Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21088
Título: Avaliação do sono e enfermeiros nos diferentes turnos hospitalares
Título(s) alternativo(s): Analysis of sleep of nurses in different hospital shifts
Autor(es): Silva, Kézia Katiane Medeiros da
Palavras-chave: Sono;Turnos de trabalho;Enfermeiros;Ritmos circadianos
Data do documento: 26-Jan-2016
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Kézia Katiane Medeiros da. Avaliação do sono e enfermeiros nos diferentes turnos hospitalares. 2016. 100f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This study aimed to analyze the pattern characteristics of sleep and sleep quality of nurses who worked day and night shifts. This is a study with a quantitative approach, cross-sectional, descriptive. The study was conducted at the University Hospital of Rio Grande do Norte. Data were collected in full in the period from January to September 2015, through the instruments: Pittsburgh Sleep Quality Index and Sleep Diary. Subjects were interviewed according to their work shift, day or night, during the working hours of the nursing team. After being coded and tabulated, data were analyzed using SPSS version 20.0. The study was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Rio Grande do Norte, in the Opinion No. 751 567. For a description of continuous variables were used position measurements (mean and median), dispersion (standard deviation) and correlation (Spearman correlation test), to a 0.05 significance level. The socio-demographic profile of the sample showed a total of n = 104 participants, distributed in: 64 on day shift and night shift 40; wherein 90.4% are female, aged between 24-45 years, corresponding to 73% of the sample. There was the presence of statistically significant differences for the variables: employment and living habits (inpatient and outpatient sector (p = 0.003), have more than one job (p = 0.002), use cordial (p = 0.021); Sleep pattern: nap time (p = 0.003), sleep latency (p = 0.013), total sleep time (p = 0.001), how it felt to wake up (p = 0.017), quality of nighttime sleep (p = 0.001) and sleep quality (p = 0.007) compared between the day shift and the night shift. It was concluded that shift work has changed the pattern and sleep quality of nurses working day and night shifts.
metadata.dc.description.resumo: Objetivou-se analisar a características do padrão de sono e qualidade do sono de enfermeiros que trabalham nos turnos diurno e noturno. Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa, de corte transversal, descritivo. O estudo foi desenvolvido no Hospital Universitário do Rio Grande do Norte. Os dados foram coletados em sua totalidade no período de janeiro a setembro de 2015, mediante os instrumentos: Índice de qualidade de sono de Pittsburgh para avaliar o padrão de sono e o Diário de sono para avaliar o ciclo vigília-sono. Após serem codificados e tabulados, foram analisados por meio do programa SPSS versão 20.0. O Estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, sob parecer nº 751.567. Para a descrição das variáveis contínuas foram utilizadas medidas de posição (média e mediana), dispersão (desvio padrão), medidas de associação (teste qui-quadrado ou de exato de Fisher) e correlação (teste de Correlação de Spearmann), para um nível de significância de 0,05. O perfil sociodemográfico da amostra mostrou um total de (n=104) participantes, distribuído no turno diurno 64 e no turno noturno 40, caracterizada por (90,4%) serem do sexo feminino, com faixa etária entre 24 a 45 anos correspondendo a 73% da amostra. Verificou-se a presença de diferença estatisticamente significativa, para as variáveis: laborais e hábitos de vida (setor hospitalar e ambulatorial (p=0,003), possuir mais de um trabalho (p=0,002), usar bebida estimulante (p=0,021); Padrão de Sono: tempo de cochilo p=0,003, latência do sono p=0,013), tempo total de sono (p=0,001), como se sentiu ao acordar (p=0,017), qualidade do sono noturno (p=0,001) e qualidade do sono (p=0,007) quando comparados entre os turnos diurno e o turno noturno. Concluiu-se que o trabalho em turnos alterou o padrão e a qualidade do sono dos enfermeiros dos períodos diurno e noturno.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21088
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
KeziaKatianeMedeirosDaSilva_DISSERT.pdf1,15 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.