Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18290
Título: Reformas administrativas no Brasil: o caso do governo do estado do Piauí
Autor(es): Bezerra, Douglas Moraes
Palavras-chave: Reforma administrativa;Modernização do estado;Piauí;Neoinstitucionalismo;Administrative reform;Modernization of the state;Piaui;Neointitutionalism
Data do documento: 14-Jul-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BEZERRA, Douglas Moraes. Reformas administrativas no Brasil: o caso do governo do estado do Piauí. 2011. 155 f. Dissertação (Mestrado em Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: From the 1980s, with technological development, globalization, and in a context of increasingly urgent demands, there is an international movement to modernize the state structures. Being driven by the victory of conservative governments in Britain and the U.S., this speech reform comes only to Brazil in the 1990s, the government of Fernando Henrique Cardoso. Thus, in view of the recent movement of states to implement this reform agenda in their structures this research was to identify the elements that made it possible to attempt to modernize the administrative structure of the state of Piauí in 2003, in view of the political and administrative career in which the state was entered. Seeking to clarify the problem studied here, through a case study carried out a descriptive and exploratory, using a technique of gathering data to document research and interviews semi-structured. As the lens of analysis for this study used the neo-historical and sociological institutionalism, through which it sought to identify the critical moment in which they gave the Administrative Reform of Piaui, the process of breaking with the political and administrative career that previously had being followed, and the isomorphic mechanisms that enabled this speech reform comes up to this state, mechanisms that allow the homogenization of the organizational field. In general it appears that the search for new patterns and new technologies for management by the states in Brazil is due to the context of fiscal crisis in which the states were entered, forcing them to seek alternative models of management . The process of diffusion of New Public Management agenda for the states became possible, among other factors, due to the new scenario in which was inserted into the Brazilian federal system in the second half of the 1990s, characterized by a greater articulation between the horizontalstates, where through the mechanisms of isomorphic institutional change was made possible by the absorption of the speech states reformer of the 1990s. However, due to the specificities of each region is given the experiences state unevenly. In the case of Piauí Administrative Reform only became possible due to the rearrangement of political forces in the state and the mechanisms of isomorphic institutional change, which allowed, in 2003, the state government to absorb the speech reformer
metadata.dc.description.resumo: A partir da década de 80, com o desenvolvimento tecnológico, a globalização e em um contexto de demandas cada vez mais urgente, surge um movimento internacional de modernização as estruturas Estatais. Sendo impulsionado pela vitória de governos conservadores na Inglaterra e nos EUA, este discurso reformador somente chega ao Brasil na década de 1990, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Assim, tendo em vista o recente movimento dos estados no sentido de implementar esta agenda reformadora em suas estruturas esta pesquisa visou compreender os elementos que possibilitaram a tentativa de modernização da estrutura administrativa do estado do Piauí em 2003, tendo em vista a trajetória político-administrativa na qual o estado estava inserido. Buscando esclarecer o problema aqui estudado, por meio de um estudo de caso realizou-se uma pesquisa descritiva e exploratória, utilizando-se como técnica de coleta de dados a pesquisa documental e a realização de entrevistas semi-estruturadas. Como lente de análise para este estudo utilizou-se o neo-institucionalismo histórico e sociológico, por meio dos quais se buscou identificar o momento crítico em que se deu a Reforma Administrativa do Piauí, processo de ruptura com a trajetória político-administrativa que anteriormente vinha sendo seguida, e os mecanismos isomórficos que possibilitaram que este discurso reformador chega-se até este estado, mecanismos que possibilitam a homogeneização do campo organizacional. Em linhas gerais conclui-se que a busca por novos padrões de comportamento e novas tecnologias de gestão por parte dos governos estaduais brasileiros se dá devido ao contexto de crise fiscal no qual estavam inseridos os estados, o que os obrigava a buscar modelos alternativos de gestão. O processo de difusão da agenda da Nova Gestão Pública para os estados tornou-se possível, dentre outros fatores, devido ao novo cenário no qual estava inserido o sistema federativo brasileiro na segunda metade dá década de 1990, caracterizado por uma maior articulação horizontal entre os estados, onde por meio dos mecanismos isomórficos de mudança institucional tornou-se possível a absorção por parte dos estados do discurso reformador da década de 1990. Contudo, devido às especificidades de cada região as experiências estaduais se deram de forma desigual. No caso do Piauí a Reforma Administrativa somente tornou-se possível devido ao rearranjo das forças políticas no estado e aos mecanismos isomórficos de mudança institucional, que permitiram que, em 2003, o Governo do estado absorvesse o discurso reformador
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18290
Aparece nas coleções:PPGA - Mestrado em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DouglasMB_DISSERT.pdf1,86 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.