Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20931
Título: Desenvolvimento e caracterização de biocompósito de látex (borracha natural) e fibra de carnaúba
Autor(es): Santos, Luiza Maria Pinheiro dos
Palavras-chave: Látex;Carnaúba;Biocompósito;Isolamento térmico
Data do documento: 24-Nov-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SANTOS, Luiza Maria Pinheiro dos. Desenvolvimento e caracterização de biocompósito de látex (borracha natural) e fibra de carnaúba. 2015. 67f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: The development of composite materials encompasses many different application areas. Among the composites, it is had, especially, the materials of organic origin, which have the greatest potential for biodegradability and so, have been bringing relevance and prominence in the contemporary setting of environmental preservation and sustainable development. Following this perspective of ecological appeal, it was developed a biocomposite material with natural inputs typically brazilian. This composite was made from latex (natural rubber) and carnauba fiber in different mass proportions. Formulations had varied by 5%, 10%, 15% and 20% of fiber in relation the matrix. This material has been designed aiming at application in thermal insulation systems, which requirethermal protection surfaces and/or reduction of thermal energy loss. Therefore, the composite was characterized by thermal conductivity testing, specific heat, thermal diffusivity and thermogravimetry. As has also been characterized for their physical-mechanical, by testing density, moisture content, tensile strength, hardness and scanning electron microscopy (SEM). The characterization of the material revealed that the composite presents a potential of thermal insulation higher than the natural rubber, that was used as reference. And the formulation at 15% fiber in relation the matrix showed the best performance. Thus, the composite material in question presents itself as a viable and effective alternative for new thermal insulation material design.
metadata.dc.description.resumo: O desenvolvimento de materiais compósitos abrange as mais diversas áreas de aplicação. Dentre os compósitos, têm-se, especialmente, os materiais de origem orgânica, que possuem maior potencial de biodegrabilidade e por isso têm apresentado relevância e destaque no cenário contemporâneo de preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. Seguindo essa perspectiva de apelo ecológico, foram desenvolvidos compósitos com insumos naturais brasileiros. Esses compósitos foram fabricados com látex (borracha natural) e fibra de carnaúba, em diferentes proporções mássicas. As formulações variaram em 5%, 10%, 15% e 20% de fibra em relação à matriz. Esses materiais foram concebidos visando aplicação em sistemas de isolamentos térmicos que requeiram proteção térmica de superfícies e/ou redução de perda de energia térmica. Para tanto, os compósitos foram caracterizados através de ensaios térmicos de condutividade, calor específico, difusividade e termogravimetria. Assim como, também foram caracterizados quanto aos seus aspectos físico-mecânicos, através de ensaios de densidade, teor de umidade, resistência à tração e dureza. A caracterização dos materiais revelou que a os compósitos apresentam potencial de isolamento térmico superior ao da borracha natural que foi utilizada como referência. Dessa forma, os materiais compósitos em questão apresentam-se como alternativa viável e eficaz de concepção de novo material isolante térmico.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20931
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LuizaMariaPinheiroDosSantos_DISSERT.pdf2,52 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.