Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18314
Título: Sustentabilidade e responsabilidade socioambiental: crenças provendo a formação de graduandos em administração
Autor(es): Marujo, Marcelo Pereira
Palavras-chave: Sustentabilidade;Administração;Formação;Crença;Responsabilidade socioambiental;Sustainability;Administration;Training;Beliefs;Social and environmental responsibility
Data do documento: 16-Jun-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MARUJO, Marcelo Pereira. Sustentabilidade e responsabilidade socioambiental: crenças provendo a formação de graduandos em administração. 2011. 267 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: This research aims to focus on the education problem, since its source of development is the Research Base: Teachers Training and Qualification of UFRN. Therefore, we seek guidance in the beliefs in sustainability to propose plausible alternatives to promote the education process of UFRN administration undergraduates in order to meet the demands of a market-oriented society, since the market trend is to evolve from environmental guided activities, and future administrators should be trained to meet those conditions. The need to develop an instrument capable of understanding the beliefs of undergraduates on the sustainability problem becomes the object of analysis. This research aims to develop a normative questionnaire to study administration students beliefs in sustainability. The complexity and sensitivity of this research required the integration of various methodological procedures. These proposals were made as follows: analysis and selection of literature, expert validation procedures and psychometric methods and statistics. As for the literature, types of sustainability were identified and categorized, such as: political, social, economic and environmental sustainability. However, it is understood that the educational type, although included in all of those, needed to be converted into another type to fit the theme, since education is believed to be the best way to raise awareness about sustainability. Thus, it was required the categorization of the types, which was defined using criteria such as: contexts, objectives, goals, pathways and hypotheses. The normative questionnaire was the guiding instrument to investigate the role of administration students, regarding the level of knowledge established and regulated by social educational context, especially by becoming a basic condition for carrying out research on beliefs. The study confirmed that the types of sustainability - political, social, economic, environmental and educational - for having institutionalized literatures as sources, in international and national levels, are representative in the identification of future administrators. Therefore, it is believed that the types of sustainability categorized to provide a characterization of sustainability include the structuring of knowledge for undergraduates. The economic and political types, however, were not as representative with respect to their typicality and polarity indices as the educational, environmental and social ones. Although the beliefs of the undergraduates show how much they share ideas on all types, they present more identification with the educational and environmental types. Finally, it is expected that this instrument be subject to application in similar contexts so that it can ascertain whether such statements are part of the knowledge structure of future administrators from other institutions. Therefore, it is expected this strategy to strengthen the validation of the normative questionnaire
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa converte seu interesse no problema da formação, pois sua fonte de desenvolvimento é a Base de Pesquisa: Formação e Profissionalização Docente da UFRN. Sendo assim, busca-se nas crenças sobre a sustentabilidade orientação para propor alternativas possíveis de favorecer o processo formativo de graduandos em administração da UFRN, a fim de atender as demandas de uma sociedade orientada pelo mercado. Pois, a tendência do mercado é de se desenvolver a partir de atividades ambientáveis e os futuros administradores devem ser formados para atenderem tais condições. A necessidade da criação de um instrumento capaz de apreender as crenças de graduandos sobre a sustentabilidade converte-se no problema objeto de análise. A pesquisa tem o objetivo de elaborar um questionário normativo para estudar as crenças sobre a sustentabilidade de graduandos em administração. A complexidade e suscetibilidade da pesquisa demandaram a integração de variados procedimentos metodológicos. Tais proposições seguiram a trajetória: análise e seleção da literatura especializada, procedimentos de validação por especialistas e por métodos psicométricos e estatísticos. Nas literaturas foram identificados e categorizados tipologias da sustentabilidade, como: política, social, econômica e ambiental. Contudo, entende-se que a tipologia educacional, embora já pertencente aos conteúdos de todas estas, necessitou ser convertida numa outra tipologia e se aliar à temática. Pois, defende-se que a educação é a melhor forma para se conscientizar sobre a sustentabilidade. Dessa forma, necessitou-se da categorização das tipologias a qual foi definida através de critérios, como: contextos, objetivos, metas, vias e hipóteses. O questionário normativo foi o instrumento norteador para se investigar as representações dos graduandos em administração, no concernente ao nível de conhecimento estabelecidos e normatizados pelo contexto socioeducacional, em especial por se converter numa condição básica para se proceder a investigação sobre as crenças. O estudo corroborou que as tipologias da sustentabilidade política, social, econômica, ambiental e educacional - por terem como fontes literaturas institucionalizadas, em nível internacional e nacional, são representativas nas identificações dos futuros administradores. Portanto, acredita-se que as tipologias da sustentabilidade categorizadas para prover caracterização da sustentabilidade compreendem uma estruturação de conhecimentos dos graduandos; não obstante, as tipologias econômica e política não tenham sido tão representativas no que concerne aos seus índices de tipicidade e polaridade, quanto as tipologias educacional, ambiental e social. As crenças dos graduandos mostram o quanto compartilham ideias sobre todas as tipologias, todavia apresentam mais identificação com a educacional e ambiental. Por fim, espera-se que o instrumento seja objeto de aplicação em contextos semelhantes para que se possa averiguar se tais enunciados fazem parte da estrutura de conhecimento de futuros administradores de outras instituições. Logo, espera-se com esta estratégia poder fortalecer a validação do questionário normativo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18314
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarceloPM_TESE.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.