Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18553
Título: Dinâmica populacional do caranguejo-uçá, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) (CRUSTACEA, BRACHYURA, UCIDIDAE) no município de Porto do Mangue, litoral norte do estado do Rio Grande do Norte
Autor(es): Alencar, Carlos Eduardo Rocha Duarte
Palavras-chave: Caranguejo-uçá;Ucides cordatus;Dinâmica populacional;Rio Grande do Norte;Caranguejo-uçá;Ucides cordatus;Populacional dynamics;Rio Grande do Norte
Data do documento: 28-Fev-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALENCAR, Carlos Eduardo Rocha Duarte. Dinâmica populacional do caranguejo-uçá, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) (CRUSTACEA, BRACHYURA, UCIDIDAE) no município de Porto do Mangue, litoral norte do estado do Rio Grande do Norte. 2010. 133 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Decapod crustaceans are one of the most important portions of megafaunal of coastal waters, playing a role as modifier of the environment and controlling populations of other organisms. Among the Decapoda, crab (brachyuran) constitutes the dominant macrofauna of mangroves. Among brachyuran is the mangrove crab (Ucides cordatus, Linnaeus, 1763), which represents the main component of the macrofauna of mangroves, particularly in Northern and Northeastern Brazil. In Brazil, its distribution is known from the state of Amapá to the north of Santa Catarina. This species is distinguished by its economic importance, being one of the main fishing resources in Brazil, generating a significant impact on their natural populations. This reduction would result in loss of value to the product, preventing its commercialization. Although it´s great ecological and economic importance, there are few articles about the biological aspects of U. cordatus, mainly in the state of Rio Grande do Norte. This work aimed to study the population dynamics of the mangrove crab, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763), in Conchas estuary, Porto do Mangue, northern coast of Rio Grande do Norte. During the period November 2009 to October 2010 the crabs were collected monthly, obeying predetermined lunar periods (new moon or full moon) in a mangrove area in Porto do Mangue - RN. With the aid of a steel caliper (0.01 mm) and a precision balance (0.01 g) were measured biometric variables related to the animal's carapace, major propodus chela, width of abdomen (female), length of gonopodium ( males) and total weight. In addition, it was recorded, the gonads and molt stages, for males and females. In total, 476 crabs were collected, with 338 males and 138 females. Males were larger, heavier and in greater proportion than females. The reproductive period for the species in this location was limited during the months November to May, suggesting a change in current environmental legislation for the closure period. Synchrony was observed between the morphological and physiological maturity with females maturing earlier, possibly, a reproductive strategy adopted, compared to the low fishing pressure in the area. The molting period occurred in the dry season peaking in October. The analysis of growth, based on the parameters of von Bertalanffy was calculated using the nonlinear fit using modes (AJMOD). High growth rates for both males (L = 7.54 cm, k = 0.95, t0 =- 00:08; tmax = 4.84) and females (L = 6.50, k = 1 , 2, t0 =- 0008; tmax = 3.28) were found, contrasting with data from the literature, using other techniques. Males had higher asymptotic width size and longevity, but a lower growth constant when compared with females. The estimated age, for males and females, reaching the minimum capture size was 1.82 years and 1.63 years respectively. The size of physiological maturity, when individuals are able to reproduce, was estimated at 1.4 years and 1.05 years, for males and females, respectively. The recruitment period for this species is seasonal, with two peaks of occurrence, one in the rainy season and one in the dry season. This work represented the first effort on understanding the ecology of the mangrove crab, to the northern coast of Rio Grande do Norte. However, further studies on its biology should be undertaken, especially those related to growth, and recruitment, where observed that literature is more scarce
metadata.dc.description.resumo: Os crustáceos decápodos constituem uma das parcelas mais importantes da megafauna bêntica de águas costeiras, visto que desempenham papel modificador do ambiente e controlador de populações de outros organismos. São tanto abundantes como diversos. Entre os Decapodas, os caranguejos (Braquiúros) constituem a macrofauna predominante dos manguezais. Dentre os braquiúros, encontra-se o caranguejouçá (Ucides cordatus, Linnaeus, 1763), que representa o principal componente da macrofauna dos manguezais, principalmente nas regiões norte e nordeste brasileira. No Brasil sua distribuição é compreendida desde o estado do Amapá até o norte de Santa Catarina. Esta espécie destaca-se por sua importância econômica, sendo um dos principais recursos pesqueiros no Brasil, gerando um expressivo impacto sobre suas populações naturais. Esta diminuição resultaria na perda do valor agregado ao produto, inviabilizando a sua comercialização. Embora seja uma espécie de grande importância ecológica e econômica, poucos são os artigos que tratam de aspectos biológicos de U. cordatus, principalmente no estado do Rio Grande do Norte. O presente trabalho teve por objetivo estudar a dinâmica populacional do caranguejo Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) no estuário do Rio das Conchas, pertencente ao município de Porto do Mangue, litoral norte do Estado do Rio Grande do Norte. Durante o período de novembro de 2009 a outubro de 2010 foram realizadas coletas mensais de exemplares da espécie U. cordatus, sempre sobre os mesmos períodos lunares estabelecidos previamente (Lua Nova/Lua Cheia) em uma área de manguezal localizada no município de Porto do Mangue – RN. Com o auxílio de um paquímetro de aço (0,01mm) e de uma balança de precisão (0,01g) foram medidas variáveis biométricas referentes à carapaça do animal, própodo da quela maior, largura do abdômen (fêmeas), comprimento do gonopódio (machos) e peso total. Além disso, também foi registrado os estágios de muda e de gônadas para machos e fêmeas. No total, foram coletados 476 caranguejos, sendo 338 machos e 138 fêmeas. Os machos foram maiores, mais pesados e em maior proporção que as fêmeas. O período reprodutivo para a espécie nesta localidade foi limitado entre os meses de novembro a maio, sugerindo uma mudança na legislação ambiental atual para o período de defeso. Foi observada uma sincronia entre a maturidade morfológica e fisiológica com as fêmeas amadurecendo precocemente, possivelmente, uma estratégia reprodutiva adotada, frente à baixa pressão de pesca na área. O período de ocorrência de mudas ocorreu na estação seca com pico em outubro. A análise de crescimento, baseado nos parâmetros de Von Bertalanffy, foi calculada utilizando o ajuste não-linear usando-se modas (AJMOD). Evidenciaram-se altas taxas de crescimento tanto para machos (L =7,54cm; k=0,95; t0=-0.08; tmáx=4,84), como para fêmeas (L =6,50; k=1,2; t0=-0.008; tmáx=3,28), contrastando com dados obtidos na literatura, utilizando outras técnicas. Os machos obtiveram maior tamanho de largura assintótico e longevidade, porém uma menor constante de crescimento, quando comparados com as fêmeas. A idade estimada para machos e fêmeas atingindo o tamanho mínimo de captura foi de 1,82anos e 1,63anos, respectivamente. O tamanho de maturidade fisiológica, quando os indivíduos estão aptos a reprodução, foi estimado em 1,4anos e 1,05anos para machos e fêmeas, respectivamente. O período de recrutamento para a espécie é sazonal, com dois picos de ocorrência, um no período chuvoso e outro no período seco. Este trabalho representou o primeiro esforço sobre o entendimento da ecologia do caranguejo-uçá, para o litoral norte do Estado do Rio Grande do Norte. No entanto, mais estudos sobre a sua biologia devem ser realizados, sobretudo os referentes ao crescimento, e ao recrutamento, onde se observou que a literatura é mais escassa
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18553
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarlosERDA_DISSERT.pdf4,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.