Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21115
Title: Mídia à luz do desejo: cartografias dos processos da mídia livre contemporânea brasileira
Authors: Maia, Francisco Jadson Silva
Keywords: Mídia livre;Processos sociais;Movimentos sociais;Democracia
Issue Date: 4-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MAIA, Francisco Jadson Silva. Mídia à luz do desejo: cartografias dos processos da mídia livre contemporânea brasileira. 2016. 104f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Neste trabalho busca-se compreender as especificidades da comunicação em rede e a lógica de articulação das insurgências sociais no contemporâneo inferidas a partir do rizoma, conceito cunhado por Félix Guattari e Gilles Deleuze, e da multidão como pregam Michael Hardt e Antonio Negri. Para tanto, levanta-se os processos e as práticas dos corpos políticos, chegando a linhas e estratégias comuns de operação. Salvo as especificidades, é possível traçar uma comunicação contínua e rizomática que percorre tanto os corpos inscritos na democracia institucionalizada, como o movimento-partido espanhol Podemos e a coalização grega Syriza, quanto os coletivos autônomos, como o Movimento Passe Livre, que luta pelo transporte público universal, gratuito e de qualidade, e as iniciativas de mídia livre Mídia NINJA e Catarina Santos, dispostas a compreender os movimentos sociais. O aditivo constituinte deste modelo de comunicação em rede parece ser o desejo de radicalização da democracia, no viés de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe, como uma luta estratégica e comum. Com efeito, falando especificamente da mídia livre, são construídos a partir daqui processos que se efetivam na compreensão do agenciamento dos corpos como pertinente à ação política em direção ao projeto de democracia radical, como na utilização de softwares livres, o agenciamento comunicador-manifestante, a performance, a vivência coletiva.
Abstract: This paper aims to understand the specifics of the network communication and the logic of articulation of social insurgencies in contemporary inferred from the rizome concept coined by Felix Guattari and Gilles Deleuze and the multitude as preach Michael Hardt and Antonio Negri. To do so, it raises the processes and practices of political bodies, reaching lines and common strategies of operation. Unless the specifics, it is possible to draw a continuous and rizomatic communication that traverses both bodies enrolled in institutionalized democracy, as the spanish movement-party Podemos and the greek coalition Syriza, as the autonomous collectives, such as the Movimento Passe Livre, fighting for universal public, free and quality transport, and the free media initiatives Media Ninja and Catarina Santos, willing to understand the social movements. The constitutional amendment of this model of communication networking seems to be the desire to radicalization of democracy, the bias of Ernesto Laclau and Chantal Mouffe, as a strategic and common struggle. Indeed, speaking specifically of free media, they are built from here processes that take place in understanding the agency of the bodies as relevant to political action toward the radical democracy project, and the use of free softwares, the communicator-protester agency, the performance, the collective experience.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21115
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FranciscoJadsonSilvaMaia_DISSERT.pdf935,21 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.