Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19051
Título: Eficiência dos gastos públicos em assistência hospitalar: um estudo nas capitais brasileiras no período de 2008 a 2010
Autor(es): Souza, Fabia Jaiany Viana de
Melo, Mariana Medeiros Dantas de
Araújo, Aneide Oliveira
Silva, Maurício Corrêa da
Palavras-chave: Alocação de recursos públicos - Brasil;Assistência hospitalar - Alocação de recursos públicos
Data do documento: 2013
Citação: SOUZA, F. J. V. et al. Eficiência dos gastos públicos em assistência hospitalar: um estudo nas capitais brasileiras no período de 2008 a 2010. Holos, v. 1, p. 203-213, 2013. ISSN 1807-1600. Disponível em: <http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/1061/651>. Acesso em: 18 maio 2015.
Resumo: O aumento nos custos da área de saúde tem sido fonte constante de preocupação dos gestores, sendo notória a necessidade de controlar os gastos e melhorar a alocação dos recursos disponíveis. Esta pesquisa tem como objetivo geral analisar a eficiência dos gastos públicos com assistência hospitalar nas capitais brasileiras nos anos de 2008 a 2010. Foram utilizadas as pesquisas descritiva, bibliográfica, quantitativa e qualitativa. A coleta de dados foi realizada nos sítios da Secretaria do Tesouro Nacional e do DATASUS. Os resultados revelaram que as despesas com assistência hospitalar foram, em média, R$ 334.760.928,25 em 2008, R$ 403.151.579,13 em 2009 e R$ 368.373.168,56 em 2010. Constatou-se, ainda, que, em média, os gastos com assistência hospitalar por habitante das capitais pesquisadas foram R$175,12 (2008), R$199,42 (2009) e R$204,80 (2010) e que Porto Velho, Boa Vista e Manaus foram aquelas com as menores razões desse tipo de despesa por habitante nos anos de 2008 e 2009, e, em 2010, as capitais foram Macapá, Belém e Manaus e aquelas com maiores gastos por habitante nos três anos pesquisados foram Porto Alegre, Campo Grande e Belo Horizonte. Conclui-se que dentre as 22 capitais pesquisadas, 4 delas (Goiânia, João Pessoa, Macapá e São Paulo) foram eficientes em 2008, 4 (Florianópolis, João Pessoa, Macapá e São Paulo) foram consideradas eficientes pela observação de seus escores em 2009, e, em 2010, a eficiência foi visualizada em 5 capitais (Florianópolis, Macapá, Manaus, São Luís e São Paulo)
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/19051
ISSN: 1807-1600
Aparece nas coleções:CCSA - DCC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EficiênciaGastosPúblicos_2013.pdf573,06 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.