Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18784
Título: Estruturação do grupo Serra Grande região de Santana do Acaraú- CE e a reativação do lineamento Sobral Pedro II, integração com dados geofísicos
Autor(es): Carvalho, Marcelo José de
Palavras-chave: Gravimetria;sísmica de refração;Gravimetry;Seismic
Data do documento: 26-Jun-2003
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CARVALHO, Marcelo José de. Estruturação do grupo Serra Grande região de Santana do Acaraú- CE e a reativação do lineamento Sobral Pedro II, integração com dados geofísicos. 2003. 69 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2003.
Resumo: The study area is located in the NW portion of the Ceará state nearby the city of Santana do Acaraú. Geologically it lies along the Sobral-Pedro II lineament which limits the domains of Ceará Central and Noroeste do Ceará, both belonging to the Borborema Province.The object of study was a NE trending 30km long siliciclastic body (sandstone and conglomerate) bounded by transcurrent dextral faults. The sediments are correlated to the Ipú Formation (Serra Grande Group) from the Parnaiba basin, which age is thought to be Siluro-Devonian. Existing structural data shown that bedding has higher but variable dips (70-45) near the borders faults and much lower to subhorizontal inward the body. The brittle deformation was related to a reactivation, in lower crustal level, of the Sobral-Pedro II lineament (Destro (1987, 1999; Galvão, 2002).The study presented here was focused in applying geophysicals methods (gravimetry and seismic) to determine the geometry of the sandstone/conglomeratic body and together with the structural data, to propose a model to explain its deformation. The residual anomalies maps indicate the presence of two main graben-like structures. The sedimentary pile width was estimated from 2D gravimetric models to be about 500-600 meters. The 3D gravimetric model stressed the two maximum width regions where a good correlation is observed between the isopach geometry and the centripetal strike/dip pattern displayed by the sediments bedding. Two main directions (N-S and E-W) of block moving are interpreted from the distribution pattern of the maximum width regions of the sedimentary rock
metadata.dc.description.resumo: A área estudada esta localizada geograficamente no noroeste do estado do Ceará, próxima ao município de Santana do Acaraú. Geologicamente encontra-se inserida no noroeste da Província Borborema junto ao lineamento Sobral-Pedro II, limite entre a Faixa Noroeste do Ceará e o Domínio Ceará Central. Na região ocorre um corpo alongado com cerca de 30 quilômetros de extensão de trend NE, sendo delimitado por falhas de cinemática dextral, composto por arenitos e arenitos conglomeráticos correlacionados áqueles que compõem a Formação Ipú do Grupo Serra Grande, de idade Siluro-Devoniana, pertencentes a Bacia do Parnaiba. Dados estruturais indicam que este corpo apresenta-se basculado, sendo que os ângulos junto às bordas variam de altos a moderados. Destro (1987, 1999) e Galvão (2002) interpretam que esta deformação tenha sido causada pela reativação do lineamento Sobral-Pedro II, que bordeja a margem oeste do corpo. O tema abordado envolve a aplicação conjunta de métodos geofísicos (método potencial gravimétrico e sísmica de refração rasa) com dados de geologia estrutural para a determinação da geometria deste corpo siliciclástico, e propor um modelo para a sua deformação. O mapa de anomalias residuais indica que o corpo estudado é formado por dois grabens principais. Esta cobertura sedimentar possui uma espessura da ordem de 500 a 600 metros, sendo esta estimativa feita a partir da análise de modelos gravimétricos bidimensionais. O modelo 3D gravimétrico ressalta a existência de duas regiões de máxima espessura de sedimentos, onde é observada uma boa correlação entre a geometria das isópacas e a distribuição centrípeta do mergulho do acamamento medido nos sedimentos. Duas direções de movimentação dos blocos, uma N-S e outra E-W, são interpretadas a partir do padrão de distribuição das regiões de máxima espessura de sedimentos e alinhamentos das isolinhas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18784
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarceloJC_DISSERT.pdf10,57 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.