Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18771
Título: Análise multitemporal dos elementos geoambientais da região da Ponta do Tubarão, área de influência dos campos petrolíferos de Macau e Serra, município de Macau/RN
Autor(es): Souto, Michael Vandesteen Silva
Palavras-chave: Geoprocessamento;Índice de sensibilidade;Monitoramento ambiental;Geoprocessing;Sensitivity index;Environmental monitoring
Data do documento: 1-Out-2004
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUTO, Michael Vandesteen Silva. Análise multitemporal dos elementos geoambientais da região da Ponta do Tubarão, área de influência dos campos petrolíferos de Macau e Serra, município de Macau/RN. 2004. 130 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2004.
Resumo: The study area is inserted in Ponta do Tubarão region, Macau City, setentrional littoral of Rio Grande do Norte State, composed of Tertiary and Quatemary sedimentary rocks and sediments. This region is characterized for the intense action of the coastal processes, causing the morphologic instability in part of the area, beyond the interference of human activities, as the Petroliferous Industrial Polo, salt companies and shrimp farms. This justifies the integration of multidisciplinary and multitemporal detailed scientific studies dealing with the evaluation of the changing behavior of this coastal environment by geoenvironments elements characterization, identifying protected and recuperation areas, mainly those under socioeconomic intervention. The main objective was the coastal monitoring using geoprocessing techniques to prepare thematic maps useful for oil spilling environment risk areas survey. The methodology was based on multitemporal interpretation of remote sensing images and field checking, integrated in a Geographical Information System (GIS). The Geologic, Geomorphologic, Vegetation, Soil and Land Use maps were prepared, and later on they allowed the generation of the Natural Vulnerability and Environmental Vulnerability maps. These maps had been classified in accordance with vulnerability degrees: very low, low, medi um, high and very high. Beyond these maps the GIS allowed the analysis of the shoreline evolution for 10 distinct dates, using Landsat 5 TM and 7 ETM+ and SPOT-HRVIR images. This analysis made possible the attendance of the coastal morphodynamic evolution, where the results had been represented by areasof erosion and accretion (or deposition) of sediments, pointing critical areas under erosive process to the petroliferous industry (Macau and Serra fields). The GIS also provided to prepare the Environmental Sensitivity Maps of Oil Spill (SAO Maps) in operational scale (1: 10.000), according to the norms ofthe Ministério do Meio Ambiente (MMA 2002). The SAO Map in operational scale was based on IKONOS images mosaic where the ESI (Environmental Sensitivity Index) was represented according with two tides phases of theregion. Therewere recognizedfiveESI (3, 4,7,9, 1O) for the low tide; to the high tide the ESI number increased to seven (3, 4, 5, 7, 8, 9, 10). All these information are necessary to the decisions making about oi! spill and its derivatives containment. These techniques application makes possible the optimization and implantation ofnew socioeconomics activities of low environmental impact, indicates areas for better productivity and security exploration, and benefits local communities with fauna and flora preservation. The development of these activities is inserted in the scope of Monitoramento Ambiental de Áreas de Risco a Derrames de Petróleo e Seus Derivados Cooperation Project (Rede 05/01 - PETRORISCO, FINEP/CTPETRO/PETROBRAS) of multidisciplinary and interinstitucional characteristics dealing with subjects involving the environmental monitoring and the petroliferous activity
metadata.dc.description.resumo: A área de estudo está inserida na região da Ponta do Tubarão, Município de Macau, litoral setentrional do Estado do Rio Grande do Norte, composta por rochas sedimentares e sedimentos de idades terciárias e quatemárias. Essa região é caracterizada pela intensa ação dos processos costeiros, ocasionando a instabilidade morfológica em boa parte da área, além da interferência de atividades antrópicas, destacando-se o Pólo Industrial Petrolífero, salineiro e de carcinicultura. Isso justifica a integração de estudos científicos multidisciplinares e multitemporais detalhados, proposto neste trabalho, na avaliação do comportamento evolutivo desse ambiente costeiro por meio da caracterização dos elementos geoambientais, identificando áreas de proteção e recuperação, principalmente aquelas que sofrem intervenção socioeconômica. O objetivo principal foi o monitoramento costeiro a partir da utilização de técnicas de geoprocessamento para elaboração de mapas temáticos que possibilitassem o levantamento de áreas de risco e de áreas de proteção ambiental quanto ao derramamento de óleo. Teve como base o uso de uma metodologia para a interpretação multitemporal de imagens de sensores remotos e reconhecimento de campo, integrados em ambiente de Sistema de Informação Geográfica (SIG). Por meio dessa metodologia foram elaborados os mapas Geológico, Geomorfológico, Vegetação, Pedológico e de Uso e Ocupação do Solo para área, que foram posteriormente integrados no SIG, permitindo a elaboração dos mapas de Vulnerabilidade Natural c Vulncrabilidade Ambiental. Ambos os mapas foram classificados de acordo com os graus de vulnerabilidade levantados como sendo: muito baixo, baixo, médio, alto e muito alto. Além desses mapas o SIG permitiu a análise da evolução da linha de costa para 10 datas distintas, utilizando-se como base imagens Landsat 5 TM e 7 ETM+ e imagens SPOTHR VIR. Essaanálise possibilitou o acompanhamento da evolução da morfodinâmica costeira, onde os resultados foram representados por áreas de erosão e acresção ( ou deposição) dos sedimentos, apontando áreas críticas ocupadas pela indústria petrolífera (campos Macau e Serra) que estão sendo atingidas pelo forte processo erosivo que se apresenta para a região. O SIG também permitiu a elaboração do Mapa de Sensibilidade Ambiental ao Derrame de Óleo (Mapa SAO) em escala operacional (1:10.000), de acordo com as normas criadas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA 2002), que determina a classificação do Índice de Sensibilidade do Litoral (ISL). O Mapa SAO em escala operacional teve como base o mosaico de imagens IKONOS, que resultou a confecção do mapa em escala de 1:10.000, onde o ISL foi representado segundo duas marés da região (preamar e baixamar), na qual foram reconhecidos cinco índices de sensibilidade (3, 4, 7, 9, 10) para o ISL na baixamar, já para o lSL de preamar o número de índices de sensibilidade aumentou para sete (3, 4,5, 7, 8, 9, 10) para área. Todas essas informações são necessárias à tomadas de decisões para contenção do óleo e seus derivados, caso haja o derramamento na área em questão. A aplicação dessas técnicas possibilita a otimização e implantação de novas atividades socioeconômicas, gerando menor impactoambiental e resguardando áreas de proteção ambiental, beneficiando investidores com uma melhor produtividade e segurança na seleção de áreas para exploração, e a comunidade local com a preservação da fauna e flora, de onde retiram o sustento. O desenvolvimento das atividades está inserido no âmbito do Projeto Monitoramento Ambiental de Áreas de Risco a Derrames de Petróleo e Seus Derivados (REDE 05/01 - PETRORlSCO, FINEP/CTPETRO/ PETROBRAS) de características multidisciplinares e interinstitucional em temas envolvendo o monitoramento ambiental e a atividade petrolífera
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18771
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MichaelVSS.pdf3,25 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.