Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19857
Título: Pesca artesanal entre mudanças socioambientais: estudo de caso na APA Bonfim-Guaraíra/RN-Brasil
Título(s) alternativo(s): Artisanal fisheries between social and environmental change: case study in APA Bonfim-Guaraíra/RN-Brazil
Autor(es): Silva, Luênia Kaline Tavares da
Palavras-chave: Pesca artesanal;Comunidades pesqueiras;Mudanças socioambientais;Área de proteção ambiental
Data do documento: 24-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Luênia Kaline Tavares da. Pesca artesanal entre mudanças socioambientais: estudo de caso na APA Bonfim-Guaraíra/RN-Brasil. 2015. 133f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Artisanal fishing is one of the important economic activities of Rio Grande do Norte (RN), becoming the main form of survival and income for many families. The southern coast of RN has strong fishing tradition, both in exploitation of fish as in the collection of mollusks on the banks of Guaraíra Lagoon (APA Bonfim-Guaraíra). In recent years, fishing communities have become more vulnerable to outside influences, since the socio-economic and environmental changes are exposed. These changes require adjustments to the fishermen to different environmental conditions, as the social and natural systems are driven by reorganization and upgrading processes. The living conditions in fishing communities are objective and necessary in different ways, according to a selection that is cultural, so adaptable. This study has the general objective to analyze the main environmental changes in fishing communities, based on the understanding of fishermen and mollusk fisherwomen about this problem. The specific objectives searched to: describe the socioeconomic profile, prospects and difficulties of fishermen and mollusk fisherwomen; investigate the major social and environmental changes in the fishing communities of Patané and Camocim (Arez/RN). The methodology was qualitative-quantitative with the techniques of observation in the field and open and semistructured interviews applied to representatives of Cologne fishing, fishermen and mollusk fisherwomen. Between the months of January to July 2014 were applied semistructured interviews with 41 interlocutors in Patané and 23 of Camocim; totaling 64 people. The results indicated that the interlocutors are aged 40 to 60 years; have only completed elementary school level; are married and have children; survive on less than a minimum wage income and they are not receiving employment insurance. The case study also revealed that the socioeconomic and environmental problems reflected in changes in reproduction, organization and social division of labor, which generates adaptive changes of families to external influences, resulting directly from other economic activities and market pressure and indirectly from tourism. Therefore, adaptations to changes scenario presented as favorable to economic aspects and unfavorable to the social and environmental aspects. In short, the fishery develops on technical, bureaucratic and financial obstacles, in the everyday needs of men and women is the determining factor in willingness to continue exercising fishing and shell fishing on Guaraíra Lagoon, space representing relations social, practices and customs transmitted in the course of local history through social memory of the oldest to the youngest.
metadata.dc.description.resumo: A pesca artesanal representa uma das mais importantes atividades econômicas do Rio Grande do Norte (RN), constituindo-se na principal forma de sobrevivência e renda para muitas famílias. O litoral sul do RN tem forte tradição pesqueira, tanto na exploração de peixes quanto na coleta de moluscos às margens da Lagoa de Guaraíra (APA Bonfim-Guaraíra). Nos últimos anos as comunidades pesqueiras se tornaram mais vulneráveis às influências externas, uma vez que estão expostas as mudanças socioeconômicas e ambientais. Essas mudanças exigem adaptações dos pescadores às distintas condições do meio, já que os sistemas sociais e naturais são impulsionados por processos de reorganização e readaptação. Assim, o presente estudo tem o objetivo geral de analisar as principais mudanças socioambientais ocorridas em comunidades pesqueiras, a partir do entendimento dos pescadores e marisqueiras sobre essa problemática. Como objetivos específicos buscaram-se: delinear o perfil socioeconômico, as perspectivas e dificuldades dos pescadores e marisqueiras e investigar as principais mudanças sociais e ambientais ocorridas nas comunidades pesqueiras de Patané e Camocim (Arez/RN). A metodologia utilizada foi qualitativo-quantitativa com as técnicas de observação em campo e entrevistas abertas e semiestruturadas aplicadas aos representantes da Colônia de Pesca, aos pescadores e as marisqueiras. Entre os meses de Janeiro a Julho de 2014 foram aplicadas as entrevistas semiestruturadas com 41 interlocutores de Patané e 23 de Camocim; totalizando 64 pessoas. Os resultados indicaram que os interlocutores têm idade entre 40 a 60 anos; possuem apenas o nível de ensino fundamental incompleto; são casados e têm filhos; sobrevivem com um rendimento mensal menor do que um salário mínimo e não estão recebendo o seguro defeso. O estudo de caso também revelou que os problemas socioeconômicos e ambientais refletem em mudanças na reprodução, organização e divisão social do trabalho, gerando modificações adaptativas das famílias às influências externas, advindas diretamente de outras atividades econômicas e da pressão do mercado e indiretamente, do turismo. Dessa forma, as adaptações ao cenário de mudanças se apresentaram como favoráveis aos aspectos econômicos e no que tange aos aspectos socioambientais, desfavoráveis. Em suma, a atividade pesqueira se desenvolve em meio a entraves técnicos, burocráticos e financeiros, circunscritas na necessidade cotidiana de homens e mulheres é o fator determinante na disposição de continuar no exercício da pesca e mariscagem na Lagoa de Guaraíra, espaço que representa as relações sociais, práticas e costumes transmitidos no decorrer da história local através da memória social dos mais velhos para os mais jovens.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19857
Aparece nas coleções:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LueniaKalineTavaresDaSilva_DISSERT.pdf4,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.