Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20346
Título: O caminho para as secas: as imigrações para o semiárido setentrional
Autor(es): Nascimento, Tiago Carlos Lima do
Palavras-chave: Sertão;Urbanização;Imigração;Crescimento populacional;Seletividade migratória
Data do documento: 24-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: NASCIMENTO, Tiago Carlos Lima do. O caminho para as secas: as imigrações para o semiárido setentrional. 2015. 120f. Dissertação (Mestrado em Demografia) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Brazilian Northeast region has historically had a massive process of emigration, which has been caused by semiarid rigorous droughts, tied to poor living conditions and low HDI. These are the factors that could explain this significant mobility pattern towards the South and Southeast of the country. However, the Northeast has been modifying its role in the national migration context. The region’s states have presented, in recent years, decreasing emigration rates and increasing immigration rates, which indicates new patterns of Brazilian migration flows through a greater importance of return migration. Taking into account that the new patterns of population distribution are dialectally correlated to the productive restructuring contexts in the Northeast, which have been undertaking different shapes lately, at the same time that we verify increasing return migration into the area, we look forward to analyzing the Northern Semiarid flows in order to identify and recognize the new roles of the cities in this region as spaces of population attraction in the Northeast, which has a singular migration dynamic and emerges as a locus of pull and turnover spaces that polarize the flows regionally. In this sense, the Northern Semiarid has had a migration attractiveness directly linked to the urbanization process that has taken place in the region, as well as to the boosting of shortdistance migration flows. In order to develop this research, we analyzed individual migrant characteristics that are singular in relation to what is commonly attributed to certain migrant typologies, such as direct migrants, return migrants and non-immigrant populations. This indicates that, despite the region general inequality context, the Northern Semiarid migrants hold better social indicators than the other traditional emigrants in the area. The increasing share of older and female migrant groups, as well as raising school enrollment rates, are elements that help us to understand this new migration context and the recent roles undertaken by migrants in a moment of increasing public policies’ investments in the Northern Semiarid.
metadata.dc.description.resumo: A região Nordeste do Brasil foi, historicamente, uma região expulsora de sua população, tendo como fatores que motivaram estes padrões de mobilidade, o rigor climático das estiagens sazonais da região semiárida, atrelado a condições de vida precárias e um baixo IDH. Estes seriam os fatores que causariam a expressiva emigração na região em direção ao Sul/Sudeste do país. Contudo, o Nordeste vem mudando o seu papel atuante no contexto migratório nacional. As UF’s do Nordeste vêm apresentando uma diminuição em suas taxas de emigração e um aumento em suas taxas de imigração, indicando as novas tendências nos fluxos migratórios brasileiros através da maior participação da migração de retorno. Considerando que as novas formas de distribuição da população ocorrem de forma dialética com os contextos da reestruturação produtiva no Nordeste que vem tomando diferentes formas nas décadas recentes, concomitante ao aumento do retorno migratório e maior participação de seus efeitos indiretos nos fluxos em direção ao Nordeste, buscamos nesta pesquisa analisar os fluxos de migração no Semiárido Setentrional para identificar e reconhecer os novos papéis que as cidades do sertão estão desempenhando como espaços de atração populacional no Semiárido Setentrional que possui uma dinâmica migratória própria e desponta com espaços de atração e de rotatividade migratória que polarizam os fluxos regionalmente. Desta forma o Semiárido Setentrional possui esta atratividade migratória diretamente ligada ao processo de urbanização que a região vem passando e com o aumento das migrações em curta distância. A fim de realizar esta análise, analisamos as características individuais dos migrantes que possuem especificidades entre as tipologias de migrantes diretos,migrantes retornados e populações nãomigrantes, indicando que apesar do contexto de desigualdades sociais ainda ser evidente no Semiárido Setentrional, os seus imigrantes se caracterizam com melhores indicadores sociais que os emigrantes tradicionais da região. O aumento na participação dos grupos migrantes mais velhos, maior proporção de mulheres migrantes, e o aumento no grau de escolarização são elementos que nos auxiliam a compreender este novo contexto migratório e o papel destes migrantes nos novos contextos de produção e de investimento em políticas públicas que o Semiárido Setentrional vem passando.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20346
Aparece nas coleções:PPGDEM - Mestrado em Demografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TiagoCarlosLimaDoNascimento_DISSERT.pdf2,32 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.