Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18494
Título: Mapeamento de stakeholders nas áreas conexas de turismo e meio ambiente: um estudo em João Pessoa/PB
Autor(es): Delgado, Anna Karenina Chaves
Palavras-chave: Stakeholders;Interesses;Turismo;Meio ambiente;Stakeholders;Interest;Environment;Tourism
Data do documento: 17-Out-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DELGADO, Anna Karenina Chaves. Mapeamento de stakeholders nas áreas conexas de turismo e meio ambiente: um estudo em João Pessoa/PB. 2011. 120 f. Dissertação (Mestrado em Turismo e Desenvolvimento Regional e Gestão em Turismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: The present study aims to understand the perception in a manager perspective of the relationship between the stakeholders of tourism and environmental management in João Pessoa (PB). It is a qualitative, transversal, descriptive and exploratory research, held with keys stakeholders of tourism and environment in the capital of Paraíba. The data were collected through structured interviews and the analysis of the minutes of the municipal council of tourism, called COMTUR/ JP. The data research allowed us to affirm that the environmental stakeholders have a higher academic background than those of tourism, on the other hand the tourism stakeholders‟ have longer experience time than the environmental stakeholders‟. In general, the use of environmental resources for tourism is noticed as positively by the tourism stakeholders‟ and as intermediate for the environmental stakeholders‟, the tourism development is consider to be a non predatory active in João Pessoa, but it is very concentrate in the coastal area, the remnants of Atlantic Forest or protected areas are not used for tourism. The main environmental impacts cause by tourism according to the stakeholders interviewed (tourism and environment) were the environmental degradation of reef, beach pollution and the construction of tourism facilities in areas that should be protected, however, there was a stakeholder who believes that the tourism development in Paraíba is so nascent that it is unable to impact the environment. The performance of SETDE, PBTUR and SUDEMA was consider inconsistent by some of the interviewed stakeholders‟. The NGO representatives believe that the most important thing is a paradigm shift from the entrepreneurs and the local population. Despite the apparently close relationship between tourism and environment management in João Pessoa (PB), some actions of tourism agencies and the state government has left some unhappy important environmental stakeholders indicating that the relationship between tourism and environment in the city is becoming tenser each year
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo tem como objetivo entender como ocorre a relação entre turismo e meio ambiente numa perspectiva gerencial na visão de seus stakeholders em João Pessoa (PB). Trata-se de uma pesquisa qualitativa, transversal, do tipo exploratória e descritiva, realizada com os principais stakeholders de turismo e meio ambiente da capital paraibana por meio de entrevistas semi-estruturadas e da análise das atas do Conselho Municipal de Turismo. Por meio das entrevistas e da análise das atas mostrou-se que os stakeholders de meio ambiente apresentam uma formação acadêmica maior que os de turismo, enquanto estes últimos possuem maior tempo de atuação profissional. A utilização dos recursos ambientais pelo turismo é vista de forma positiva pelos grupos de interesse de turismo em decorrência de conseguir equilibrar o desenvolvimento do turismo com a preservação ambiental, enquanto para os stakeholders de meio ambiente é vista de forma intermediaria já que não utilizam os recursos ambientes relacionados aos resquícios de Mata Atlântica ou as Unidades de Conservação do Estado. Os principais impactos ambientais destacados pelos stakeholders (de turismo e de meio ambiente) foram a degradação dos ambientais recifais, a poluição das praias e a construção de equipamentos de turismo em áreas que deveriam ser protegidas, no entanto, houve stakeholder de turismo que acredita que o desenvolvimento do turismo no estado é tão incipiente que não é capaz de causar impactos no núcleo receptor. Também foram considerados omissos ou inconsistentes as atuações da SETDE, PBTUR e SUDEMA por alguns dos grupos de interesse entrevistados. Os representantes das ONGs destacaram que a relação entre turismo e meio ambiente só poderá ocorrer de forma harmoniosa na cidade se houver uma mudança de paradigma por parte do empresariado e da população local. Apesar da aparente relação harmoniosa estabelecida entre turismo e meio ambiente em João Pessoa, algumas ações dos órgãos de turismo e do Governo do Estado vêm deixando descontentes alguns stakeholders importantes de meio ambiente indicando que a relação entre turismo e meio ambiente na cidade está se tornando mais tensa
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18494
Aparece nas coleções:PPGT - Mestrado em Turismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnnaKCD_DISSERT.pdf2,09 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.