Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20542
Título: Práticas com grupos e orientação psicanalítica: do relato de uma experiência à questão da formação do analista
Autor(es): Holanda, Suely Alencar Rocha de
Palavras-chave: Psicanálise lacaniana;Psicanálise aplicada;Escuta em grupo;Educador infantil
Data do documento: 8-Jun-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: HOLANDA, Suely Alencar Rocha de. Práticas com grupos e orientação psicanalítica: do relato de uma experiência à questão da formação do analista. 2015. 1241 f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2015.
Resumo: The thesis is within the field of psychoanalysis, a Freudian-Lacanian perspective and deals with the possibility of individual production in a group setting, from listening experience in a group of teachers of NEI-CAP/ UFRN, between 2007 and 2009. The direction taken in listening aims desire beyond the demand and sustains a not know instead of addressing the speeches, promoting the circulation of the word and the emptying of the crystallized meanings. The ethical demand to put into discussion the very practice with regard to the fundamentals of psychoanalysis is a result of analytic assumed. The construction of clinical reports from notes has highlighted some of the listening effects. Changes in the subjective position on the part of some teachers, consisting of unique productions similar to the subjective rectification, with significant consequences for the children that they occupy. A literature review on analytical practice with groups allowed locate the preservation of singularities as delimitation of analytical orientation. As discussions backdrop of such practices, the application of psychoanalysis theme refers to the training analyst. The route with some seminars and writings of Lacan on this topic, culminating their resumes in light of their formulations about the analytic act, extracted a seizure more precise about the formation of the analyst. Issue that demands to be replaced every turn, implies the production of a desire warned of the impossible at stake in demand. In light of the analytic act, the passage from analysant to analyst shall result in forfeiture of the subject supposed to know, which is reduced to the waste in which the analysant‟s object a was became. The listening device group promotes analytical purposes, preserving the uniqueness and highlighting the incidence of analytical orientation. The size of a warned desire operating in listening is what is responsible for the function of the analyst experience.
metadata.dc.description.resumo: A tese se insere no campo da psicanálise, numa perspectiva freudo-lacaniana e trata da possibilidade de produção singular em contexto de grupo, a partir de experiência de escuta em grupo aos professores do NEICAp/UFRN, entre 2007 e 2009. A direção assumida na escuta distingue o desejo da demanda e sustenta um não saber no lugar do endereçamento das falas, promovendo a circulação da palavra e o esvaziamento das significações cristalizadas. A revisão de literatura sobre a prática analítica com grupos permite localizar que é em relação à orientação freudo-lacaniana que se justifica a questão tratada no trabalho. À luz da produção dos analistas lacanianos a especificidade da psicanálise articula-se ao tema da formação do analista, a partir do qual interrogam-se os limites de sua aplicação. Da orientação analítica assumida decorre a exigência ética de colocar em discussão a própria prática à luz dos fundamentos da psicanálise. A tese conta com quatro capítulos de aportes teóricos, três capítulos que trazem fragmentos da experiência, na forma de relatos clínicos e sua discussão à luz dos achados teóricos, e um capítulo de considerações finais. Os achados dessa experiência testemunham mudança de posição subjetiva das professoras, com consequências significativas para algumas crianças. Essas mudanças de posição subjetiva, verificadas nos relatos clínicos equivalem-se à retificação subjetiva. Conclui-se que esse dispositivo de escuta em grupo preserva a singularidade, promovendo efeitos analíticos e evidenciando a incidência da orientação analítica.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20542
Aparece nas coleções:PPGPSI - Doutorado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SuelyAlencarRochaDeHolanda_TESE.pdf994,44 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.