Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18496
Título: Poluentes atmosféricos: monóxido e dióxido de carbono no nordeste do Brasil
Autor(es): Pereira, Cleuber Dias
Palavras-chave: Poluição atmosférica;Monóxido de carbono;Dióxido de carbono;Nordeste do Brasil;Air pollution;Carbon monoxide;Carbon dioxide;Northeastern Brazil
Data do documento: 15-Jul-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: PEREIRA, Cleuber Dias. Poluentes atmosféricos: monóxido e dióxido de carbono no nordeste do Brasil. 2011. 91 f. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: The interference of man in the middle atmosphere can be evidenced by the presence of carbon monoxide, gas associated with burning fossil fuels and carbon dioxide content, essential for respiration of plants and thermal balance of the Earth. In this thesis we initially evaluated the intensity of the spatial distribution of carbon monoxide in the Northeast of Brazil, and subsequently the behavior of temporal variations of the pollutants carbon monoxide and carbon dioxide in the atmospheric boundary layer Maxaranguape / RN. Research has shown that, driven by speculation and promoting the occupation of land for agriculture, cattle ranching and tourism in the Northeast of Brazil, the changes established by the man in the middle geomorphological affect the lower troposphere on a large scale, with a predominance of concentrations in central Pernambuco, Paraiba's south-central and central-west of Alagoas. However, the study of Maxaranguape / RN results showed little variation in carbon monoxide and carbon dioxide, with the speed of the wind persisting with values greater than 7.8 m / s, showing dispersion and diffusion of pollutants which resulted in faster renewal of local atmospheric air
metadata.dc.description.resumo: As interferências do ser humano no meio atmosférico podem ser evidenciadas mediante a presença do monóxido de carbono, gás associado a queima de combustíveis fósseis e do dióxido de carbono, conteúdo fundamental para respiração dos vegetais e para balanço térmico da Terra. Nesta dissertação inicialmente avaliou-se a intensidade da espacialização do monóxido de carbono no Nordeste do Brasil e, posteriormente o comportamento das variações temporais dos contaminantes monóxido e dióxido de carbono na camada limite atmosférica de Maxaranguape/RN. As pesquisas mostraram que, motivadas pela especulação imobiliária e promovendo a ocupação da terra para a exploração agropecuária e turística no Nordeste do Brasil, as mudanças estabelecidas pelo homem no meio geomorfológico afetam a baixa troposfera em grande escala, com predominância de concentrações na área central de Pernambuco, centro-sul da Paraíba e centro-oeste de Alagoas. Entretanto, no estudo realizado em Maxaranguape/RN os resultados apresentaram pouca variação do monóxido e dióxido de carbono, com a velocidade do vento persistindo com valores superiores a 7,8 m/s, mostrando dispersão e difusão dos poluentes o que propiciou maior rapidez na renovação do ar atmosférico local
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18496
Aparece nas coleções:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CleuberDP_DISSERT.pdf1,78 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.