Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18773
Título: Orientação de falhas presentes em testemunhos de sondagens do campo de Xaréu/bacia do Ceará
Autor(es): Dominguetti, Cristina Aparecida
Palavras-chave: Testemunhos;Flexuras;Aqüifero fissural;Água subterrânea;Geofísica;Neotectônica
Data do documento: 18-Jul-2002
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DOMINGUETTI, Cristina Aparecida. Orientação de falhas presentes em testemunhos de sondagens do campo de Xaréu/bacia do Ceará. 2002. 52 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2002.
Resumo: A research project is being developed by PPGG/UFRN and PETROBRAS in the Xaréu Oil Field located in Ceará Basin, Northeastern Brazil. The objective of the research is to characterize a fractured carbonate reservoir, the Trairi Limestone, in order to drill a borehole with two horizontal legs taking advantage of the natural fracture system to enhance the oil recovery. The present master thesis is part of this research and its contribution is to estimate fault orientation from unoriented cores, using the method proposed by Hesthammer & Henden (2000). In order to orient a fault cutting a bed observed in the core, the bed should be previously oriented. As additional constraint to orient the bed, we use regional bedding orientation obtained from structure maps of Trairi Limestone. Because the number of cores drilled from the Trairi Limestone was too small, we analyzed all cores from the field. As geologic constraint, we admit that all faults were formed as result of the South America and Africa separation, in the context of a regional dextral strike-slip fault formation. In this context, secondary faults are manly T and R faults according Riedel s classification. We analyzed 236.5 m of cores. The dip of bedding varies from 0o to 8o, being the most frequent value equal to 2o. We interpret this result as evidence that the deformation process was manly ruptil. 77 faults were identified in the cores. These faults strike manly to NW and NE with dips, in general, inside the interval 700 - 900. We suggest that the horizontal legs of the borehole should be oriented to NW and NE in order to improve the probability of intercepting open fractures and faults
metadata.dc.description.resumo: Um projeto de pesquisa está sendo desenvolvido pelo PPGG/UFRN e a PETROBRÁS no Campo Petrolífero de Xaréu localizado na bacia do Ceará, Nordeste do Brasil. O objetivo da pesquisa é a caracterização de um reservatório carbonático fraturado, o Calcário Trairí, para a perfuração de um poço com duas pernas horizontais levando em consideração o sistema natural de fraturas deste reservatório visando aumentar a taxa de recuperação do óleo. A presente dissertação é parte desta pesquisa e sua contribuição é estimar a orientação das falhas presentes em testemunhos de sondagens não orientados, usando o método proposto por Hesthammer & Henden (2000). Para orientar uma falha interceptando um estrato observado no testemunho, o estrato deve ser previamente orientado. Como vínculo para orientar os estratos, utilizou-se o mergulho regional das camadas, obtido em cada posição de poço a partir dos mapas de contorno estrutural do Calcário Trairí. Devido ao fato do número de falhas presentes nos testemunhos do Calcário Trairí ser pequeno, a analise estrutural foi realizada em todos os testemunhos do Campo de Xaréu. Como hipótese geológica de trabalho, admitiu-se que todas as falhas foram formadas como resultado da separação da América do Sul e África, no contexto de formação de uma falha transcorrente dextral regional. Nesse contexto, falhas secundarias são principalmente dos tipos T e R de acordo com a classificação de Rieldel. Foram analisados 263.5 m de testemunhos. Os mergulhos dos estratos variam de 0o a 8o, sendo que o valor mais freqüente é igual a 2o. Este resultado foi interpretado como um indício de que a deformação no Campo de Xaréu foi principalmente de natureza rúptil. As direções preferenciais de strike para as falhas analisadas são NW e NE. Essas falhas possuem mergulho alto, em geral entre 70o e 90o. Sugere-se que as pernas horizontais do poço sejam orientadas para NW e NE, de modo a aumentar a probabilidade das pernas interceptarem o maior número possível de fraturas e falhas abertas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18773
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CristinaAD.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.