Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20340
Título: Relação entre qualidade de vida, capacidade de exercício e qualidade de sono de crianças asmáticas
Autor(es): Furtado, Priscilla Rique
Palavras-chave: Asma;Criança;Qualidade de vida;Exercício;Dispneia;Sono
Data do documento: 20-Mar-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FURTADO, Priscilla Rique. Relação entre qualidade de vida, capacidade de exercício e qualidade de sono de crianças asmáticas. 2015. 50f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Introduction: The determination of the quality of life (QoL) of asthmatic children is important because, severe or poorly controlled asthma symptoms, may prevent participation in sports activities, impairs sleep and school performance, which contributes to worse quality of life. Objectives: To evaluate the relationship between quality of life, exercise capacity, and quality of asthmatic children sleep. Objectives: To avaluate the relationship between quality of life, exercise capacity and capacity of sleep of asthmatic children. Methods: This study is an observational cross sectional. Dyspnea and fatigue of the lower limbs were assessed by the 10-point Borg scale category-ratio (CR 10); spirometry, using a digital portable spirometer KOKO® (Longmont, United States of America); quality of sleep and presence of sleep disorders, using The Sleep Disturbance Scale for Children (SDSC); for functional capacity, the 6MST was used; and for quality of life, the Pediatric Asthma Quality of Life Questionnaire (PAQLQ). The accelerometer Actilife GT3X was used for physical activity level classification. We used the SPSS 17, assigning the significance level of 5%, and Kolmogorov-Smirnov test for normality of data. Descriptive statistics are given as mean, standard deviation and percentage. The "t" test and oneway ANOVA were used for comparative analysis of the quality of life. The Pearson correlation coefficient was used between quantitative variables and PAQLQ scores. Multiple linear regression analysis (backward method) between the variables that correlated were made. Results: were 45 asthmatic children of both sexes (60% - male), at age 7-12 years. Among them, 51.1% had asthma intermittently to light, and 48.9% had moderate to severe asthma. The following sleep disorders were observed: sleep-disordered breathing (n = 20), sleep hyperhydrosis (n = 12), and disorders of initiating and maintaining sleep (n = 2). The sample consisted of 71.1% of sedentary children or with low physical activity level. The 6MST-T average was 175.9 ± 32.9. QQVAP mean for the Total score and domains: symptoms, activity limitation (AL) and emocional function (EF) were, respectively, 5.5±1.2; 5.6±1.3; 4.9±1.4; 5.7±1.3. Asthma severity, sleep quality, and dyspnea felt after 6MST, explained 31% of the change in total score QQVAP, and 35.6% of domain symptoms. Dyspnea after 6 minutes of TD6, 7.2% for the AL field and gravity level in combination with sleep, to 16.2% explained EF score. Conclusion: The findings of this study suggest that in asthmatic children, the quality of life may be related to asthma severity, sleep quality, and dyspnea felt after exercise.
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A determinação da qualidade de vida (QV) de crianças asmáticas é importante, pois, a asma grave ou com sintomas mal controlados, pode impedir a participação em atividades esportivas, prejudica o sono e o rendimento escolar, o que contribui para uma qualidade de vida ruim9 . Objetivos: Avaliar a relação entre qualidade de vida, capacidade de exercício, e qualidade de sono de crianças asmáticas. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo observacional do tipo analítico transversal. A dispneia e a fadiga de membros inferiores foi alvaliada através da Escala 10-point Borg category-ratio (CR10); a espirometria, utilizando um espirômetro portátil digital KOKO® (Longmont, Estados Unidos da América); a qualidade de sono e presença de distúrbios do sono, utilizando a Escala de distúrbio de sono para crianças (EDSC); a capacidade funcional, pelo teste do degrau de 6 minutos (TD6); e a qualidade de vida pelo Questionário sobre a Qualidade de Vida na Asma Pediátrica (QQVAP). O acelerômetro Actilife GT3X foi usado para classificação do nível de atividade física. Foi utilizado o SPSS 17, nível de significância de 5%, e o teste de Kolmogorov-Smirnov para normalidade de dados. A estatística descritiva se deu através de médias, desvio padrão e porcentagem. Os testes “t” e ANOVA oneway foram usados para análises comparativas da qualidade de vida. O coeficiente de correlação de Pearson foi utilizado entre as variáveis quantitativas e os escores do QQVAP. Foram realizadas análises de regressão linear múltipla (método backward) entre as variáveis que se correlacionaram. Resultados: Participaram 45 crianças asmáticas de ambos os sexos (60% - masculino), de faixa etária entre 7-12 anos. Dentre elas, 51,1% tinham asma de intermitente à leve, e 48,9% tinham asma moderada à grave. Os distúrbios observados foram: Distúrbio respiratório de sono (n=20), Hiperhidrose do sono (n=12), e Distúrbio de início e manutenção do sono (n=2). A amostra foi composta por 71,1% de crianças sedentárias ou com nível de atividade física leve. A média de TD6-T foi 175,9±32,9. As médias do QQVAP para o escore Total, e domínios: sintomas (S), limitação de atividades (LA) e Função emocional (FE), foram respectivamente, 5,5±1,2; 5,6±1,3; 4,9±1,4; 5,7±1,3. A gravidade da asma, a qualidade de sono, e à dispneia sentida após o TD6, explicaram 31% da variação do escore total do QQVAP, e 35,6% do domínio de sintomas. A dispneia após o 60 minuto de TD6 explicou a 7,2% para o domínio LA, e a gravidade em conjunto com o sono, explicaram 16,2% para o escore FE. Conclusão: Os achados do presente estudo sugerem que em crianças asmáticas, a qualidade de vida pode estar relacionada à gravidade da asma, a qualidade de sono, e à dispneia sentida após exercícios físicos.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20340
Aparece nas coleções:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PriscillaRiqueFurtado_DISSERT.pdf1,51 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.