Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18811
Título: Caracterização morfodinâmica do estuário do Rio Açu, Macau/RN
Autor(es): Rocha, Ana Karolina Rodrigues da
Palavras-chave: Morfodinâmica;Estuário Açu;Sedimentologia;Morphodynamic;Açu Estuary;Sedimentology
Data do documento: 25-Fev-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ROCHA, Ana Karolina Rodrigues da. Caracterização morfodinâmica do estuário do Rio Açu, Macau/RN. 2010. 85 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Estuaries are coastal environments ephemeral life in geological time, derived from the drowning of the shoreline as a function of elevation relative sea level. Such parallel systems is characterized by having two sources of sediment, the river and the sea. The study area comprises the Acu River estuary, located on the northern coast of Rio Grande do Norte State, in a region of intense economic activity, mainly focused on the exploration of oil onshore and offshore, likely to accidental spills. In the oil sector are developed for salt production, shrimp farming, agriculture, fisheries and tourism, which by interacting with sensitive ecosystems, such as estuaries, may alter the natural conditions, thus making it an area susceptible to contamination is essential in understanding the morphodynamic variables that occur in this environment to obtain an environmental license. Information about the submarine relief the estuaries are of great importance for the planning of the activity of environmental monitoring, development and coastal systems, among others, allowing an easy management of risk areas, and assist in the creation of thematic maps of the main aspects of landscape. Morphodynamic studies were performed in this estuary in different seasonal periods in 2009 to observe and quantify morphological changes that have occurred and relate these to the hydrodynamic forcing from the river and its interaction with the tides. Thus, efforts in this area is possible to know the bottom morphology through records of good quality equipment acquired by high resolution geophysical (side-scan sonar and profiler current by doppler effect). The combination of these data enabled the identification of different forms of bed for the winter and summer that were framed in a lower flow regime and later may have been destroyed or modified forms of generating fund scheme than the number according Froude, with different characteristics due mainly to the variation of the depth and type of sedimentary material they are made, and other hydrodynamic parameters. Thus, these features background regions are printed in the channel, sandy banks and muddy plains that border the entire area
metadata.dc.description.resumo: Estuários são ambientes costeiros de vida efêmera no tempo geológico, derivados do afogamento da linha de costa em função da elevação relativa do nível do mar. Tal sistema parálico se caracteriza por ter duas fontes de sedimentos, a fluvial e a marinha. A área em estudo compreende o Estuário do rio Açu, localizado no litoral setentrional do estado do Rio Grande do Norte, que se encontra em uma região de intensa atividade econômica, principalmente voltada às atividades de exploração de petróleo onshore e offshore, passíveis de derrames acidentais. Além da atividade petrolífera são desenvolvidas produção de sal marinho, carcinicultura, agricultura, pesca e turismo, que ao interagir com ecossistemas sensíveis, como no caso dos estuários, podem modificar as condições naturais, tornando assim uma área susceptível a contaminações sendo essencial o entendimento das variáveis morfodinâmicas que ocorrem nesse ambiente para obtenção de licenciamento ambiental. Informações a respeito do relevo submarino dos estuários são de grande importância para o planejamento da atividade de monitoramento ambiental, evolução e dinâmica costeira, entre outros, possibilitando num fácil gerenciamento de áreas de risco, além de ajudar na criação de mapas temáticos dos principais aspectos da paisagem. Estudos morfodinâmicos foram realizados neste estuário em diferentes períodos sazonais no ano de 2009 a fim de observar e quantificar as mudanças morfológicas ocorridas e correlacioná-las com as forçantes hidrodinâmicas proveniente da ação fluvial, bem como sua interação com as marés. Desta forma, os trabalhos realizados nesta área possibilitaram o conhecimento da morfologia de fundo através de registros de boa qualidade adquiridos por equipamentos geofísicos de alta resolução (sonar de varredura lateral e perfilador de corrente por efeito doppler). A junção destes dados possibilitou a identificação de diferentes tipos de formas de leito para o período de inverno e verão que antes eram enquadradas em um regime de fluxo inferior e que posteriormente podem ter sido destruídas ou modificadas gerando formas de fundo de regime superior segundo o número de Froude, com características diferenciadas devido principalmente à variação da profundidade e ao tipo de material sedimentar que são constituídos, além de outros parâmetros hidrodinâmicos. Desta forma, estas feições de fundo estão impressas em regiões de canal, bancos arenosos e planícies lamosas que margeiam toda área
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18811
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnaKRR_DISSERT.pdf4,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.