Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20806
Título: Avaliação da imagem corporal de mulheres submetidas à cirurgia oncológica mamária
Título(s) alternativo(s): Evaluation of body image of women undergoing breast cancer surgery
Autor(es): Souza, Juliana Raquel Silva
Palavras-chave: Enfermagem;Imagem corporal;Neoplasias da mama;Mastectomia;Cirurgia de câncer de mama
Data do documento: 20-Nov-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUZA, Juliana Raquel Silva. Avaliação da imagem corporal de mulheres submetidas à cirurgia oncológica mamária. 2015. 100f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Breast cancer is the second type of cancer that affects more women of reproductive age in Brazil. Surgical treatments include: conserving surgery or mastectomy. Aimed to evaluate body image of women undergoing breast cancer surgery, based on the scale Body Image After Breast Cancer Questionnaire. It is a descriptive, exploratory, transversal, with a quantitative approach. Data were collected in Norte-riograndense League Against Cancer, between the months from March to May 2015, after consideration of the Research Ethics Committee of that institution CAEE 35155714.1.0000.5293. The study population consisted of women undergoing breast onco-surgery. To calculate the sample considered the finite population, totaling 120 subjects, collected four guys the most. Data were analyzed by the software Statistical Package for Social Sciences version 20.0. The domain scores of the scale were evaluated using descriptive and inferential statistics. The surgical group mastectomy without reconstruction showed greater impairment of body image in the field "vulnerability", "Care for the body" and "transparency" in relation to other surgical types, and suggests susceptibility to cancer, body appearance and worry that disturb other. The Kruskal-Wallis test showed greater dissatisfaction with body image in the fields "body Stigma" and "transparency" to the radical neoplastic surgery over other surgical types. Dissatisfaction with body image and physical appearance was detected in this study in all six image fields present in scale, with emphasis on the "body Stigma" and "Transparency". This means that the body image disorder is formulated based on the perception of others about themselves and not by perception "self", which justifies the concern with appearance, with body and hide the consequences stemmed cancer. It is expected that the data obtained from the evaluation of body image presented in this study contribute to enable the assistance to oncocirurgiada woman breast integral, essential for the practice of Nursing.
metadata.dc.description.resumo: Uma das questões mais relevantes na área de saúde da mulher é o Câncer de Mama, que de acordo com as estimativas nacionais, é o segundo tipo de neoplasia que mais acomete mulheres em idade reprodutiva no Brasil. Em se tratando de conduta terapêutica, os métodos comumente utilizados são: cirurgia conservadora, que retira uma parte da glândula mamária que contém o tumor; e a mastectomia, técnica cirúrgica caracterizada pela ressecção da peça anatômica da mama. O estudo tem como objetivo geral avaliar a imagem corporal de mulheres submetidas à cirurgia oncológica mamária. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, transversal, com enfoque quantitativo, realizado no âmbito de uma instituição filantrópica de referência nacional em câncer. A população do estudo é composta por mulheres oncocirurgiadas de mama em tratamento na instituição. A amostra foi calculada com base na fórmula para população finita com representação de 124 sujeitos. Os dados foram coletados no período de março a maio de 2015. A mensuração da imagem corporal se deu através da escala Body Imagem After Breast Cancer Questionnaire - BIBCQ, do tipo Likert de cinco pontos, validada, traduzida para o português, e composta por 44 questões, que estão dispostas em seis escalas com domínio da autoimagem (Escala de vulnerabilidade, Escala de estigma corporal, Escala de limitações, Escala de preocupações com o corpo, Escala de transparência, Escala de preocupações com o braço). O perfil socieconômico da amostra revela a faixa etária predominante entre 40 a 59 anos (58,8%), casadas ou em união estável (59,7%), cirurgia realizada há mais de um ano (61,3%), em apenas uma mama (87,1%), do tipo mastectomia sem reconstrução (41,9%). Após mensuração da imagem corporal, o domínio “vulnerabilidade” destaca-se com maior escore de concordância na variável “preocupo-me com pequenas dores” e o domínio “preocupação com o corpo” apresenta o menor escore de discordância na questão “Estou satisfeita com a aparência do meu quadril”. A investigação possibilitou inferir que os sujeitos do estudo acentuam questões ligadas à patologia em detrimento da imagem ligada à estrutura física. Esse fato caracteriza associação com o perfil da amostra, sobretudo com o tempo de realização da cirurgia, idade e mama afetada. O estudo contribui para a apreensão das peculiaridades das mulheres oncocirurgiadas de mama e sua trajetória de reinserção, tão essencial para a práxis em Enfermagem.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20806
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JulianaRaquelSilvaSouza_DISSERT.pdf1,27 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.