Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20180
Título: Estudo do tratamento sequencial (adsorção e eletro-oxidação) para remediação de efluente sintético contaminado com BTX
Título(s) alternativo(s): Study of sequential treatment (adsorption and electrooxidation) for synthetic effluent remediation contaminated with BTX
Autor(es): Almeida, Camila Carvalho de
Palavras-chave: BTX;Eletro-oxidação;Adsorção;Tratamento sequencial
Data do documento: 26-Jan-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALMEIDA, Camila Carvalho de. Estudo do tratamento sequencial (adsorção e eletro-oxidação) para remediação de efluente sintético contaminado com BTX. 2015. 102f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Engenharia de Petróleo) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: This paper proposed the study of the treatment of a synthetic wastewater contaminated with BTX by electro-oxidation batch with the anode of Ti/PbO2, and the adsorption of BTX using expanded perlite as adsorbent material, and to evaluate the best operating conditions both methods in order to perform a sequential treatment (adsorption and electro-oxidation) and achieve greater efficiency in the removal of the compounds. The operating conditions were measured: temperature, current density and applied amount of the adsorbent material, by UV-VIS analysis and Demand Chemical oxygen demand (COD). According to the experimental results, the electro-oxidative treatment was efficient in the degradation of the compounds BTX (benzene, toluene and xylenes) in synthetic sewage due to the electrochemical properties of the anode of Ti/PbO2. The applied current density and temperature promoted increased efficiency of COD removal, reaching obtain percentages greater than 70%. In the adsorption process, the temperature increase was not a factor in the removal of organic matter, while the increase in the amount of adsorbent material led to an increase in the percentage removal, obtaining 66.30% using 2 g of adsorbent. The selected operating conditions of both treatments performed separately take into account the removal efficiency of organic matter, and the low energy consumption and operating costs, so the sequential treatment were satisfactory reaching 87.26% of COD removal using adsorption as a pretreatment. Quantification of BTX through the analysis of gas chromatography at the end of the treatments also confirmed the removal efficiency of organic compounds, giving outstanding advantages to sequential treatment.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho propôs o estudo do tratamento de um efluente sintético contaminado com BTX por eletro-oxidação em batelada com o ânodo de Ti/PbO2, e a adsorção de BTX utilizando perlita expandida como material adsorvente, tendo como objetivo avaliar as melhores condições operacionais em ambas as metodologias a fim de realizar um tratamento sequencial (adsorção e eletro-oxidação) e obter uma maior eficiência na remoção dos compostos. As condições operacionais avaliadas foram: temperatura, densidade de corrente aplicada e quantidade de material adsorvente, através de análises de UV-vis e Demanda Química de Oxigênio (DQO). De acordo com os resultados experimentais obtidos, o tratamento eletro-oxidativo se mostrou eficiente na degradação dos compostos BTX (Benzeno, Tolueno e Xilenos) no efluente sintético em razão das propriedades eletrocatalíticas do ânodo de Ti/PbO2. A densidade de corrente aplicada e a temperatura promoveram o aumento da eficiência da remoção de DQO, chegando a obter percentuais superiores a 70%. No processo de adsorção, o aumento da temperatura não se mostrou um fator determinante para a remoção da matéria orgânica, enquanto que o aumento na quantidade de material adsorvente levou a um acréscimo no percentual de remoção, obtendo 66,30% utilizando 2g de adsorvente. As condições operacionais selecionadas de ambos os tratamentos realizados separadamente levaram em consideração a eficiência de remoção da matéria orgânica, e o baixo consumo energético e custos operacionais, logo, o tratamento sequencial se mostrou satisfatório atingindo 87,26% de remoção de DQO utilizando a adsorção como um pré-tratamento. A quantificação do BTX através das análises de cromatografia gasosa ao término dos tratamentos também confirmou a eficiência da remoção dos compostos orgânicos, outorgando proeminentes vantagens ao tratamento sequencial.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20180
Aparece nas coleções:PPGCEP - Mestrado em Ciência e Engenharia do Petróleo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CamilaCarvalhoDeAlmeida_DISSERT.pdf3,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.