Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19853
Título: A biotecnologia na propagação e conservação do umbuzeiro (Spondias tuberosa Arr. Cam.) e percepção sobre sua importância por agricultores da comunidade Malhada Vermelha, Campo Redondo (RN-Brasil)
Autor(es): David, Adriana de Almeida
Palavras-chave: Umbuzeiro;Germinação;Conservação;Percepção
Data do documento: 27-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DAVID, Adriana de Almeida. A biotecnologia na propagação e conservação do umbuzeiro (Spondias tuberosa Arr. Cam.) e percepção sobre sua importância por agricultores da comunidade Malhada Vermelha, Campo Redondo (RN-Brasil). 2015. 85f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: The umbu tree (Spondias tuberosa Arruda) is a fruit native to the northeast of Brazil with great economic, social and ecological importance for the northeastern semi-arid region. Despite its role, the umbu tree has suffered negative pressure thanks to cluttered extractivism and to negative selection of its fruits, which as the deforestation and the dormancy of seeds contribute to the decrease of its production year after year, making necessary studies that contribute to the improvement of this specie and its conservation. Given the risks to the conservation of the specie and its usefulness to the population, the association between plant biotechnology, for being a tool that can be used to increase its production. and the perception of gathering communities, by valuing the point of view and the knowledge of the population, can facilitate its conservation. This work aimed to develop methods of propagation for umbu tree as well as contribute to its conservation by using biotechnology, with specific objectives to contribute to the conservation of this species; determine concentrations of BAP and ANA in the formation of buds; testing the efficiency of different substrates and concentrations of gibberellic acid on germination in vitro and ex vitro, as well as capture the perception of families in communities that engage in the gathering of umbu. To study the germination, the seeds were inoculated in different substrates (vermiculite, vermiculite + clay, clay, clay + manure and manure + vermiculite) and in different concentrations of gibberellic acid (0 mg, 250 g and 500 mg). For the formation of buds BAP to 0.1 mg-1 was associated with different concentrations of ANA (0.2; 0.4; 0.8mg.L-1). The study of perception was conducted by applying semi-structured questionnaire with Malhada Vermelha community. The experiments resulted in vermiculite and concentration of 500 mg gibberellic acid as the best for germination. The association of 0.1 mg.L-1 of BAP to 0.2 mg.L-1 of ANA provided better formation of buds. As to the application of questionnaires, they revealed that the population understands the decreased amount of umbu plants and umbu fruit in the region, as well as shows concern for its conservation.
metadata.dc.description.resumo: O umbuzeiro (Spondias tuberosa Arr. Cam.) é uma frutífera nativa do nordeste brasileiro de grande importância econômica, social e ecológica para o semiárido nordestino. Apesar disso, o umbuzeiro tem sofrido pressão negativa graças ao extrativismo desordenado e à seleção negativa de seus frutos, que junto ao desmatamento e à dormência de sementes contribuem para a diminuição de sua produção ano a ano, tornando necessários estudos que contribuam não só para o melhoramento dessa espécie como para sua conservação. Dados os riscos para a conservação do umbuzeiro e sua utilidade para a população que a associação entre a biotecnologia vegetal, por ser uma ferramenta que pode ser utilizada para aumentar sua produção e a percepção da comunidade extrativista, por valorizar o olhar e o saber da população, podem favorecer sua conservação. Este trabalho teve o objetivo de desenvolver métodos de propagação do umbuzeiro bem como contribuir com a sua conservação usando a biotecnologia, com os objetivos específicos de contribuir para a conservação dessa espécie; determinar concentrações de BAP e ANA na formação de brotos; testar a eficiência de diferentes substratos e concentrações de ácido giberélico na germinação in vitro e ex vitro, assim como captar a percepção de famílias em comunidades que praticam o extrativismo de umbu. Para estudar a germinação as sementes foram inoculadas em diferentes substratos (vermiculita, vermiculita + barro, barro, barro + esterco e esterco + vermiculita) e em diferentes concentrações de ácido giberélico (0mg, 250g e 500mg). Para a formação de brotos BAP a 0,1 mg.L-1 foi associado a diferentes concentrações de ANA (0,2; 0,4; 0,8mg.L-1 ). Para o estudo de percepção foi realizado aplicação de questionário semiestruturado junto à comunidade extrativista de Malhada Vermelha, localizada no município Campo Redondo, RN. Os experimentos resultaram em vermiculita e concentração de 500mg de ácido giberélico como os melhores para germinação. A associação de 0,1 mg.L-1 de BAP à 0,2 mg.L-1 de ANA proporcionaram maior formação de brotos. Quanto à aplicação de questionários, estes revelaram que a população percebe a diminuição da quantidade de umbuzeiros e umbu na região, bem como apresenta preocupação com sua conservação.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19853
Aparece nas coleções:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AdrianaAD_DISSERT_2015.pdf3,05 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.