Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18978
Título: Análise da dispersão de ondas de superficie na Provincia Borborema, Nordeste do Brasil
Autor(es): Nascimento, Rosana Maria do
Palavras-chave: Velocidade sismica;Dispersão;Ondas;Província Borborema(BR);Sismology;Seismic velocity;Dispersion of waves;Borborema Province
Data do documento: 3-Ago-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: NASCIMENTO, Rosana Maria do. Análise da dispersão de ondas de superficie na Provincia Borborema, Nordeste do Brasil. 2010. 103 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The Borborema Province, Northeastern Brazil, had its internal structure investigated by different geophysical methods like gravity, magnetics and seismics. Additionally, many geological studies were also carried out to define the structural domains of this province. Despite the plethora of studies, there are still many important open aspects about its evolution. Here, we study the velocity structure of S-wave in the crust using dispersion of surface waves. The dispersion of surface waves allows an estimate of the average thickness of the crust across the region between the stations. The inversion of the velocity structure was carried out using the inter-station dispersion of surface waves of Rayleigh and Love types. The teleseismic events are mainly from the edges of the South and North American plates. The period of data collection occurred between 2007 and 2010 and we selected 7 events with magnitude above 5.0 MW and up to 40 km depth. The difference between the events back-azimuths and the interstation path was not greater than 10. We also know the depth of the Moho, results from Receiver Functions (Novo Barbosa, 2008), and use those as constrains in inversion. Even using different parameterizations of models for the inversion, our results were very similar the mean profiles velocity structure of S-wave. In pairs of stations located in the Cear´a Central Domain Borborema the province, there are ranges of depths for which the velocities of S are very close. Most of the results in the profile near the Moho complicate their interpretation at that depth, coinciding with the geology of the region, where there are many shear zones. In particular, the profile that have the route Potiguar Bacia in inter-station, had low velocities in the crust. We combine these results to the results of gravimetry and magnetometry (Oliveira, 2008) and receptor function (Novo Barbosa, 2008). We finally, the first results on the behavior of the velocity structure of S-wave with depth in the Province Borborema
metadata.dc.description.resumo: A Província Borborema, Nordeste do Brasil, tem sua estrutura interna investigada por diferentes métodos geofísicos: gravimétricos, magnéticos e sísmicos. Adicionalmente, muitos estudos geológicos foram levados a definir domínios estruturais para a província; mas, ainda há muitos aspectos em aberto sobre sua evolução. Neste trabalho, estudamos o comportamento da velocidade da onda S com a profundidade na crosta, usando a característica de dispersão das ondas de superfície. No método Inter-Estação, a dispersão calculada em cada estação, nos ajuda a estimar a espessura média da crosta na região entre as duas estações. As inversões das curvas de dispers~ao s~ao feitas usando a dispersão inter-estação de ondas Rayleigh e Love. Os eventos teless´ısmicos selecionados são principalmente das bordas das placas Sul-Americana e Americana. O período da coleta de dados ocorreu entre 2007 e 2010. Foram usados 7 eventos com magnitudes acima de 5.0 MW e até 40 km de profundidade. A pequena quantidade de dados se justifica pelo fato dos eventos estarem a pelo menos 10_ do caminho de círculo máximo entre as estaçoes. Usamos tamb´em o conhecimento da profundidade da Moho, resultados de Funções do Receptor (Novo Barbosa, 2008) como v´ınculos na inversão. Mesmo usando diferentes parametrizações de modelos para a invers~ao, nossos resultados foram de perfis m´edios de velocidade de onda S muito parecidos. Nos pares de estac¸ ~oes localizados no dom´ınio Ceará Central da Prov´ıncia Borborema, há intervalos de profundidades, para os quais as velocidades de S são muito próximas na região inter-estac¸ ~ao desse dom´ınio. Na maioria dos resultados, as variações da velocidade da onda S no perfil pr´oximas a Moho, dificultam a interpretação dos mesmos a essa profundidade e podem indicar forte variação lateral, coincidindo com a geologia da região, onde existem muitas zonas de cisalhamento. Em particular, o perfil que possui a Bacia Potiguar no percurso inter-estac¸ ~ao, apresenta baixas velocidades na crosta. Integramos esses resultados aos resultados da gravimetria e magnetometria (Oliveira, 2008) e func¸ ~ao do receptor (Novo Barbosa, 2008). Assim, obtivemos os primeiros ind´ıcios sobre o comportamento da velocidade da onda S com a profundidade, na prov´ıncia Borborema
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18978
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RosanaMN_DISSERT.pdf3,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.