Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18884
Título: Indústria informal de confecções e mercado de trabalho : um estudo sobre a Grande Natal (1977-2003)
Autor(es): Oliveira, Ivanillton Passos de
Palavras-chave: Indústria informal de confecções;Mercado de trabalho;Grande Natal;Informal textile industry;Labor market;Gread Natal region
Data do documento: 20-Dez-2004
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: OLIVEIRA, Ivanillton Passos de. Indústria informal de confecções e mercado de trabalho :um estudo sobre a Grande Natal (1977-2003). 2004. 210 f. Dissertação (Mestrado em Dinâmica e Reestruturação do Território) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2004.
Resumo: The process of globalization which has characterized today s Brazilian economic development is determining in the restructuring of productive capital, influencing the development of an economic model, founded on greater competition and use of technology. As a consequence of that, there has been a certain disorganization of the economy, the growth of social inequalities and the lack of structuring of the labor market and the social security system. This has favored a rapid growth of the urban informal economy in Brazil. In Rio Grande do Norte state, the Greater Natal area is the main production center. This is where this study found 58 informal textile industries. In the research, the organizational structure of these industries, characterized by intensive use of labor vis-à-vis the use of capital, problems with putting production in the market place, although links with the formal sector were evident, is analysed. The research also focuses on the relationship labor x capital, the nature and volume of the industrial activity in the 58 industries, their proprietors and 120 employees
metadata.dc.description.resumo: O processo de globalização que vem acontecendo no contexto da economia contemporânea brasileira apresenta variáveis determinantes da reestruturação produtiva do capital, influenciando no modelo econômico de desenvolvimento, fundamentado na competitividade e na tecnologia. Como conseqüência, tem-se a desorganização da economia, as desigualdades sociais e a desestruturação do mercado de trabalho e da previdência social, além do crescimento imensurável da economia informal urbana no Brasil. O Estado do Rio Grande do Norte tem a Grande Natal como principal centro produtor, sendo assim o espaço ideal para o estudo das 58 indústrias informais de confecções investigadas. Apresenta na pesquisa de campo sua estrutura organizacional, caracterizada pelo excesso de mão-de-obra e escassez de capital, além da existência de divergência no sistema de escoamento da produção, apesar da interdependência com o setor formal. A pesquisa aborda, também, a identidade na relação capital x trabalho, as características econômicas das 58 unidades informais de confecções, a natureza e o volume da atividade industrial, o papel dos 58 proprietários (empregadores informais) em uma sociedade capitalista periférica, além do perfil, da situação do trabalho precário e de baixo rendimento dos 120 trabalhadores informais
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18884
Aparece nas coleções:PPGe - Mestrado em Geografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IvaniltonPO.pdf1,46 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.