Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20733
Título: "Aqui se faz Gostoso”: uma etnografia do turismo em São Miguel do Gostoso (RN)
Autor(es): Almeida Filho, Paulo Gomes de
Palavras-chave: Etnografia;Turismo;Comunidade pesqueira;Mudança social;Litoral nordeste do RN
Data do documento: 28-Mar-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALMEIDA FILHO, Paulo Gomes de. "Aqui se faz Gostoso”: uma etnografia do turismo em São Miguel do Gostoso (RN). 2014. 100f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: This study it is an ethnography on the process of the tourist coast area of São Miguel do Gostoso, whose origin is made from a village of traditional fishermen located on the northeast coast of Rio Grande do Norte. From the late 90s, there were the first initiatives that transformed São Miguel do Gostoso in one of the state's major tourist destinations. The municipality is promoted within the national and international tourism scene through the sun and beach tourism - whose object of consumption is the natural landscape - and sports tourism - which exploited element is the "natural" geographic location (in the continent curve) of municipality that provides winds considered ideal for the practice of “Kitesurfing “ and Windsurfing. From this context, this ethnography had as a theme the social changes promoted by the tourism process in place here addressed, taking into account the perceptions produced by the actors involved in this social net. In this qualitative research, I endeavored to me in the methodological use of ethnographic techniques - bibliographic and field research, participant observation, open and structured interviews recorded by recording and field notes and photographic record. I also made use of theoretical tools and methodology inherent in ciberetnografia when analyzing the blogs and websites of intermediaries and institutions linked to local tourism.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho se constitui em uma descrição etnográfica sobre um fenômeno social ai nda em vigor, o processo de turistificação do município de São Miguel do Gostoso."Gostoso" - como é localmente conhecido - teve origem a partir de uma antiga vila de pescadores no litoral nordeste do Rio Grande do Norte. A partir dos anos de 1990, em São Miguel do Gostoso, deu-se início às primeiras iniciativas que vieram a transformar o município em um dos principais destinos turísticos do Rio Grande do Norte. As adoções de práticas turísticas engendraram mudanças na configuração do espaço e nas práticas cotidianas, descaracterizando a localidade dos ares de vila pesqueira. O município se promove, enquanto "atrativo turístico" através de seus recursos naturais - turismo de sol e praia, e também através do regime de ventos que propiciam à pratica de alguns esportes náuticos. Nesta pesquisa qualitativa, empenhamos-nos no emprego metodológico de técnicas etnográficas - pesquisa bibliográfica e de campo, observação participante, entrevistas abertas e estruturadas registradas através de gravação ou no caderno de campo, registros fotográficos e através de desenhos. Fizemos ainda o uso de instrumentos mediadores ligados ao turismo local. Desta forma, esta etnografia versa sobre as mudanças e seus impactos sobre a comunidade aqui tratada, levando em consideração as vozes dos atores envolvidos nesta trama social: o processo de turistificação de um antigo núcleo pesqueiro.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20733
Aparece nas coleções:PPGAS - Mestrado em Antropologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PauloGomesDeAlmeidaFilho_DISSERT.pdf6,7 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.