Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18672
Título: Efeitos da laserterapia na atividade biológica de células de carcinoma epidermóide de língua humano
Autor(es): Henriques, àguida Cristina Gomes
Palavras-chave: terapia a laser de baixa intensidade;proliferação de células;carcinoma de células escamosas;ciclo celular;citometria de fluxo;low level laser therapy;cell proliferation;squamous cell carcinoma;cell cycle;flow cytometry
Data do documento: 9-Out-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: HENRIQUES, àguida Cristina Gomes. Efeitos da laserterapia na atividade biológica de células de carcinoma epidermóide de língua humano. 2012. 179 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: The low level laser therapy (LLLT) has shown to be effective in promoting the proliferation of different cells in vitro, including keratinocytes, osteoblasts, endothelial cells and stem cells. It has been speculated that the biostimulatory effect of LLLT could cause undesirable enhancement of tumor growth in neoplastic diseases, since the malignant cells are more susceptible to proliferative stimuli. Within this context, this study evaluated the effect of LLLT on epidermoid carcinoma of the tongue cell line (SCC25) proliferation and invasion. Cultured cells were irradiated with an InGaAIP diode laser, 660nm, 30mW using two energy densities (0.5J/cm2 and 1.0J/cm2). Proliferative activity was assessed through trypan blue staining method and through cell cycle analysis using flow cytometry. The invasive potential was measured through cell invasion assay using matrigel. Cyclin D1, E-cadherin, -catenin and MMP-9 expressions were analyzed by immunofluorescence and flow cytometry and related to the investigated biological activities. Proliferation curve demonstrated that SCC25 irradiated with 1.0J/cm2 had the highest proliferative rate when compared to the control group and the group irradiated with 0.5J/cm2 (p<0.05). LLLT affected cell cycle distribution and energy density of 1.0 J/cm2 promoted a higher percentage of cells in S/G2/M phases, with statistically significant differences at 24h interval (p<0.05). LLLT, mainly with 1.0J/cm2, revealed significantly higher potential for invasion and influenced the expression of cyclin D1, E-cadherin, -catenin and MMP-9, promoting the malignant phenotype. In conclusion, our results indicate that LLLT has an important stimulatory effect on proliferation and invasion of SCC25 cells, likely due to altered expression of proteins associated with these processes
metadata.dc.description.resumo: O aumento da proliferação celular após utilização do laser de baixa potência (LBP) tem sido observado em muitos tipos de células in vitro, incluindo ceratinócitos, fibroblastos, osteoblastos, células endotelias e células-tronco. Tem sido especulado que o crescimento de células malignas também pode ser estimulado pela irradiação laser, uma vez que estas células são mais susceptíveis aos estímulos proliferativos. Assim, em pacientes portadores de cânceres de cabeça e pescoço, as células tumorais podem estar presentes no campo de irradiação ou próximas a ele, sendo a laserterapia não intencional um fator estimulante da progressão tumoral. Neste contexto, este estudo avaliou o efeito do LBP sobre o potencial de proliferação e invasão de uma linhagem celular derivada do carcinoma epidermóide de língua (SCC25). As células cultivadas foram irradiadas com um laser diodo (InGaAlP) com 30mW, 660nm e doses de 0.5 e 1.0J/cm2. A atividade proliferativa foi investigada através da curva de proliferação utilizando o método de coloração por azul de tripan e análise do ciclo celular através da marcação por iodeto de propídio em citometria de fluxo. O potencial invasivo das células SCC25 foi verificado através da realização de um ensaio de invasão celular utilizando o matrigel. A análise da expressão da ciclina D1, E-caderina, -catenina e MMP-9, através da imunofluorescência e citometria de fluxo, foi relacionada às alterações nas atividades biológicas estudadas. A curva de proliferação revelou maior crescimento das células irradiadas com dose de 1.0 J/cm2 (p<0.05). O LBP influenciou a distribuição do ciclo celular, com destaque para a dose de 1.0J/cm2, a qual favoreceu a maior porcentagem de células na fase S/G2/M com diferença estatisticamente significativa no intervalo de 24 horas (p<0,05). O LBP, principalmente com dose de 1.0J/cm2, promoveu maior invasão das células estudadas e foi capaz de influenciar a expressão da ciclina D1, -catenina, E-caderina e MMP-9, favorecendo o fenótipo maligno. Dessa forma, nossos resultados indicam que a laserterapia teve um importante efeito estimulatório nas atividades de proliferação e invasão das células SCC25, provavelmente por influenciar a expressão de proteínas que possuem papel importante nestes processos.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18672
Aparece nas coleções:PPGPO- Doutorado em Patologia Oral

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AguidaCGH_TESE_1-57.pdf2,57 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.