Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19838
Título: Investimentos internacionais e a valorização imobiliária dos municípios de Maxaranguape e Rio do Fogo
Autor(es): Santos Júnior, Ary Pereira dos
Palavras-chave: Investimentos internacionais;Mercado imobiliário;Lazer e turismo;Maxaranguape e Rio do Fogo
Data do documento: 30-Mar-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SANTOS JÚNIOR, Ary Pereira dos. Investimentos internacionais e a valorização imobiliária dos municípios de Maxaranguape e Rio do Fogo. 2015. 164f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Since the middle of 1970´s the world has been undergoing significant transformations, comes in a new era of global capital accumulation, and starts the called productive restructuring. This restructuring is materialized spatially through the reconfiguration of territory, redefining its uses and providing a new spatial structure. With regard to native of Rio Grande do Norte territory, there is, from the 1980s, the emergence of new economic activities, among which stand out tourism, which become stimulated from government policies. In this context, has stood the east coast of the state, because its beaches have recognized scenic appeal and environmental quality. Therewith business opportunity, international investors ended up investing in this portion of Rio Grande do Norte´s territory, especially over the last decade. The expansion of this process, to the north coast, resulted in the emergence of intense property dynamics in the municipalities of Maxaranguape and Rio do Fogo. The low value of the property and buildings, compared to the European market and the availability of real property, were the main factors that explain the attraction of such investors, who are now seen as new business opportunities with high rates of profitability, in tropical areas, hitherto remote geographical location of the economic system. Therefore, the objective of the research is to analyze to what extent the International Investment promoted the appreciation of property in the municipalities of Maxaranguape and Rio do Fogo. The time frame covers the period among 2000- 2013. The methodology consisted of the following proceedings: surveys and analysis of data collected in the property registry office of the Maxaranguape and Rio do Fogo municipalities; interviews with public and private officials that were important for the analysis of spatial transformations and the recovery of the property that occurred in the municipalities studied; collection of secondary data from official bodies, such as IBGE, MTUR, SETUR, BNB etc. Analyzing the information and data that have been cataloged, it was concluded that this investments are reinforcing old leisure and tourism practices existing in the past in those territories and, shifted (creating new territorial arrangements) a significant part of the eastern coast zone areas of the state. Another consequence connected to this recent phenomenon refers to property’s increase in value that has occurred in this part of the state, episode which is directly connected to that event. Therefore, it is realize that the expansion and the incorporation of the capital territories reveal, in part, the strategies of the capitalist mode of production, which are evident in the search for better conditions of accumulation, expanding the alternative of use of the properties which occurs in selective way and uneven in the geographic space form. It is observed that the mechanisms that capital makes use to impose their practices can happen through the property’s increase in value market, meaning, thereby, that the reproduction of imbalances happens, often, through the marked property speculation with the fast increase in value of properties.
metadata.dc.description.resumo: Desde meados da década de 1970 o mundo vem passando por transformações significativas, entra em cena uma nova etapa de acumulação mundial do capital, inicia-se a chamada reestruturação produtiva. Essa reestruturação materializa-se espacialmente através da reconfiguração dos territórios, redefinindo seus usos e propiciando uma nova estruturação espacial. No que se refere ao território potiguar, observa-se, a partir dos anos de 1980, a emergência de novas atividades econômicas, dentre as quais se destacam o turismo, que passam a ser estimuladas a partir de políticas governamentais. Dentro desse contexto tem se destacado o litoral leste do estado, pois suas praias têm reconhecido apelo paisagístico e qualidade ambiental. Tendo em vista essa oportunidade de negócios, os investidores internacionais acabaram investindo nessa porção do território potiguar, principalmente ao longo da última década. A expansão desse processo, em direção ao litoral norte, implicou na emergência de uma intensa dinâmica imobiliária nos municípios de Maxaranguape e Rio do Fogo. O baixo valor das terras e das edificações, comparativamente ao mercado europeu e a disponibilidade dos imóveis, constituíram os principais fatores que explicam a atração de tais investidores, que passam a ser observados como novas oportunidades de negócios, com altas taxas de lucratividade, em áreas tropicais, até então, periféricas do sistema econômico. Sendo assim, o objetivo da pesquisa é analisar em que medida os Investimentos Internacionais promoveram a valorização dos imóveis nos municípios de Maxaranguape e Rio do Fogo. O recorte temporal compreende o período entre 2000-2013. A metodologia consistiu nos seguintes procedimentos: levantamentos e análise dos dados coletados nos Cartórios de Registros de Imóveis dos municípios de Maxaranguape e Rio do Fogo; realização de entrevistas junto aos agentes públicos e privados que se mostraram importantes para a análise das transformações espaciais e da valorização dos imóveis que ocorreu nos municípios estudados; levantamento de dados secundários junto aos órgãos oficiais, tais como: IBGE, MTUR, SETUR, BNB etc. Analisando as informações e os dados que foram catalogados, concluíu-se que tais investimentos estão reforçando antigas práticas de lazer e turismo existentes preteritamente nesses territórios e transformando (criando novos arranjos territoriais) boa parte da zona costeira oriental do estado. Outra consequência ligada a esse recente fenômeno refere-se à valorização dos imóveis que vem ocorrendo nessa porção do estado, episódio que está diretamente ligado a esse evento. Dessa forma, compreende-se que a expansão e a incorporação de territórios pelo capital revelam, em parte, as estratégias do modo de produção capitalista, as quais se evidenciam na busca por melhores condições de acumulação, ampliando as alternativas de uso do território que ocorre de forma seletiva e desigual no espaço geográfico. Observa-se que os mecanismos que o capital lança mão para impor suas práticas podem ocorrer através da valorização do mercado de terras, significando, dessa forma, que a reprodução das desigualdades acontece, muitas vezes, através da especulação fundiária acentuada com a rápida valorização dos imóveis.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19838
Aparece nas coleções:PPGe - Mestrado em Geografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AryPereiraDosSantosJunior_DISSERT.pdf4,64 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.