Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18554
Título: A fábrica de professores e a padronização do conhecimento
Autor(es): Sousa, Margarete Ferreira do Vale de
Palavras-chave: Pesquisa autobiográfica;Formação docente;Cotidiano de professores;Ensino fundamental;Programa de Formação de Alfabetizadores PROFA;Autobiographic research;Pedagogical formation;Teacher s cotidian;Public school;Programa de Formação de Professores Alfabetizadores PROFA
Data do documento: 2-Mar-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUSA, Margarete Ferreira do Vale de. A fábrica de professores e a padronização do conhecimento. 2006. 168 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: This paper concern the general subject of teacher career construction, since the period of the initial formation in the teaching course of pedagogy crossing the first effectives experiences of professional performance, until the reflections about the results of the continuous formation propositions. The specifics subject is the formative quotidian in the teacher s life beyond of the traditional stereotypes about individuals and institutions bring up for discussion a micro sociological approach about the professionals uncertainty and the personal hopes, the teacher displeasures and the pedagogical satisfactions. The epistemological reflection about the different formatives experiences, taking as example the Programa de Formação de Alfabetizadores PROFA (Alphabetizers Formation Program) developed by the Secretaria Municipal de Educação of Natal City, consider the ambiguous tension between the knowledge that the teachers acquire in their formation and the concrete teachers practical since those experiences. The study methodology is based in the qualitative comprehensive research, sustained by observations, impressive reflective accounts, and also in the theoretic analyses with contemporary references to the critical pedagogical through and education sociology. I used the autobiographic reflective account by the writer-researcher in her owner academic and professional way. I propose an image of a teacher s factory in such a way for its conformist aspects to the continuity stands as much the internal contradictions of the system. Gears, pieces and manual instructions are the educational components of this factory as ideological, institutional and technical structures to aim at to limit the critics and the changes. However the teachers thinking and acting with their owner creativity to adapted uncontexted professional knowledge s to their pedagogical lives. Under those analogies I propose the problem of this research the teacher s formation and theirs pedagogical practices- and also examine briefly its theoretic-philosophical and methodological basis. From the analysis and interpretation of my owner experiential life as teacher s educator I put the necessity of re-thinking the teacher s formation in terms to rebound more meaningfully in their pedagogical actuation. I believe an important part of the teacher s formation process is the personal wish to learn more about the office, explicitly connected to human convictions and values such as to a positive professional identity. Thus, the teacher able to reflect about your owner educator life can find the best way to help the students to think critically about their culture and history, valorizing creative exits by themselves to face the conformist social stands connected with school education
metadata.dc.description.resumo: Esse trabalho trata do tema geral da construção da carreira docente, desde o período da formação inicial no curso de licenciatura em pedagogia, passando pelas primeiras experiências efetivas de desempenho profissional, até a reflexão sobre os resultados das propostas de formação continuada. A temática específica é a do cotidiano formativo na vida dos professores além dos estereótipos tradicionais sobre indivíduos e instituições, trazendo à discussão uma abordagem micro-sociológica sobre as incertezas profissionais e as esperanças pessoais, os descontentamentos docentes e as satisfações pedagógicas. A reflexão epistemológica sobre as diferentes experiências formativas, tomando como exemplo o Programa de Formação de Alfabetizadores (PROFA) desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação de Natal-RN, discute a tensão ambígua entre os conhecimentos que o professor adquire na sua formação e as práticas docentes concretas a partir dessas experiências. A metodologia do estudo baseou-se na pesquisa qualitativa compreensiva, amparada em observações, em relatos impressionistas e reflexivos, assim como em análises teóricas com referências contemporâneas ao pensamento da pedagogia crítica e da sociologia da educação. Utilizei o formato de uma narrativa autobiográfica reflexiva da pesquisadora-autora em seu próprio trajeto acadêmico e profissional. Propus a imagem da fábrica de professores, tanto pelos seus aspectos de conformismo aos padrões de continuidade quanto às contradições internas do sistema. Engrenagens, peças e manuais de instrução são os componentes educacionais dessa fábrica, como estruturas ideológicas, institucionais e técnicas, que visam limitar as críticas e as mudanças. Todavia, os professores pensam e atuam com criatividade própria para adaptar conhecimentos profissionais descontextualizados para as suas vivências pedagógicas. Com essas analogias proponho o problema desta pesquisa a formação de professores e suas práticas docentes e também examinar brevemente o lastro teórico-filosófico e metodológico que a ampara. A partir da análise e interpretação da própria vivência como formadora de professores, coloco a necessidade de se repensar a formação de professores de maneira a repercutir mais significativamente na sua atuação docente. Acredito que um componente importante do processo de formação do professor é o desejo pessoal de aprender mais sobre seu ofício, explicitamente ligado a convicções e valores humanos assim como a uma identidade profissional positiva. Assim, o professor capaz em refletir sobre a sua própria vida de educador, pode encontrar o melhor modo de ajudar os alunos a pensarem criticamente sobre a sua cultura e a sua história, eles próprios valorizando saídas criativas diante dos padrões conformistas da sociedade ligados à educação escolar
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18554
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MargareteFVS_TESE.pdf405,03 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.