Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20362
Título: Suplementação de antioxidante ácido ascórbico na dieta de camundongos MDX (um modelo de distrofia muscular de Duchenne): repercussões morfológicas no músculo liso (estrutura primária) e no plexo mioentérico (estrutura secundária) do íleo
Autor(es): Lisboa, Marcelo José Santiago
Palavras-chave: Distrofia muscular de Duchenne;Antioxidante;Ácido ascórbico;Tecido muscular;Plexo mioentérico;Aspectos morfofuncionais;Íleo
Data do documento: 26-Ago-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LISBOA, Marcelo José Santiago. Suplementação de antioxidante ácido ascórbico na dieta de camundongos MDX (um modelo de distrofia muscular de Duchenne): repercussões morfológicas no músculo liso (estrutura primária) e no plexo mioentérico (estrutura secundária) do íleo. 2015. 85f. Dissertação (Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: The Duchenne muscular dystrophy (DMD) is a hereditary disease where there is a lack of dystrophin protein, leading to severe injury myopathy frames resulting from increased oxidative stress and Ca + influx. Lesions on intestinal smooth muscle can compromise the local motility due to changes in the very muscular layer structure as well as the morphological and functional changes in the myenteric plexus structures. This study aimed to evaluate changes in the muscular wall and myenteric cholinergic neurons of the ileum of mdx mice, and the effects of supplementation with ascorbic acid (AA) in these two components. 30 male C57BL / 10 and 30 C57BL / 10Mdx separated into groups according to age and treatment (n = 10) were control at 30 days old (C30); dystrophic 30 days of age (D30); control with 60 days of age (C60); dystrophic with 60 days of age (D60); control at 60 days of age supplemented with ascorbic acid (200mg / kg body weight) (CS60) and dystrophic 60 days of age supplemented with ascorbic acid (200mg / kg body weight) (DS60). After the trial period the animals were euthanized and ileus have been collected and processed following the histological routine and stained by Masson's technique of Masson and for immunohistochemical technique of acetylcholinesterase in total membrane prepared. The data demonstrated that the thickness of the muscularis (μm) and smooth muscle area (μm 2) of the ileum was lower in dystrophic groups, especially Group D30. In animal DS60 the thickness of the muscular layer was similar to the C60. Decreased cholinergic neuronal density of the myenteric plexus of the ileum was lower in D30 animals, but this was similar in animals 60 days without treatment (C60 and D60) and higher in DS60 animals. Cell body profile area (μm 2) was similar in animals of C30-C60 and D30-D60, but is was higher in DS60. The nuclear area ratio / cytoplasmic area was lower in D30 and DS60 and higher in D60. Thus we conclude that mdx mice occur in significant changes in the morphology of the muscular layer and, consequently, morphological and functional changes of cholinergic neurons of the myenteric plexus of the ileum and that supplementation with AA had neuroprotective effects in these animals as preventing loss Neuronal.
metadata.dc.description.resumo: A Distrofia Muscular de Duchenne (DMD) é uma doença de caráter hereditário onde ocorre a ausência da proteína distrofina, levando a quadros de lesão miopatia grave decorrentes do aumento do estresse oxidativo e influxo de Ca+. Lesões na musculatura lisa intestinal podem comprometer a motilidade local devido a alterações da estrutura da própria túnica muscular, bem como, a mudanças morfofuncionais das estruturas do plexo mioentérico. Este trabalho teve por objetivo avaliar as mudanças ocorridas na túnica muscular e nos neurônios mioentéricos colinérgicos do íleo de camundongos mdx e, os efeitos da suplementação com ácido ascórbico (AA) nestes dois componentes. Foram utilizados 30 camundongos machos C57BL/10 e 30 C57BL/10Mdx separados em grupos de acordo com a idade e tratamento (n=10): controle com 30 dias de idade (C30); distrófico com 30 dias de idade (D30); controle com 60 dias de idade (G60); distrófico com 60 dias de idade (D60); controle com 60 dias de idade suplementados com ácido ascórbico (200mg/kg de peso corporal) (CS60) e, distrófico com 60 dias de idade suplementados com ácido ascórbico (200mg/kg de peso corporal) (GDS60). Após o período experimental os animais foram eutanasiados e os íleos foram coletados e processados seguindo a rotina histológica e corados pela técnica de Tricrômico de Masson e, para técnica histoquímica da Acetilcolinesterase em preparados totais de membrana. Os dados demonstraram que a espessura da túnica muscular (µm) e a área de músculo liso (µm2) do íleo foi menor nos grupos distróficos, especialmente no grupo D30. Nos animais de DS60 a espessura da túnica muscular foi semelhante aos de C60. Houve redução da densidade neuronal colinérgica do plexo mioentérico do íleo foi menor nos animais D30, porém esta foi semelhante nos animais de 60 dias sem tratamento (C60 e D60) e, maior nos animais DS60. Área do perfil do corpo celular (µm2) foi semelhante nos animais de C30-D30 e C60-D60, porém está foi maior em DS60. A razão área nuclear/área citoplasmática foi menor em D30 e DS60 e, maior em D60. Desta forma podemos concluir que em camundongos mdx ocorrem alterações significativas na morfologia da túnica muscular e, consequentemente, mudanças morfológicas e funcionais dos neurônios colinérgicos do plexo mioentérico do íleo, bem como, que a suplementação com AA teve efeito neuroprotetor nestes animais pois prevenindo a perda neuronal.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20362
Aparece nas coleções:PGBIOEF - Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarceloJoseSantiagoLisboa_DISSERT.pdf3,02 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.