Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20633
Title: Estudo da variabilidade da deriva vertical do plasma ionosférico sobre a região de Natal/RN, Fortaleza/CE e Cachoeira Paulista/SP para alguns casos de tempestades magnéticas de abril a setembro de 2000
Authors: Serafim, Cleiton Cruz
Keywords: Latitudes equatoriais;Deriva vertical da camada F. Ionossonda
Issue Date: 18-Aug-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SERAFIM, Cleiton Cruz. Estudo da variabilidade da deriva vertical do plasma ionosférico sobre a região de Natal/RN, Fortaleza/CE e Cachoeira Paulista/SP para alguns casos de tempestades magnéticas de abril a setembro de 2000. 2015. 94f. Dissertação (Mestrado em Ciências Climáticas) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Neste trabalho, estão sendo apresentados os resultados da investigação sobre a variação da deriva vertical do plasma da camada F que comumente ocorre nos períodos próximos ao pôr-do-sol (entre 21UT – 22UT), e que consiste em uma subida no período do dia e uma descida no período noturno da camada F sobre os municípios de Natal/RN (33.7º O, 5.6º S), Fortaleza/CE (38.45º O, 3.9º S) e Cachoeira Paulista/SP (45.0ºO, 22.7º S). Para isso, utilizou-se dados (ionogramas) de altura virtual ( h' ) em função da frequência para a camada F da ionosfera. Esses dados foram coletados por meio da ionossonda tipo CADI (Canadian Advanced Digital Ionosonde) para as cidades de Natal e Fortaleza, e pela digissonda DPS para a cidade de Cachoeira Paulista. Foram considerados apenas os dados disponíveis de 2000, ano de solar máximo. Com os dados de altura virtual ( h' ) reduzidos nas frequências de 5 e 6MHz, o passo seguinte foi o cálculo do Vz. Os resultados mostraram que a variabilidade da velocidade de deriva vertical da camada F da ionosfera em períodos de tempestades magnéticas está relacionada tanto à penetração de campos elétricos quanto aos campos elétricos do dínamo perturbado.
Abstract: In this work are presented the results of research on the variation of vertical plasma drift from the F layer that commonly occurs during the period close to the going down of the sun (between 21UT - 22UT), and consisting of an increase in the F layer in time of day and a drop at night on the cities of Natal / RN (The 33.7º, 5.6º S), Fortaleza / CE (38.45º O, 3.9º S) and Cachoeira Paulista / SP (45.0ºO, 22.7º S ). Thus, data was used (ionograms) virtual height t ( h' ) as a function of the frequency F for the layer of the ionosphere. These data were collected through ionossonda type CADI (Canadian Advanced Digital Ionosonde) to the cities of Natal and Fortaleza, and the Digisonde DPS to the town of Cachoeira Paulista. They considered only the data available 2000 maximum solar year. With the virtual height ( h' ) data reduced in the frequencies of 6MHz and 5MHz, the next step was to calculate. The results showed that the variability of the vertical drift rate F ionospheric layer periods of magnetic storms is related both to the penetration of the electric fields as the disturbance dynamo electric fields.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20633
Appears in Collections:PPGCC - Mestrado em Ciências Climáticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstudoVariabilidadeDeriva_Serafim_2015.pdf2.55 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.