Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18777
Título: Geologia e geomorfologia dos recifes de Maracajaú-RN e plataforma rasa adjacente
Autor(es): Lima, Williams da Silva Guimarães
Palavras-chave: Geologia;Ecossistema;Geomorfologia;Plataforma continental;Sedimentologia
Data do documento: 31-Mai-2002
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Williams da Silva Guimarães. Geologia e geomorfologia dos recifes de Maracajaú-RN e plataforma rasa adjacente. 2002. 94 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2002.
Resumo: This work focuses the geological and geomorphological characterization of the inner shelf in the West Coast of the Rio Grande do Norte state, particularly the reef coral barrier offshore of Maracajaú (Maxaranguape district). If developed without the necessary concerns, tourism and entertainment activities that have been widely increased during the last five years can lead to irreversible environmental damages to the biotic and abiotic ecosystems of the region. Regarding these aspects, it is crucial the realization of a detailed study to envisage the achievement of a self-sustainable development, especially with respect to the possibilities of a rational usage of the region. This is the aim of this manuscript, which consisted of an initial stage of digital modeling of the terrain with basis on digitalization and vectorization of the Nautical map number 803 (Naval Service of Brazil, 1971). Information obtained in this phase was improved with the digital processing of small format aerial photos acquired from six flights, which were integrated to form a photomosaic of the area. The refined maps produced with the data from Nautical and aerial photo-interpretations aided to locate 9 bathymetric profiles, which provided information about the sea floor relief of the whole area. This later aided in the choosing of areas to bottom sampling that, in its turn, helped to characterize sediments present in floor of the inner shelf. Sixty-four samples collected during this work were studied by granulometrical and chemical analysis; with the later one developed in order to measure carbonate and organic matter contents. Forty-two of these samples showed carbonate content higher than 80% and organic matter in the range of 0.58% to 24.06%. With respect to grain size, these samples are in the interval between fine- to mid-grained sands. Sands with grain sizes higher than this one are also composed by carbonate carapaces such as pale yellow to red rhodolites with ellipsoidal and spheroidal shapes. During determination of the submerse features, the small format aerial photos demonstrated to be a useful methodology to aid the delineation of the sea floor topography through shallow deep waters. The bathymetry, for its turn, revealed several features at the bottom of the platform, in which the most conspicuous are undulations and morphological details of the São Roque Channel. Examination of bottom, aside from sand, yielded the identification of bivalves, ostracods, fragments of bryozoans, spikes of sponges, spines of echinoderms, operculum of gastropods and foraminifers. From the above it is concluded that the multi-methodological approach developed in this study worked efficiently, permitting the geomorphological and environmental characterization of the inner shelf of the North Maracajaú
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo abrange o Baixo de Maracajaú e a plataforma rasa adjacente, em frente ao município de Maxaranguape localizado no litoral oriental do Estado do Rio Grande do Norte. Seu objetivo é caracterizar em termos Geológicos e Geomorfológicos essa plataforma (em especial os recifes de corais de Maracajaú), de forma a permitir a elaboração do diagnóstico do meio físico. O grande incremento nas atividades de lazer e turismo no Baixo de Maracajaú RN pode levar a danos, por vezes irreversíveis, tanto sob o ponto de vista biótico como abiótico, neste ecossistema. Assim, torna-se urgente o estudo racional dessa área, de forma a possibilitar a execução de análises mais específicas que levem, por exemplo, à determinação das vocações de uso, com vistas ao seu desenvolvimento sustentável. Para o desenvolvimento dos trabalhos executados na área, foram feitas inicialmente a digitalização e vetorização da Carta Náutica 803 da Marinha do Brasil de 1971, com objetivo de gerar um Modelo Digital do Terreno (MDT). Em complemento aos dados da carta náutica, foram realizadas campanhas de perfilagem batimétrica ao longo de toda área de estudo, totalizando 9 perfis, com a finalidade de detalhar as principais feições de fundo, caracterizar a morfologia, bem como auxiliar na determinação dos pontos de amostragem. Com o uso das fotografias aéreas de pequeno formato adquiridas em seis sobrevôos, obtevese informações preliminares sobre a área. A montagem destas fotos foi executada analogicamente e sua interpretação ocorreu diretamente sobre overlays , que foram posteriormente digitalizados gerando um mosaico digital da área. As coletas de sedimentos totalizaram 64 amostras, as quais foram submetidas à análise granulométrica e química para determinação do teor de carbonato e matéria orgânica. A análise granulométrica foi executada nas amostras com teor de carbonato inferior a 80% e apenas 09 apresentaram condições para esse tipo de análise. A microscopia foi procedida na amostra bruta. Com o recurso das fotografias aéreas foi possível identificar feições submersas, sendo estas os recifes, as ondulações e os canais, que são encontrados dentro dos limites dos recifes. A partir dessas análises, sugeriu-se um zoneamento dessas feições. Na obtenção dos perfis batimétricos, houve a necessidade de dividir a área em três setores: ao Norte da área, dois registros, ao Leste, três registros e sobre o Baixo de Maracajaú, quatro registros. Assim, foi possível detalhar as principais feições de fundo e caracterizar a morfologia de fundo da plataforma. Das amostras coletadas, 42 têm uma concentração de carbonato biogênico superior a 80% e o teor de matéria orgânica nesses sedimentos varia de 0,58% a 24,06%. Granulometricamente essas amostras são constituídas por areia média e fina. Os sedimentos com diâmetro superior ao diâmetro areia muito grossa são compostos por carapaças cabonáticas. Dentre estes, estão os rodólitos que possuem cores que variam de amarelo claro a vermelho, com formas elipsoidais e esferoidais. Na determinação das feições submersas, as fotografias aéreas de pequeno formato mostraram ser uma ferramenta de fundamental importância, pois permitiram a descrição detalhada destas feições. A batimetria executada revelou varias feições de fundo da plataforma. Dentre estas, as ondulações e o detalhamento do canal principal de São Roque são as que mais se destacam
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18777
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
WilliamsSGL.pdf3,5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.