Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18906
Título: A dinâmica territorial da Assembléia de Deus no Seridó do Rio Grande do Norte
Autor(es): Araujo, Bruno Gomes de
Palavras-chave: Território;Assembléia de Deus;Seridó;Territory;Assembly of God;Seridó (Rio Grande do Norte backwoods)
Data do documento: 24-Set-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ARAUJO, Bruno Gomes de. A dinâmica territorial da Assembléia de Deus no Seridó do Rio Grande do Norte. 2010. 298 f. Dissertação (Mestrado em Dinâmica e Reestruturação do Território) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: In the norte-rio-grandense backwoods is possible to join to the power forms both political and economical ones, religious groups keeping under your control areas, people and flow of them, as well as settling new places of acts. That control refers to a field of power delimited by space, in other words, it refers to a territory marked and planned to reproductive intentions on the space. In relation to the religious pluralism, the Assembly of God church, in your territorial dynamics, has been standing out by the strategies of delimitation and space increase which by a constant territorial division process (1943-2010) managed to widen material and symbolic scale of its power for all cities of the Rio Grande do Norte backwoods. The Assembly of God church as the greatest Pentecostal denomination of Brazil was formed in the Rio Grande do Norte Seridó, following a ecclesiastical and governmental model divided into three ecclesiastical fields hosted in those following cities: Caicó, Currais Novos and Parelhas. Those headquarters interlink a limited number of churches through normative codes, which they express a functional dimension (bureaucratic) and in another symbolic one (charismatic) in an only field of territorial control. In this manner, the maintenance of the territorial power in the Assembly of God church is done by a charismatic-bureaucratic administration, expressed in the interdependent of material and abstract mechanisms. The believers permanent contact toward those mechanisms of institutional control revealed territorial identities which causes a feeling of property of the believer as much to the Pentecostal belief system as to community of the Assembly of God church. Considering new possibilities of articulation of the Rio Grande do Norte backwoods towards others territories more multiple, culturally, noticed cultural adjustments and revaluation at themselves. In relation to the territory of the Assembly of God church this one has exposed itself defensive faced with that cultural hybridization tendency, resisting a closer dialogue to new symbolic elements, mainly those came from the multifaceted neo-pentecostal movement. Unlike more open and flexible churches towards others significant systems, The Assembly of God church tries to reinforce the boundaries of its territory considering by the orthodoxy of its routine and customs
metadata.dc.description.resumo: No Seridó norte-rio-grandense é possível identificar junto às modalidades de poder como a política e a econômica, grupos religiosos mantendo sob seu controle áreas, pessoas e fluxos, como também fixando novos pontos de atuação. Esse domínio alude a um campo de poder espacialmente delimitado, ou seja, a um território demarcado e projetado para fins de reprodução no espaço. Entre o pluralismo religioso, a Igreja Assembléia de Deus, em sua dinâmica territorial, se destaca no cenário religioso por suas estratégias de delimitação e crescimento espacial, que num ininterrupto processo de circunscrição (1943-2010) conseguiu ampliar a escala material e simbólica de seu poder a todas as cidades seridoenses. A Assembléia de Deus enquanto maior denominação pentecostal do Brasil foi estruturada no Seridó/RN, seguindo um modelo de governo dividido em Campos Eclesiásticos sediados nas cidades de Caicó, Currais Novos e Parelhas. Esses centros de comando interligam um número circunscrito de igrejas através de códigos normativos, que expressam uma dimensão funcional (burocrática) e noutra simbólica (carismática) num só campo de domínio territorial. Deste modo, a manutenção do poder territorial na Assembléia de Deus é feita através de uma gestão carismático-burocrático, expressa na interdependência de mecanismos materiais e imateriais. O contato duradouro dos fiéis com esses mecanismos de controle institucional revelou identidades territoriais, que reacendem o sentimento de pertença do fiel tanto ao sistema de crença pentecostal quanto à comunidade assembleiana. Considerando as novas possibilidades de articulação do território seridoense com outros territórios culturalmente mais múltiplos, observaram-se adaptações e revalorizações culturais. Quanto ao território assembleiano esse se apresentou defensivo diante dessa tendência de hibridação cultural, resistindo a um dialogo mais estreito com os novos elementos simbólicos, principalmente aqueles vindos do multifacetado movimento neopentecostal. Ao contrário de igrejas mais abertas e flexíveis à outros sistemas de significação, a Assembléia tenta reforçar os limites do seu território prezando pela ortodoxia de seus usos e costumes
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18906
Aparece nas coleções:PPGe - Mestrado em Geografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BrunoGA_DISSERT.pdf6,35 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.