Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20995
Título: Avaliação do efeito do extrato hidroalcoólico das folhas de Anacardium occidentale L. em ratos submetidos à colite ulcerativa
Autor(es): Pedro, Victor
Palavras-chave: Colite ulcerativa;Inflamação;Antiulcerogênica;Anacardium occidentale
Data do documento: 16-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: PEDRO, Victor. Avaliação do efeito do extrato hidroalcoólico das folhas de Anacardium occidentale L. em ratos submetidos à colite ulcerativa. 2015. 80f. Dissertação (Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Ulcerative colitis is a chronic disease characterized by inflammation in the intestinal mucosa, in most cases affects the colon and rectum. The therapeutic drugs are used as aminosalicylates and glucocorticosteroids, but due to the low response and the various side effects caused by them, reveals the need to search for new sources of useful compounds in the treatment of this disease.The species Anacardium occidentale popularly known as cashew, has been used for centuries in folk medicine in the healing aid of skin and mucosa lesions.Recent studies show its expressive antiulcerogenic effect, what we instigated to assess the effect of the extract of A. occidentaleleaves in rats with acute ulcerative colitis, therefore, 42 rats were used male Wistar, divided into 06 groups, and Negative Control (C) Positive Control (C +), treated with Sulfasalazine (Sz500) and treated with Extract A. occidentale at doses of 50 (Ao50), 100 (Ao100) and 200 mg / kg (Ao200).All groups were submitted to experimental colitis Ulcerative except C-, moreover, C- and C + received saline via gavage for 7 consecutive days while the other groups received their respective treatments.Euthanasia of animals took place on the 8th day in which it was collected intestinal colon sample for later analysis macroscopic, histopathological, morphometric and biochemistry, as well as complementary collection of blood and liver tissue. The extract is rich in saponins and phenolic compounds such as flavonoids (quercetin and kaempferol) and tannins.When the Sz500 groups and 100 showed significant protection to damage to lipids and proteins, among the groups subjected to experimental ulcerative colitis, the animals Ao100 group obtained the lowest score in all parameters analyzed.Treatment with 100 mg / kg of A. occidentale extract seems to have a combination of antiinflammatory, antioxidant, bactericidal and anabolic promoted by the bioactive compounds present in the extract.However, it is necessary to investigate harder treating dose of 100mg / kg to higher doses compared to elucidate more properly the best therapeutic dosage ulcerative colitis.
metadata.dc.description.resumo: a colite ulcerativa é uma doença crônica caracterizada por umainflamação na mucosa do intestino, na maioria dos casos acomete à região do cólon e reto.Na terapêutica são utilizados fármacos como os aminossalicilatos e glicocorticosteróides,mas em função da baixa resposta e aos diversos efeitos colaterais promovidos por estes,revela a necessidade da busca de novas fontes de compostos úteis no tratamento destadoença. As diversas partes da planta Anacardium occidentale Linn vem sendo utilizadas aséculos na medicina popular no auxilio de cicatrização de lesões de pele e mucosa, estudosrecentes comprovam o seu expressivo efeito antiulcerogenico. OBJETIVO: avaliar oefeito do extrato das folhas de Anacardium occidentale em ratos submetidos à coliteulcerativa aguda. METODOLOGIA: foram utilizados 42 ratos Wistar machos,distribuídos em 06 grupos, sendo Controle Negativo (C-), Controle Positivo (C+), Tratadocom Sulfassalazina (CS500) e Tratado com Extrato de A. occidentale nas doses de 50(Ao50), 100 (Ao100) e 200 mg/kg (Ao200). Todos os grupos foram submetidos a ColiteUlcerativa experimental, exceto o C-, além disto, C- e C+ receberam solução salina durante7 dias consecutivos, enquanto os demais grupos receberam seus respectivos tratamentosrespeitando o mesmo regime que os grupos controles. Neste estudo foi realizado diferentestipos de analise (macroscópica, histopatologica, morfométrica e bioquímica) do tecidolesionado e caracterizado preliminarmente o extrato de A. ocidentale. RESULTADOS: oextrato é rico em saponinas e compostos fenólicos, como flavonoides (quercetina ecanferol) e taninos. Os grupos CS500 e Ao100 apresentaram proteção significativa a danosa lipídeos e proteínas, dentre os grupos submetidos a colite ulcerativa experimental oAo100 foi o que obteve o menor escore em todos os parametros analisados.CONCLUSÃO: o tratamento com 100 mg/kg de extrato de A. occidentale possibilitou umamelhor recuperação dos animais, sendo mais eficiente que o tratamento com 500 mg/kg deSulfassalazina, provavelmente devido a combinação do efeito anti-inflamatório,antioxidante, bactericida e anabólico promovido pelos compostos bioativos presentes noextrato. O tratamento com 50 mg/kg de extrato parece não surtir efeito terapêuticosignificante, enquanto que o tratamento com 200 mg/kg do extrato, embora tenhaapresentado melhora significativa dos animais com colite ulcerativa, foi observado umpossível efeitos toxico tópico exercido pelos compostos bioativos em excesso no extrato.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20995
Aparece nas coleções:PGBIOEF - Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VictorPedro_DISSERT.pdf1,68 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.