Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18745
Título: Monitoramento geoambiental do estuário do Rio Paraíba do Norte - PB por meio da cartografia temática digital e de produtos de sensoriamento remoto
Título(s) alternativo(s): Monitoramento geoambiental do estuário do Rio Paraíba do Norte - PB por meio da cartografia temática digital e de produtos de sensoriamento remoto
Autor(es): Guedes, Luciano da Silva
Palavras-chave: Geologia - Rio Paraíba do Norte- PB;Geodinâmica - Rio Paraíba do Norte - PB;Geoformologia - Rio Paraíba do Norte - PB;Geofísica - Rio Paraíba do Norte - PB;Estuário;Monitoramento ambiental;Sensoriamento Remoto;Cartografia Temática Digital
Data do documento: 5-Jul-2002
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: GUEDES, Luciano da Silva. Monitoramento geoambiental do estuário do Rio Paraíba do Norte - PB por meio da cartografia temática digital e de produtos de sensoriamento remoto. 2002. 90 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2002.
Resumo: The North Paraíba River Estuary, located in the eastern portion of the Paraíba State, Northeast Brazil, on coordinates 34º50 00 -34º57 30 S and 6º55 00 -7º7 30 W, constitutes a fluvio-marine plain formed by the North Paraíba River and its tributaries Sanhauá, Paroeira, Mandacaru, Tiriri, Tambiá, Ribeira and Guia. This estuary comprises an area of about 260 km2. Increasing human demands on the estuary area and inadequate environment managing have generated conflicts. The present work main purpose is to evaluate the geodynamic evolution of the North Paraíba River Estuary in the period from 1969 to 2001, using digital image processing techniques, thematic digital cartography and multitemporal data integration, combined to geological-geophysical field surveys. The SUDENE cartographic database, converted to digital format were, used to obtain occupation and topographic maps from 1969 and to generate a Digital Elevation Model (DEM). Digital Landsat 7 ETM+ and Spot HRVIR-PAN satellite images interpretation allowed the environmental characterization of the estuary. The most important digital processing results were achieved color composites RGB 5-4-3, 5-3-1, 5-2-NDWI and band ratio 7/4-5/3-4/2, 5/7-3/1-5/4). In addition the fusion image technique RGBI was used by the inclusion of the Spot HRVRI and Landsat 7 ETM+ panchromatic band on I layer with RGB triplets 5-4-3, 5-3-1 and 5/7-3/1-5/4. The DEM and digital images integration allowed the identification of seven geomorphological units: coastal tableland, flowing tray, tide plain, fluvial terrace, submerged dune, beach plain and beach). Both Side Scan Sonar and Echosound were used to analyse underwater surface and bedforms of the estuarine channel, sand predominance (fine to very fine) and 2D dune features 5 m wide and 0.5 m height. This investigation characterized the estuary as an environment dominated by regimen of average flow. The channel depth varies between 1 m and 11 m, being this last quota reached in the area of Porto de Cabedelo. The chanel estuary is relatively shallow, with erosion evidences mainly on its superior portion, attested by sand banks exposed during the low tide. Multitemporal digital maps from 1969 and 2001 integration were obtained through geoprocessing techniques, resulting the geodynamic evolution of the estuary based on landuse, DEM geomorphology and bathymetric maps
metadata.dc.description.resumo: O Estuário do Rio Paraíba do Norte, localizado na porção oriental do Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil, entre as coordenadas 34º50 00 S a 34º57 30 S e 6º55 00 W e 7º7 30 W, constitui uma planície flúvio-marinha formada pelo rio Paraíba do Norte e seus afluentes Sanhauá, Paroeira, Mandacaru, Tiriri, Tambiá, Ribeira e Guia, envolvendo uma área de aproximadamente 260 Km2. A crescente pressão populacional sobre o estuário vem gerando conflitos e um manejo inadequado deste ambiente. O presente trabalho teve como objetivo principal avaliar a evolução geodinâmica do Estuário do Rio Paraíba do Norte, no período de 1969 a 2001, por meio do processamento digital de imagens de sensoriamento remoto, da cartografia temática digital e da integração de dados georreferenciados multitemporais, combinados a uma base geológica-geofísica obtida em levantamentos de campo. A partir das cartas da SUDENE foram obtidos os mapas digitais de uso e ocupação do solo de 1969 e o topográfico, sendo este último utilizado na geração do MDT. O processamento digital das imagens dos satélites Landsat 7 ETM+ e Spot HRVIR-PAN possibilitou a geração de produtos imagens utilizados como base na identificação e caracterização geoambiental do estuário no período atual (composições coloridas das bandas 5-4-3, 5-3-1, 5-2-NDWI e das razões das bandas 7/4-5/3-4/2, 5/7-3/1-5/4 combinadas em RGB). A técnica de fusão de imagens RGBI foi utilizada com a inclusão da banda pancromática do Spot HRVIR e do Landsat 7 ETM+ na camada I nos trios de bandas em RGB 5-4-3, 5-3-1 e 5/7-3/1-5/4. A integração do MDT com as imagens digitais possibilitou a identificação de sete unidades geomorfólogicas no estuário (tabuleiro costeiro, vertente, planície de maré, terraço fluvial, dunas subaquosas, planície praial e praia). O Sonar de Varredura Lateral (Side Scan Sonar) e o Ecobatímetro, associados às coletas de sedimentos de fundo forneceram informações sobre as condições atuais da superfície de fundo do canal estuarino, revelando o predomínio de areias (areia fina a muito fina) e feições dunares 2D com largura de 5m e altura de 0.5 m, em média, caracterizando o estuário como um ambiente dominado por regime de fluxo médio. A profundidade varia de 1 m a 11 m, sendo esta última cota alcançada nas proximidades do Porto de Cabedelo. De maneira geral o estuário é relativamente raso, com evidências de assoreamento principalmente na sua porção superior, comprovado pela presença de dunas subaquosas expostas durante a maré baixa. Por meio de técnicas de Geoprocessamento foi possível integrar os dados de 1969 com os de 2001, resultando na geração dos mapas digitais multitemporais uso e ocupação do solo, MDT, gemorfológico e batimétrico, representativos da evolução geodinâmica do estuário
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18745
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LucianoSG.pdf1,47 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.