Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19548
Título: Vivências do pai/ acompanhante no processo da hospitalização do filho
Título(s) alternativo(s): Experiences of father/accompanying during hospitalization of his child
Autor(es): Soares, Joana Darc Dantas
Palavras-chave: Enfermagem pediátrica;Pai;Hospitalização
Data do documento: 22-Jul-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOARES, Joana Darc Dantas. Vivências do pai/ acompanhante no processo da hospitalização do filho. 2014. 80f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: The presence of the man with the hospitalized child is still insignificant and the relationships established in hospitals culminate in several situations that can to influence his experience. The study aimed to analyze the experiences of the parent / caregiver during the hospitalization of their child. In intention to develop the research, it was conducted an exploratory and descriptive qualitative research approach, developed with 11 fathers who accompanied sick childen at the Paediatric Hospital in metropolitan area of Natal, Rio Grande do Norte, Brazil. As inclusion criteria men should be aged 18 years; have favorable emotional conditions to answer the questions are be accompanying his child aged between one to five years old in clinical or surgical. Data collection occurred in March and April 2014, using an interview script. This step prior to the approval of the Health Department of state of Rio Grande do Norte, approved by Universidade Federal do Rio Grande do Norte Committee on Ethics in Research by Certificate of Presentation and Ethics Consideration No. 22821513.1.0000.5537. The data treatment occurred following the content analysis method in thematic modality proposed by Bardin. According to statements the following categories emerged: "The presence of the father in the hospitalization of a child" and "Responsibilities and parental attitudes the hospitalization of a child”, which were analyzed and discussed based on the literature on the family in the hospitalization of the child and considerations about the care of the child. It was founded that the respondents the experienced institutionalization son were inserted in a context of active participation of tasks and sharing responsibilities. Thus it was considered in the study the need of enforcing rights of the father as a family entity in practice of them child care instead of social and gender issues that are still strongly rooted in contemporary society. Given this, it is necessary that the nursing staff consider the various situations faced by man during infant hospitalization with the first fruits of this approach to the care of the son process minimizing the sequelae stemming from being away from the family nucleus
metadata.dc.description.resumo: A presença do homem junto ao filho hospitalizado ainda é inexpressiva e as relações estabelecidas no âmbito hospitalar culminam em situações diversas que podem influenciar a sua vivência. O estudo objetivou analisar a vivência do pai/ acompanhante durante a hospitalização do filho. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa, desenvolvida junto a 11 pais que acompanhavam o filho enfermo em um Hospital Pediátrico, situado na Grande Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. Conforme os critérios de inclusão, os participantes deveriam estar com idade igual ou superior a 18 anos; ter condições emocionais favoráveis para responder o questionamento; ser acompanhante do filho na faixa etária de um a cinco anos e internados em enfermarias clínicas ou cirúrgicas. A coleta de dados ocorreu nos meses de março e abril de 2014, por meio de entrevista semiestruturada. Antecedeu essa etapa a anuência da Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte, a aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com Certificado de Apresentação e Apreciação Ética nº 22821513.1.0000.5537 e parecer nº 562. 308 como também assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido pelos entrevistados. O tratamento dos dados ocorreu à luz do Método de Análise de Conteúdo na modalidade de categorias temáticas proposta por Bardin. A partir das falas, emergiram duas categorias: A presença do pai na hospitalização do filho e Responsabilidade e atitudes paternas na hospitalização do filho, as quais foram analisadas e discutidas com base na literatura sobre a família no contexto da hospitalização da criança e as considerações sobre os cuidados com a criança. Constatou-se que os entrevistados ao vivenciaram a hospitalização do filho inseriram-se em um contexto de participação ativa de tarefas e compartilhamento de responsabilidades. Assim, com base no estudo, considerou-se a necessidade da efetivação dos direitos do pai como ente familiar na prática dos cuidados com os filhos em detrimento às questões sociais e de gênero ainda presentes na sociedade contemporânea. Diante disso, faz-se relevante que a equipe de Enfermagem considere as situações diversas enfrentadas pelo homem durante o período de internação infantil, tendo como primícia a aproximação deste do processo de cuidar do filho assim como minimizar as sequelas advindas do seu afastamento do núcleo familiar
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19548
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoanaDarcDantasSoares_DISSERT.pdf1,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.