Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19448
Título: HIV/AIDS: um perfil epidemiológico do vírus e uma análise das práticas seguras, conhecimento e percepção de mulheres
Autor(es): Silva, Josenildo Eugênio da
Palavras-chave: AIDS;HIV;Percepção;Prática sexual
Data do documento: 5-Set-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Josenildo Eugênio da. HIV/AIDS: um perfil epidemiológico do vírus e uma análise das práticas seguras, conhecimento e percepção de mulheres. 2014. 75f. Dissertação (Mestrado em Demografia) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: In recent decades, the debate surrounding the consequences of the HIV has passed by great changes. Earlier, prevention campaigns focused risk groups then risk behaviors and ultimately vulnerability. Furthermore, over the years, the dimensions of HIV that emerged in the social environment are these: internalization, heterosexualization, impoverishment and feminization. Based on these contexts, the composition of this study comprises two papers: the former has the overall objective to analyze the epidemiology and incidence of HIV in Brazilian regions in the period from 1980 to 2012; the latter, it aims to find out whether there is the relationship among safe practices, knowledge and perception of women residents in Manaus and Boa Vista cities on the infection by HIV. In paper 1, it was used information from the Health Ministry, as a data source. Besides, it was developed an exploratory and spatial analysis of incidence rates and relative proportion of notified cases. In paper 2, was used as a source of data, the research "Evaluating the process of spatial and epidemic diffusion of HIV in the federal units of Brazil-Northern Region" in 2008. Furthermore, Statistical Techniques of Cluster Analysis, Analysis of Variance, Chi-Square and Logistic Regression were applied. In this paper, it was found that, in Brazilian Regions, the prevalence of reported cases occurred among heterosexuals in men 20-40 year age group and residing in metropolitan areas. It was observed a significant spatial correlation of the incidence rate of reported cases of HIV. It was also noted by the results that have good knowledge and awareness about HIV does not imply, essentially, in a safe sexual intercourse. These results have shown the need public policies geared to the guiding of society, based in educational strategies aiming both information about the virus and its prevention, as well as public awareness for safe sex practices or in stable or not intercourses
metadata.dc.description.resumo: O debate em torno do acometimento do vírus HIV/AIDS passou por grandes transformações, no início, as campanhas de prevenção focavam os grupos de risco, depois, comportamentos de risco e, por fim, vulnerabilidade. Ademais, ao longo dos anos, dimensões da AIDS foram surgindo no meio social são estas: interiorização, heterossexualização, pauperização e feminização. Com base nesses contextos, a composição deste estudo compreende dois artigos: o primeiro tem como objetivo geral analisar o perfil epidemiológico e a incidência do vírus HIV/AIDS nas regiões brasileiras, no período de 1980 a 2012 e o segundo artigo tem o intuito de averiguar se há relação entre práticas seguras, conhecimento e percepção das mulheres residentes nas capitais de Manaus e Boa Vista sobre a infecção sobre vírus HIV/AIDS. No Artigo 1, utilizaram-se informações do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), como fonte de dados. Desenvolveu-se uma análise exploratória e espacial das taxas de incidência e proporção relativa dos casos notificados. No Artigo 2, utilizou-se como fonte de dados a Pesquisa “Avaliando o processo de difusão epidêmica e espacial do HIV/AIDS nas Unidades Federadas da Região Norte do Brasil”, ano 2008. Aplicaram-se técnicas estatísticas de Análise de Agrupamento, ANOVA, Qui-Quadrado, Tukey e Regressão Logística. Verificou-se que, nas Regiões Brasileiras, a predominância de casos notificados ocorreu entre os heterossexuais, em homens, em idade entre 20-60 anos e residentes em Regiões Metropolitanas. Captou-se correlação espacial significativa da taxa de incidência do vírus HIV/AIDS. Constatou-se, por meio dos resultados do segundo artigo, que ter bom conhecimento e percepção sobre o vírus HIV/AIDS não implica, essencialmente, numa prática sexual segura. Estes resultados mostram a necessidade de políticas públicas voltadas à orientação da sociedade, com base em estratégias educacionais que visem tanto informações sobre o vírus e suas formas de prevenção, como também a conscientização da população para práticas sexuais seguras em relações estáveis ou não.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19448
Aparece nas coleções:PPGDEM - Mestrado em Demografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JosenildoEugenioDaSilva_DISSERT.pdf1,8 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.