Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20496
Title: Análise de durabilidade da ponte do Rio do Carmo utilizando ensaios não destrutivos, norma DNIT e a metodologia GDE/UNB
Other Titles: Analysis of durability of Carmo River bridge using non-destructive tests, standard DNIT and methodology GDE/UNB
Authors: Medeiros, Alisson Gadelha de
Keywords: Concreto armado;Pontes;Manifestações patológicas;Durabilidade
Issue Date: 28-Aug-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MEDEIROS, Alisson Gadelha de. Análise de durabilidade da ponte do Rio do Carmo utilizando ensaios não destrutivos, norma DNIT e a metodologia GDE/UNB. 2015. 165 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2015.
Portuguese Abstract: A durabilidade das estruturas de concreto armado tem motivado muitas pesquisas, considerando os altos custos dos reparos em muitas situações, como é o caso das pontes, bem como os prejuízos causados pela necessidade de interdição quanto aos serviços de recuperação. Neste sentido, este trabalho tem como objetivo avaliar as condições de durabilidade da Ponte do Rio do Carmo com 90,90 metros de extensão. Esta foi construída em 1976 e está localizada no Km 36 da rodovia brasileira BR-110, entre os municípios de Areia Branca/RN e Mossoró/RN, em região de elevada agressividade ambiental. Para realização deste estudo, foram identificadas as manifestações patológicas presentes, utilizando metodologias de inspeções: Norma DNIT 010/2004 - PRO e a GDE/UnB. Com isto, a partir delas, pôde-se verificar que, as maiores incidências dos danos sofridos foram na superestrutura, na mesoestrutura e em outros elementos estruturais, como as vigas de fachada. Ademais, de acordo com este levantamento, foi possível quantificar a deterioração da estrutura; de forma que se obteve nota técnica igual a 3 segundo a norma DNIT, caracterizando-a como uma obra “potencialmente problemática”, e grau de deterioração global da estrutura (Gd) igual 65,05, classificando-a em nível “Alto”. Em comparativo entre ambas metodologias aplicadas, a mais conservadora foi a GDE/UnB, devido a riqueza de detalhes em sua análise. Quanto, a realização dos ensaios não destrutivos, mostrou-se boa homogeneidade do concreto perante o ensaio de esclerometria. Para as medidas de ultrassom, foi identificada a qualidade do concreto como “regular” e possibilitou a estimativa do módulo de elasticidade e resistência em 17,60 GPa e 13,51 MPa, respectivamente. Já o ensaio de profundidade de carbonatação, foram aferidas medidas em valores de 0,00 a 19,00 mm e, no o ensaio de presença de cloretos, verificaram-se maiores medidas, sendo a maior delas igual 22,80 mm. Porém, ambas não atingiram a profundidade do aço, 30 mm. No ensaio de potencial de corrosão, a maior parte da medição foi numa faixa de -150 a -250 mV, que indica probabilidades de 10 a 90% de corrosão. Todos esses resultados podem concluir que, a Ponte do Rio do Carmo, necessita de reparos nos elementos estudados nesta pesquisa e aliados outras inspeções mais detalhadas, poderá se planejar a solução mais adequada quanto aos aspectos de segurança e economia.
Abstract: The durability of reinforced concrete structures has motivated many researches, considering the high cost of repairs in many situations, such as bridges, as well as the damage caused by the need to ban regarding recovery services. Thus, this study aims to assess the conditions of durability of the bridge over the Carmo River with 90.90 meters long. This was built in 1976 and is located at km 36 of the BR-110 highway, between the municipalities of Areia Branca/RN and Mossoró/RN, in environmentally high aggression region. For this study, non-destructive tests were done on that proved to be good homogeneity of the concrete before the rebound hammer testing. For ultrasound measures the quality of the concrete was identified as "regular" and enabled the estimation of the dynamic modulus of elasticity and strength of 13.51 MPa and 17.60 GPa, respectively. The carbonation depth assay gave values in steps of 0.00 to 19.00 mm and the testing of the presence of chlorides, there were larger dimensions, most of them being equal to 22.80 mm. However, both did not reach the depth of the steel, 30 mm. The corrosion potential of the test, most of the measurement concentrated in a range of -150 to -250 mV which indicates probabilities of 10 to 90% corrosion. Pathological present manifestations were identified using inspection methods: a standard DNIT 010/2004 and GDE / UnB. With this, from them, it was observed that the highest incidence of injuries suffered were in the superstructure, the mesostructure and other auxiliary elements such as the facade beams. Furthermore, according to this lifting, it was possible to quantify the deterioration of the structure; so that was obtained technical score equal to 3 in accordance with standard DNIT 010/2004, characterizing it as a work "potentially problematic", and overall degree of deterioration of the structure (Gd) equal to 64.03 classifying the level "High". In comparison between both methodologies, the GDE/UnB resulted in greater accuracy, due to richness of detail in your analysis. All these results indicate that the bridge study, needs repairs in the elements studied in this research and allies for more specific inspections, will be able to plan the most appropriate solution in relation to safety aspects and economics.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20496
Appears in Collections:PPEC - Mestrado em Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AlissonGadelhaDeMedeiros_DISSERT.pdf4,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.