Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21074
Título: Práticas pedagógicas e inclusão escolar: o processo de ensino-aprendizagem de alunas com deficiência intelectual
Autor(es): Monteiro, Mirela Granja Vidal
Palavras-chave: Educação inclusiva;Deficiência intelectual;Práticas pedagógicas
Data do documento: 31-Ago-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MONTEIRO, Mirela Granja Vidal. Práticas pedagógicas e inclusão escolar: o processo de ensino-aprendizagem de alunas com deficiência intelectual. 2015. 149f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: This research aimed to know and analyze the pedagogical practices that have been developed in the teaching and learning of students with Intellectual Disability (DI), enrolled at common class of elementary school I. The study was conducted in a public school at Natal/RN, involving two students with DI, a multipurpose teacher, a teaching assistant, a teacher of arts and educational coordinator. As for methodological choice, we chose to develop a qualitative study, undertaking a case study. As tools for the construction of the data we use: semi-structured interviews, participant observation, field diary and document analysis. Data analysis reveals that the institution in which the research was undertaken gradually implementing changes in order to develop an inclusive practice, consistent with its assumptions. Regarding the practices developed in the teaching and learning of students with intellectual disabilities, it was possible to realize the fulfillment of certain adjustments in relation to the objectives, activities and some content, involving the use of resources and varied strategies. With regard to educational activities, we found that these had different levels of complexity, covering both basic goals as more complex objectives. From the observations, we realize that the Assistant Professor of mediations during varied activities as challenging tool in intellectual processes. We note, too, a dynamic classroom in which disabled students were under the guidance of Assistant Professor, and other students with all-round teacher who had a fairly traditional teaching methodology. It created thus an isolation situation, since there was no proposition practices to be developed with all students, and interaction among classmates, generally quite restricted. Although were highlighted developments in the social and academic learning of the surveyed students, the teachers said they did not feel prepared to work freight inclusion. The study reveals the need for teachers reviewing some actions undertaken, in order to develop more democratic pedagogical practices of education, stimulating the interactions between students, by proposing challenging activities that promote the formation and concepts. In addition, it points to the need of the education system invest and encourage the qualification of teachers with regard to education in an inclusive perspective, through actions that promote lifelong learning. It needs to be developed on the teacher a reflective attitude, resulting in a view that due diligence must be entered in practice inherent in teaching in order to use to enhance their educational experience.
metadata.dc.description.resumo: Esta investigação teve como objetivo conhecer e analisar as práticas pedagógicas que vêm sendo desenvolvidas no processo de ensino-aprendizagem de alunas com Deficiência Intelectual (DI), matriculadas em classe comum do Ensino Fundamental I. O estudo foi realizado em uma escola municipal de Natal/RN, envolvendo duas educandas com DI, uma professora polivalente, uma professora auxiliar, uma professora de artes e uma coordenadora pedagógica. Quanto à escolha metodológica, optamos por desenvolver uma pesquisa do tipo qualitativa, empreendendo um Estudo de Caso. Como instrumentos para a construção dos dados, utilizamos: entrevista semiestruturada, observação participante, diário de campo e análise documental. A análise dos dados revela que a instituição na qual empreendemos a pesquisa estava, gradativamente, implementando mudanças com vistas a desenvolver uma prática inclusiva, coerente com seus pressupostos. Em relação às práticas desenvolvidas no processo de ensino-aprendizagem das alunas com deficiência intelectual, foi possível perceber a realização de algumas adaptações no que se refere aos objetivos, às atividades e a alguns conteúdos, envolvendo a utilização de recursos e estratégias variadas. Em relação às atividades pedagógicas, constatamos que estas possuíam diferentes níveis de complexidade, abrangendo tanto objetivos elementares como objetivos mais complexos. A partir das observações, percebemos que as mediações da professora auxiliar durante as atividades variaram enquanto ferramenta desafiadora nos processos intelectuais. Constatamos, também, uma dinâmica de sala de aula na qual as alunas com deficiência ficavam sob a orientação da professora auxiliar, e os demais alunos com a professora polivalente, que apresentava uma metodologia de ensino bastante tradicional. Criou-se, assim, uma situação de isolamento, visto que não havia a proposição de práticas a serem desenvolvidas com todos os alunos, sendo a interação entre os colegas da turma, em geral, bastante restrita. Embora tenham sido evidenciadas evoluções nas aprendizagens sociais e acadêmicas das alunas pesquisadas, as educadoras afirmaram que não se sentiam preparadas para o trabalho frete à inclusão. O estudo revela a necessidade dos docentes reverem algumas ações empreendidas, com vistas a desenvolver práticas pedagógicas mais democráticas de ensino, estimulando as interações entre os alunos, mediante a proposta de atividades desafiadoras, que promovam a formação e conceitos. Além disso, aponta para necessidade do sistema de ensino investir e incentivar a qualificação dos docentes, no tocante à educação numa perspectiva inclusiva, através de ações que promovam uma formação contínua. É necessário que seja desenvolvido no professor uma atitude reflexiva, resultando numa visão de que os processos investigativos devem ser inseridos na prática inerente à docência, de maneira a serem utilizados para aprimorar a sua vivência pedagógica.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21074
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MirelaGranjaVidalMonteiro_DISSERT.pdf1,91 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.