturas e a biomassa determinada juntamente com os parâmetros físico-químicos da água. A cada pesagem o excedente da biomassa, resultante do crescimento era transportado ao laboratório para análise do rendimento e qualidade do ágar (força do gel). A taxa de crescimento relativo (TCR) foi determinada através da fórmula: TCR = ln (Peso final / Peso inicial). 100 / Intervalo de tempo da amostragem. Durante o período de estudo os fatores ambientais salinidade e temperatura mantiveram-se relativamente constantes com a média de 35 PSU e 28 ºC, respectivamente. Os valores de biomassa não apresentaram variações significativas (p>0,05). A média da biomassa registrada durante todo o período do experimento foi de 1.952,67 ± 576g (período chuvoso) e 1.925,67 ± 450g (período seco). O valor máximo de crescimento (TCR) foi registrado no período seco (7,45 %.dia-1), com média ao longo do estudo de 4,35 %.dia-1. O rendimento do ágar variou de 22% a 15%. A média mais elevada foi obtida no período chuvoso (19,86%). A força do gel variou de 850 a 650 g cm². A média obtida para os dois períodos foi aproximadamente 750 g cm². Estes resultados demonstram o grande potencial de Gracilaria birdiae para a maricultura podendo ser utilizada como atividade pelas comunidades litorâneas
Abstract: In northeastern Brazil, the extraction of agar has increased considerably in recent decades mainly using macroalgae of the genus Gracilaria. The pressure of the harvest of seaweed of this genus has compromised the sustainability of this natural resource. Given the current framework of decline in production of algae in the state of Rio Grande do Norte, it is necessary the deployment of crops that will assist in the development of coastal areas. This research aimed to develop studies on growth, productivity, efficiency and quality of agar of G. birdiae so as to provide subsidies for crops on commercial scale. The study was carried out in dry and rainy periods using rafts of cultivation. Algal biomass and the physical and chemical parameters of water were measured every fifteen days. In laboratory, the resistance and quality of agar were analyzed. The relative growth rate (TCR) was determined by the formula: RGR = ln (final weight / weight initial). 100 / interval time of sampling. During the study, environmental factors as salinity and temperature remained relatively constant (around 35 PSU and 28°C, respectively). The mean values of biomass ranged around 1952.67 ± 576g in the rainy period and 1925.67 ± 450g in the dry period, and they presented no significant variations. The maximum value of growth (TCR) was recorded in the dry season (7.45%.day-1), with an average over the study of 4.35%.day-1. The yield of agar ranged from 22% to 15%, and its resistance ranged from 850 to 650g. cm². The average obtained for the two periods was approximately 750 g cm². These results demonstrate the great potential of Gracilaria birdiae for mariculture can be used as an sustainable activity for coastal communities
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18189
Appears in Collections:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AntoninoFB.pdf302,86 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.