Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21014
Título: Associação da imunoexpressão das proteínas XRCC1, TFIIH E XPF com características clinicopatológicas e sobrevida em carcinoma epidermoide de língua oral
Autor(es): Sá, Melka Coêlho
Palavras-chave: Carcinoma epidermoide oral;Reparo de DNA;XRCC1;TFIIH;XPF
Data do documento: 19-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SÁ, Melka Coêlho. Associação da imunoexpressão das proteínas XRCC1, TFIIH E XPF com características clinicopatológicas e sobrevida em carcinoma epidermoide de língua oral. 2016. 113f. Tese (Doutorado em Patologia Oral) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: DNA repair systems, genes and proteins are essential for genome integrity maintenance, avoiding serious diseases such as cancer. Deregulation in the expression of those proteins has been associated with both the risk of development and evolution of various human cancers, including oral squamous cell carcinoma. The purpose of this study was to analyze the immunoreactivity of the DNA repair proteins XRCC1, THIIF and XPF in oral tongue squamous cell carcinoma (OTSCC) and to investigate its association with clinical and histopathological parameters, outcome and 5-year survival rate. Seventy-four cases of OTSCC were analyzed semi-quantitatively through immunohistochemistry. We observed that DNA repair proteins were highly expressed in parenchymal cells; however, we only observed a significant association between XRCC1 high expression and better clinical staging (p=0,02). Cox regression showed that tumor size (p<0,01), lymph node involvement (p=0,04), tumor stage (p=0,02) and depth of invasion> 4mm (p=0,05) were prognostic factors. The results of this experiment suggest that XRCC1, TFIIH and XPF participate in the tumorigenic process, however, their immunoexpression may not be used as an independent prognostic indicator for OTSCC.
metadata.dc.description.resumo: Os genes de reparo do DNA são essenciais para manutenção da integridade do genoma, evitando graves doenças como o câncer. O papel de várias proteínas codificadas por esses genes vem sendo associado tanto ao risco do desenvolvimento, como na evolução de variados cânceres humanos, dentre eles, o carcinoma epidermoide oral. O objetivo deste trabalho foi analisar a imunoexpressão das proteínas de reparo do DNA, XRCC1, THIIF e XPF em carcinoma epidermoide de língua oral e investigar associação com parâmetros clínicos, histopatológicos e de desfecho. Tamanho do tumor, comprometimento linfonodal, estágio do tumor, profundidade de invasão >4mm e o sistema de gradação de Almangush, mostraram-se como fatores prognósticos. Evidenciou-se de uma maneira geral, alta expressão imuno-histoquímica das proteínas de reparo nas células parenquimatosas; no entanto, apenas verificou-se associação significativa da elevada expressão de XRCC1 com melhor estadiamento clínico. Os resultados deste experimento sugerem que as proteínas XRCC1, TFIIH e XPF participam do processo de tumorigênese, entretanto a imunoexpressão das mesmas não pode ser utilizada como indicador prognóstico para o carcinoma epidermoide de língua oral.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21014
Aparece nas coleções:PPGPO- Doutorado em Patologia Oral

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MelkaCoelhoSa_TESE.pdf3,17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.