Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19694
Título: Evolução espaço-temporal da ocupação urbana sobre áreas naturais no município de Natal-RN
Autor(es): Costa, Joseane Dunga da
Palavras-chave: Geoprocessamento;Morfodinâmica urbana;Preservação ambiental;Remanescentes de dunas;Uso e ocupação do solo
Data do documento: 12-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: COSTA, Joseane Dunga da. Evolução espaço-temporal da ocupação urbana sobre áreas naturais no município de Natal-RN. 2015. 96f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: In this work the landscape morphodynamics was used to check the strength and importance of the changes carried out by man on the environment over time, in Natal-RN municipality. The occupation of partially preserved natural areas was analyzed, but environmentally fragile, such as riparian forests, vegetation on the banks of waterways, which play regulatory role of the water flow, and the dunes, which guarantee the rapid recharge of aquifers. The impacts of urban sprawl in Natal Southern and West zones Were identified and characterized, through a detailed mapping in the period between 1969 and 2013 the main Permanent Preservation Areas - PPA (banks of rivers and lagoons, and dunes remaining) and their temporal changes. For this were used aerial photographs and satellite imagery, altimetry data, and pre-existing information, which allowed the creation of a spatial database, and evolution of maps of impervious areas, evolution of the use and occupation and Digital Terrain Model (DTM) from contour lines with contour interval of 1 meter. Based on this study presents a diagnosis of the environmental situation and the state of conservation of natural areas, over the last 44 years, compared to human pressures. In general, it was found that the urban settlement has advanced about 60% of studied natural areas. This advance was growing by the year 2006, when there was a slowdown in the process, except for the Environmental Protection Zone (EPZ) 03, where the river Pitimbú and your PPA, which experienced a more significant loss area. The urban occupation affected the natural drainage and contributed to the contamination of groundwater Natal, due to increased sealed area, the release of liquid and solid waste, as well as the removal of riparian vegetation. Changed irreversibly the natural landscape, and reduced the quality and quantity of water resources necessary for the population. Thus, it is necessary to stimulate the adoption of use and protection of PPA planning measures, to the preservation of the San Valley Region inserted into the EPZ 01, and integrate more remaining dunes, in good condition, this EPZ, due to the importance of those remaining on the environment and the maintenance of quality of life. It is suggested, also, protection of catchment areas, such as PPA ponds and Pitimbú River. Finally, it is expected that this study can assist the managers in making decisions in urban and environmental planning of the municipality
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho a morfodinâmica da paisagem foi utilizada para verificar a intensidade e importância das mudanças exercidas pelo homem sobre o meio ambiente ao longo do tempo, no município de Natal-RN. Foi analisada a ocupação sobre áreas naturais parcialmente preservadas, mas ambientalmente frágeis, como as matas ciliares, cobertura vegetal nas margens dos cursos d’água, que desempenham papel de reguladoras do fluxo hídrico, e as dunas, que garantem a rápida recarga dos aquíferos. Foram identificados e caracterizados os impactos da expansão urbana nas zonas Sul e Oeste do município de Natal, por meio de um mapeamento detalhado, no período entre 1969 e 2013 das principais Áreas de Preservação Permanente - APP’s (margens de rios e lagoas, e dunas e remanescentes) e suas alterações temporais. Para isto foram usadas fotografias aéreas e imagens de satélite, dados altimétricos, além de informações pré-existentes, o que permitiu a criação de um banco de dados espaciais, além de mapas de evolução das áreas impermeáveis, evolução do uso e ocupação e um Modelo Digital de Terreno (MDT) a partir de curvas de nível com equidistância de 1 metro. Com base neste estudo é apresentado um diagnóstico da situação ambiental e do estado de conservação das áreas naturais, ao longo dos últimos 44 anos, frente às pressões antrópicas. Em linhas gerais, verificou-se que a ocupação urbana avançou cerca de 60% sobre as áreas naturais estudadas. Esse avanço foi crescente até o ano de 2006, quando se observou uma desaceleração neste processo, excetuando a Zona de Proteção Ambiental (ZPA) 03, onde está o rio Pitimbú e a sua APP, que experimentou uma perda mais significativa de área. A ocupação urbana afetou a drenagem natural e contribuiu para a contaminação das águas subterrâneas de Natal, devido ao aumento da área impermeabilizada, do lançamento de resíduos líquidos e sólidos, bem como a retirada da mata ciliar. Alterou de modo irreversível a paisagem natural, e reduziu a qualidade e quantidade dos recursos hídricos necessários à população. Dessa maneira, é necessário que se estimule a adoção de medidas de planejamento de uso e proteção das APP’s, com a preservação da Região do San Vale inserida na ZPA 01, além de integrar mais remanescentes de dunas, em bom estado de conservação, a esta ZPA, devido à importância destes remanescentes para o meio ambiente e na manutenção da qualidade de vida. Sugere-se, também, proteção das áreas de drenagem, como as APP’s das lagoas e do rio Pitimbú. Finalmente, espera-se que este estudo possa auxiliar na tomada de decisão, de órgãos gestores no planejamento urbano e ambiental do município.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19694
Aparece nas coleções:PPGES - Mestrado em Engenharia Sanitária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseaneDungaDaCosta_DISSERT.pdf8,68 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.