Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19346
Título: A cidade como cinema existencial
Autor(es): Costa, Maria Helena Braga e Vaz da
Palavras-chave: Cidade;Cinema;Iconografia;Imagem urbana
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal da Bahia
Citação: COSTA, Maria Helena Braga e Vaz da. A cidade como cinema existencial. RUA: revista de arquitetura e urbanismo, Salvador, v. 1, n. 2, p. 34-43, 2006. ISSN:0103-165. Disponível em:<http://www.portalseer.ufba.br/index.php/rua/article/view/3171/2280>. Acesso em: 27/05/2015
metadata.dc.description.resumo: Esse trabalho explora formas de representação da experiência urbana em filmes sob diferentes perspectivas teóricas. Na primeira parte, será apresentada uma discussão sobre a recente produção acadêmica resultante do interesse na discussão sobre a relação cidade e cinema para que se estabeleçam parâmetros para a discussão sobre os conceitos de cidade, iconografia e imagem urbana. São esses conceitos que, na segunda parte desse trabalho, darão suporte à análise da representação do espaço urbano construída pelo filme brasileiro Redentor (Cláudio Torres, 2004). A análise fílmica apresentada aqui assinala para o fato de que há, na cultura contemporânea, uma nova maneira, muito particular, de formar, e de constituir os sujeitos sociais e sua prática urbana cotidiana, pelo menos no que se refere ao contexto da representação do espaço urbano no cinema brasileiro reconhecido como o “da retomada”.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19346
ISSN: 0103-165
Aparece nas coleções:CCHLA - DEART - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Helena Braga_A cidade como cinema existencial.pdf443,69 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.