Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19748
Título: Cuidando do ninho da cegonha: implantação da caderneta da gestante em unidade de saúde da família
Autor(es): Micussi, Francisco Américo
Palavras-chave: Ciclo gravídico-puerperal;Humanização;Gestão do cuidado;Projeto de intervenção;Metodologia participativa
Data do documento: 19-Set-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MICUSSI, Francisco Américo. Cuidando do ninho da cegonha: implantação da caderneta da gestante em unidade de saúde da família. 2014. 113f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde da Família) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: Pregnancy is a unique period in a woman's life, demanding attention from family and health professionals. In Brazil, the Ministry of Health adopted the Pregnant Card to monitor the Prenatal, which has not proven means of contributing to improving the quality of that care, considering that the records are flawed, making the understanding of them more difficult for the pregnant women. The intervention project that resulted in this dissertation sought to deploy a Handbook of the Pregnant aimed at improving the treatment of women in pregnancy and childbirth. The intervention site was the Family Health Unit of the Campo da Mangueira, in the municipality of Macaíba/RN, Brazil. The Handbook was adopted as a technological tool of management of care, in an inclusive and participatory manner, including pregnant women and staff in all phases of the deployment. Were selected and monitored nine (09) patients, aged between nineteen (19) and thirty (30) years old, with an average age of 24 (twenty four) years and comprised the gestation period of seven (07) to eleven (11) weeks during the period April-July 2014. Altogether were made 46 (fortysix) queries, among which 27 (twenty-seven) by the doctor, nineteen (19) by the nurse in addition to the services performed by the dentist, immunization and home visits. The record of the deployment process of the book consisted of notes in medical records and reports of the moments of encounters with pregnant women and health care team. It was found that in addition to a collective, humanized and interdisciplinary construction, there was the satisfaction demonstrated by pregnant women, thus contributing to adherence to Prenatal - PN, higher establishment of links, improved self-esteem of pregnant women and improving the quality of PN. It is considered that the implementation of the Handbook in the mentioned Health Unit contributed to changes in ways of doing the maternal and childcare in the Family Health Strategy and can be recommended for deployment in the municipality of Macaíba.
metadata.dc.description.resumo: A gestação é um período singular na vida da mulher, demandando atenção especial da família e dos profissionais de saúde. No Brasil, o Ministério da Saúde adotou o Cartão da Gestante para acompanhamento do Pré-natal, o que não tem se mostrado instrumento capaz de contribuir para a melhoria da qualidade dessa assistência, considerando que os registros são falhos, dificultando a compreensão dos mesmos por parte das gestantes. O projeto de intervenção que resultou nesta dissertação teve por objetivo implantar uma Caderneta da Gestante visando o aprimoramento ao atendimento à mulher no ciclo gravídico-puerperal. O local da intervenção foi a Unidade Saúde da Família do Campo da Mangueira, no município de Macaíba/RN, Brasil. A Caderneta foi adotada como ferramenta tecnológica da gestão do cuidado, de modo inclusivo e participativo, incluindo gestantes e equipe em todas as fases da implantação. Foram selecionadas e acompanhadas 09 (nove) gestantes, na faixa etária de 19 (dezenove) a 30 (trinta) anos, sendo a média de idade de 24 (vinte e quatro) anos e no período gestacional compreendido de 07 (sete) a 11 (onze) semanas durante abril a julho de 2014. No total foram realizadas 46 (quarenta e seis) consultas, dentre as quais 27 (vinte e sete) pelo médico, 19 (dezenove) pela enfermeira, além dos atendimentos realizados pelo dentista, imunização e visitas domiciliares. O registro do processo de implantação da caderneta constou de anotações em prontuários e relatórios dos momentos de encontros com gestantes e com equipe de saúde. Constatou-se que além de uma construção coletiva, humanizada e interdisciplinar houve a satisfação demonstrada pelas gestantes contribuindo dessa maneira para a adesão ao Pré-Natal - PN, maior estabelecimento de vínculos, melhora da autoestima das gestantes e melhoria na qualidade do PN. Considera-se que a implantação da Caderneta da Gestante na referida Unidade de Saúde contribuiu para mudanças nos modos de fazer a atenção materno-infantil na Estratégia de Saúde da Família e pode ser recomendada para implantação na rede municipal.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19748
Aparece nas coleções:PPGSFN - Mestrado em Saúde da Família no Nordeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FranciscoAmericoMicussi_DISSERT (1).pdf9,04 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.