Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19921
Título: Adiamento da aposentadoria e o significado do trabalho para servidores de uma universidade federal
Autor(es): Macêdo, Luciani Soares Silva
Palavras-chave: Aposentadoria;Trabalho;Significado;Tomada de decisão
Data do documento: 15-Set-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MACÊDO, Luciani Soares Silva. Adiamento da aposentadoria e o significado do trabalho para servidores de uma universidade federal. 2014. 210f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: This study investigated the intention of the older workers to continue working after state pension age/time. On this way, it explores the relation between this intention and factors related with the meanings of the work and retirement. Specifically, it was examined that factors related to work and non-work are predictors of the intention to continue working, and it was explored if meanings of retirement are linked to this decision. It is a crosssectional mixed methods study, using a survey conducted with 283 federal civil servants of a federal Northeastern University which were near retirement. It envolved an on-line questionnaire, with open-ended questions and the likert-type scale "Older Worker's Intention to Continue Working" (OWICW) of Shacklock and Brunneto (2011), which was validated to the Brazilian version. The quantitative data were analyzed using descriptive and multivariate statistics, specifically procedures for comparing means and coefficients of multiple logistic regression. The qualitative data were analyzed using the lexicographical technique Descending Hierarchical Classification. The findings indicate that most participants want to continue in paid work, and that perception of personal autonomy at work, interpersonal relationships at work, interests outside of work, and flexible working arrangements are significant predictors of intention to continue working. Furthermore, the perception of personal autonomy at work, flexible working arrangements, and the financial incentives are predictors of decision to postpone retirement and remain in the organization. The analysis revealed five patterns of meanings of retirement: "worker's right", "resting", "idle time at home", "new stage in the life course", and "enjoy the use of time”. The decision to postpone retirement is linked to idleness and lack of substitutionary activities work, and the decision to stop working linked to retirement as a life with more quality. The study provides information that can contribute with management policies before the process of retirement decision.
metadata.dc.description.resumo: Este estudo investigou a intenção de continuar trabalhando além do tempo obrigatório de contribuição, explorando a relação dessa intenção com fatores relacionados ao significado do trabalho e aposentadoria. Especificamente, examinou que fatores relacionados ao trabalho e não-trabalho são preditores da intenção de continuar trabalhando, explorando ainda, se significados da aposentadoria vinculam-se à essa decisão. A pesquisa, de corte transversal e com desenho de métodos mistos incorporados, abrangeu 283 servidores de uma universidade federal do Nordeste que se encontravam próximos à aposentadoria. Envolveu a aplicação de um questionário on line, composto por questões abertas e pela escala Older Worker´s Intention to Continue Working (OWICW) de Shacklock e Brunetto (2011), que inicialmente foi submetida à adaptação transcultural. Os dados quantitativos foram submetidos a análises descritivas e multivariadas, sendo especificamente calculadas diferenças entre médias e coeficientes de regressão logística múltipla. Os dados textuais foram analisados utilizando a técnica lexicográfica de Classificação Hierárquica Descendente. Os resultados revelaram que a maioria dos participantes querem continuar no trabalho remunerado, sendo preditores dessa intenção a percepção de autonomia pessoal no trabalho, a interação interpessoal no trabalho, interesses fora do trabalho, e condições flexíveis de trabalho. Quanto à decisão de adiar a aposentadoria e permanecer na organização, são fatores preditivos a autonomia pessoal, condições flexíveis de trabalho, e o incentivo financeiro (abono de permanência). A análise textual revelou a existência de cinco padrões de significados de aposentadoria: direito do trabalhador, descanso, ficar em casa ocioso, nova etapa de vida, tempo de usufruir a vida. A decisão de adiamento está vinculada à aposentadoria como ociosidade e ausência de atividades substitutivas ao trabalho, e a decisão de parar o trabalho vinculada à aposentadoria como uma vida com mais qualidade. O estudo propicia informações que podem subsidiar políticas de gestão diante do processo de decisão trabalho-aposentadoria.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19921
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LucianiSoaresSilvaMacedo_DISSERT.pdf3,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.